🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Carolina Gama
RUN FORREST RUN

Fugindo de Putin: cidadãos pagam 10 mil euros para escapar do líder russo — entenda o que está acontecendo

Após perder territórios na Ucrânia, Putin convocou ontem cerca de 300 mil reservistas para participar da guerra na Ucrânia. A ideia inicial é mobilizar apenas aqueles com experiência relevante em combate.

Carolina Gama
22 de setembro de 2022
14:08 - atualizado às 19:40
NÃO USAR ESSA FOTO - Vladimir Putin, presidente da Rússia
Vladimir Putin, presidente da Rússia - Imagem: Sergei KarpukhinTASS/Getty Images

O anúncio de uma mobilização militar parcial feita na quarta-feira (21) pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, provocou uma verdadeira corrida dos russos para deixar o país, temendo as consequências da escalada da guerra na Ucrânia

Os voos lotaram rapidamente e os preços das passagens dispararam, aparentemente motivados por temores de que as fronteiras sejam fechadas em breve ou que Putin amplie a convocação, enviando muitos russos em idade de combate às linhas de frente do conflito. Veja um vídeo que mostra como está a situação nas estradas e aeroportos do país em nossa página do Instagram (e aproveite para nos seguir por lá para ficar por dentro dos nossos melhores conteúdos apurados por nossos repórteres especiais, basta clicar aqui).

Após perder territórios na Ucrânia, Putin chamou ontem cerca de 300 mil reservistas para participar da guerra. A ideia inicial é mobilizar apenas aqueles com experiência militar relevante — estudantes e recrutas não foram convocados neste primeiro momento, de acordo com o ministro da Defesa do país, Sergei Shoigu. 

O preço de escapar de Putin

A Rússia viu um êxodo acentuado de cidadãos desde que Putin ordenou que suas tropas invadissem a Ucrânia, há quase sete meses. 

Não há dados concretos sobre o número de russos que deixaram o país por conta da guerra na Ucrânia, mas especialistas e cientistas políticos já falavam em 200 mil em março, apenas um mês após o começo da invasão.

Acredita-se que esse número tenha disparado agora porque ela da mobilização parcial dos reservistas e do temor do fechamento das fronteiras, Putin também emitiu ontem uma ameaça nuclear velada aos inimigos da Rússia no Ocidente.

Relatos de pânico se espalhando entre os russos logo inundaram as redes sociais. Grupos antiguerra disseram que as passagens aéreas limitadas da Rússia atingiram preços absurdos devido à alta demanda.

Os bilhetes para os voos Moscou-Belgrado operados pela Air Serbia — a única transportadora europeia além da Turkish Airlines a manter voos para a Rússia, apesar do embargo de voos da União Europeia — esgotaram rapidamente. 

O preço dos voos de Moscou para Istambul ou Dubai subiu em poucos minutos antes, chegando a quase 10 mil euros  (R$ 47 mil) para uma tarifa só de ida em classe econômica. 

Algumas rotas com escalas, incluindo as de Moscou a Tbilisi, capital da Geórgia, também estavam esgotadas. 

"Essa é uma demanda de pânico das pessoas, que têm medo de não conseguir deixar o país depois", disse uma fonte do setor de turismo russo à Reuters. 

Apesar dessa corrida por passagens, a Aeroflot — companhia aérea de bandeira do país — disse que não está limitando a venda de passagens.

Há relatos também de que o site da empresa ferroviária estatal russa chegou a entrar em colapso ontem porque muitas pessoas estavam procurando alternativas para sair da Rússia. 

Enquanto isso…

Enquanto os russos correm para tentar escapar da convocação de Putin, mais de 1.300 pessoas foram presas no país após o anúncio da mobilização militar parcial, de acordo com o grupo de monitoramento OVD-Info — uma organização não-governamental que visa reportar situações de perseguição política na Rússia. 

De acordo com a lei russa, a polícia tem o poder de deter pessoas que acredita estarem fugindo da mobilização. 

A lei prevê longas penas de prisão e multas pesadas para aqueles que recusam a convocação sem motivos legais que o impeçam.

Um manifestante em Moscou, por exemplo, vai enfrentar uma sentença de dez anos de prisão por se recusar a receber uma ordem de alistamento.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, não negou os relatos, dizendo apenas: "Isso não é contra a lei".

*Com informações da AP, da Reuters e da CNBC

Compartilhe

THE FINAL COUNTDOWN

Contagem final? Como Trump pode consolidar indicação republicana antes do tempo e encarar Biden em novembro

23 de fevereiro de 2024 - 19:55

A vitória de Trump na Carolina do Sul escreveria o capítulo final de uma das histórias políticas mais importantes da última década

A MÁQUINA DE GUERRA VAI PARAR?

O presente de grego de Biden para Putin: 500 sanções dos EUA marcam o segundo ano da guerra entre Rússia e Ucrânia

23 de fevereiro de 2024 - 18:15

A União Europeia (UE) e o Reino Unido também anunciaram medidas punitivas e a resposta de Moscou não demorou muito; veja como o Kremlin reagiu

A SOCIEDADE DA NEVE

Este homem sobreviveu a uma queda de avião e a 72 dias na neve. Aqui está como ele fez isso — e o que você pode aprender

23 de fevereiro de 2024 - 14:32

Nando Parrado encerrou o BTG Summit 2024 com a palestra ‘Lições de Vida’; veja aqui os principais insights da apresentação

SEM FÓRMULA MÁGICA

Argentina precisa de um milagre? FMI dá a receita para os hermanos colocarem a casa em ordem

23 de fevereiro de 2024 - 13:21

Uma das maiores economistas do Fundo esteve na Argentina, onde conversou com o presidente Javier Milei e diversos membros do governo, incluindo o ministro da Economia, Luis Caputo; veja o que ela propôs

O RASANTE DA ÁGUIA

A China vai parar os EUA? As projeções da S&P Global para a maior economia do mundo este ano

22 de fevereiro de 2024 - 17:59

A agência de classificação de risco revisou de maneira significativa as previsões para a economia norte-americana e diz também o que espera da inflação e dos juros por lá

A FATURA VEIO ALTA

O primeiro prejuízo em 20 anos: o preço que o Banco Central Europeu teve que pagar para colocar a inflação de volta aos trilhos

22 de fevereiro de 2024 - 16:46

O BCE reportou 1,3 bilhão de euros (R$ 7 bilhões) em perdas no ano passado e o pior ainda pode estar por vir; entenda essa história

BAIXO NÍVEL, ALTA TENSÃO

Putin ‘FDP’, Biden ‘caubói’ e uma guerra nas estrelas: o que sabemos sobre a mais nova treta entre EUA e Rússia

22 de fevereiro de 2024 - 13:24

Presidentes de EUA e Rússia trocam farpas em meio a especulações de que uma guerra nas estrelas estaria mais próxima do que imaginamos

DEPOIS DO BALDE DE ÁGUA FRIA

Mistério revelado? Ata do Fed dá pistas do que pode acontecer com os juros em março

21 de fevereiro de 2024 - 17:27

Os investidores aguardavam o documento para entender o futuro da taxa referencial da maior economia do mundo e já se reposicionaram depois dos novos sinais desta quarta-feira (21)

A VISTA DE BLINKEN

Outro puxão de orelha em Lula? O que o braço direito de Biden disse para o petista em duas horas de conversa e no meio de uma crise

21 de fevereiro de 2024 - 16:11

O chefe da diplomacia norte-americana esteve no Palácio do Planalto em meio à tensão nas relações entre Brasil e Israel; saiba o que foi assunto neste encontro

FUGINDO DA MORDIDA DO LEÃO

Como Jeff Bezos “driblou” impostos para embolsar uma quantia bilionária com a venda de ações da Amazon

21 de fevereiro de 2024 - 14:30

O dono da gigante do varejo eletrônico vendeu agora mais 14 milhões de ações da empresa, levantando US$ 2,4 bilhões com a transação

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies