O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-23T14:33:42-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Mudança à vista

Golpe duro no Nubank (NUBR33): redução nas tarifas de cartões pode encolher a receita do banco em mais de 2%; entenda

Um possível corte nas taxas do cartão pré-pago da Mastercard traria impactos diretos às finanças do Nubank (NUBR33/NU). Saiba os detalhes

23 de março de 2022
12:49 - atualizado às 14:33
Homem segurando um smartphone com o aplicativo do banco na tela e o cartão Nubank (NU/NUBR33) na mesa
Imagem: Shutterstock

Passado o estardalhaço do IPO, o Nubank (NUBR33) agora se vê rodeado de notícias potencialmente negativas para as suas operações. O banco digital, que já tinha se mostrado contrário às novas regras do BC que vão ampliar a exigência de capital das fintechs, está cada vez mais próximo de um novo fator de risco: o corte nas tarifas de cartões pré-pagos — uma novidade que pode afetar diretamente a receita da empresa.

Essa possibilidade tem gerado burburinho no mercado desde o ano passado, quando o BC abriu uma consulta pública a respeito do tema. E, ontem (22), essa história ganhou um novo capítulo: a Mastercard, empresa cuja bandeira estampa todos os cartões do Nubank, se mostra inclinada a aceitar uma possível redução nas taxas dos pré-pagos.

As mudanças dizem respeito apenas às tarifas de intercâmbio nas transações presenciais com cartões pré-pagos. A Mastercard lançou sua própria consulta pública, propondo uma redução dos atuais 1,2% para 0,8% — outras operações envolvendo esse tipo de produto permaneceriam inalteradas.

É um golpe menos duro que o proposto pelo Banco Central no ano passado, que mirava numa redução dessa taxa ao patamar de 0,5%. Ainda assim, a alteração em estudo pela Mastercard pegaria em cheio um produto importante para o Nubank: as tarifas de intercâmbio sobre cartões pré-pagos representaram 8,1% da receita da companhia em 2021.

Sendo assim, o próprio banco veio a público para falar sobre os eventuais impactos financeiros de uma provável redução. Segundo o Nubank, o corte proposto pela Mastercard implicaria numa redução de 2,4% na receita da empresa no ano, caso as novas tarifas estivessem em vigor desde o dia 1º de janeiro do ano passado.

Se levarmos em conta que a receita líquida do Nubank em 2021 foi de US$ 1,698 bilhão, estamos falando numa perda de mais de US$ 40 milhões — um efeito que, naturalmente, seria propagado pelo restante do balanço. Vale lembrar que o banco reportou um prejuízo acumulado de US$ 165,3 milhões no ano passado.

Nubank (NUBR33): ações voláteis

Variação do preço das ações do Nubank (NU) em Wall Street (em dólares). Fonte: Yahoo Finance

O impacto estimado pelo Nubank caso a proposta da Mastercard vá adiante não causou grandes turbulências nos papéis da empresa. Há pouco, as ações NU operavam em alta de 1% na bolsa de Nova York, cotadas a US$ 8,11; na B3, os recibos de ações (BDRs) NUBR33 subiam 0,46%, a R$ 6,57.

Em ambos os casos, os ativos estão abaixo do preço fixado no IPO, de US$ 9 por ação e de R$ 8,36 por BDR. Como resultado, o Nubank tem hoje um valor de mercado de US$ 37,4 bilhões, perdendo o posto de instituição financeira mais valiosa da América Latina — Itaú (ITUB4) e Bradesco (BBDC4) aparecem acima.

Quanto à visão dos analistas, há uma divisão entre os grandes bancos e instituições financeiras. Segundo dados coletados pelo TradeMap, as ações NU têm cobertura de 16 casas: nove recomendam compra, três indicam manutenção e quatro estão posicionadas para a venda.

O preço-alvo médio dessas recomendações é de US$ 10,75, um potencial implícito de valorização de 32% em relação aos patamares atuais. A visão mais otimista atribui às ações NU um preço-justo de US$ 16,00, mas a mais pessimista coloca os ativos em US$ 4,00.

Comportamento dos BDRs do Nubank (NUBR33) desde o IPO, em dezembro do ano passado. Fonte: B3
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Carreira

Alunos da USP têm prioridade no mercado de trabalho? Nem sempre os ‘selecionados’ da Fuvest vão ‘roubar’ seu emprego

A universidade faz tanta diferença na sua carreira? Nós respondemos essa pergunta sobre como a USP influencia sua empregabilidade

TRILHA DO UNICÓRNIO

Aplicativo de conta em dólar, Nomad recebe aporte de R$ 160 milhões e já é avaliado em mais R$ 1 bilhão

Nessa segundo rodada de captação, a Nomad, fintech de serviços financeiros em dólar, espera atingir 1 milhão de clientes até o fim do ano

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,12% e vale R$ 5,05. Euro sobe e é negociado a R$ 5,27. Confira o que movimentou o câmbio nesta segunda-feira

A segunda-feira ficou marcada por dados que apontam para uma desaceleração na economia chinesa

FECHAMENTO DO DIA

Derrotado: S&P 500 perde a luta e fecha o dia na lona; veja o comportamento das bolsas lá fora

Os três principais índices de Wall Street vieram de uma semana difícil, já que as preocupações com a desaceleração econômica dos EUA, um Federal Reserve mais agressivo e a inflação mais alta afetaram a confiança dos investidores

Criptomoedas no chinelo: bitcoin pode ir a US$ 20 mil e Ethereum a US$ 1,3 mil; entenda o motivo e se é uma boa investir agora

Bitcoin hoje derrete e cotação do ethereum também rompe barreira psicológica; situação tende a piorar, mas há salvação no olhar de analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies