🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-05-23T19:33:09-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
INTERNACIONALIZAÇÃO

Subsidiária da Cosan (CSAN3) paga cerca de R$ 2,3 bilhões pela distribuidora dos lubrificantes Mobil nos EUA; veja detalhes do negócio

A Moove já é responsável pela distribuição de óleos lubrificantes na América do Sul e EUA; agora, com a nova aquisição, aumentará a escala da operação norte-americana

23 de maio de 2022
19:33
Dividendos Cosan CSAN3

A Cosan (CSAN3) quer replicar seu modelo de negócios em outras geografias - e não pretende economizar para isso. A Moove, uma de suas subsidiárias, fechou nesta segunda-feira (23) a compra da PetroChoice - distribuidora dos lubrificantes Mobil nos EUA - por US$ 479 milhões (cerca de R$ 2,3 bilhões).

Esse é mais um passo da subsidiária rumo à internacionalização da marca. A Moove, que também opera no Brasil, já é responsável pela distribuição de óleos lubrificantes na América do Sul e Estados Unidos. Além disso, possui uma unidade na Inglaterra para a produção e comercialização dos produtos em países da Europa e Ásia.

Agora, com a aquisição da PetroChoice - que foi feita por meio de uma nova subsidiária, a Millenium Moove -, a companhia aumentará ainda mais a escala da operação norte-americana.

A recém-chegada distribui anualmente cerca de 240 milhões de litros de lubrificantes por meio de instalações em 25 estados - duas plantas de mistura e mais de 50 centros de distribuição.

"Este movimento é aderente ao plano de longo prazo da Moove e à estratégia de alocação de capital da Cosan, focados na geração de valor para seus acionistas e demais stakeholders", afirma, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Cosan.

De IPO cancelado pela Cosan (CSAN3) à expansão

Entre as empresas sob o guarda-chuva do conglomerado dos setores de açúcar, etanol e geração de energia, a Moove era uma das candidatas a uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) no ano passado.

Mas, com uma mudança drástica nas condições de mercado que cancelou muitas operações do tipo, a estreia da companhia foi adiada. Ao invés dela, a Cosan preferiu levar a Raízen (RAIZ4), fruto da parceria com a Shell, ao mercado.

E a escolha foi acertada: em dos IPOs mais badalados do ano, a produtora de açúcar e álcool e distribuidora de combustíveis movimentou R$ 6,9 bilhões na abertura de capital.

Para quem gostaria de ver a companhia de óleo e lubrificantes negociando no mercado, ainda há esperanças. Uma melhora na renda variável pode trazer a carta do IPO de volta à mesa da Moove.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

‘Pane’ nas exchanges, os limites para a Rússia e a queda do Ibovespa; confira os destaques do dia

Os corredores do mercado financeiro estavam mais silenciosos do que o habitual nesta segunda-feira (04).  Nos Estados Unidos, as bolsas em Wall Street ficaram fechadas devido ao feriado do Dia da Independência americana, mas parece que boa parte dos investidores brasileiros também deu uma esticadinha no fim de semana.  Sem Nova York e com o […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai abaixo dos 99 mil pontos em dia de baixa liquidez; dólar e juros sobem com petróleo

Sem Wall Street, o Ibovespa teve um dia de movimentação limitada. Apesar da alta do petróleo, o índice não conseguiu se consolidar em alta

ELEIÇÕES 2022

Quem é Maria Luiza Ribeiro Viotti, a primeira mulher a comandar o Itamaraty se Lula vencer as eleições?

A indicação de uma mulher para o Itamaraty contemplaria o movimento feminino na diplomacia, que ganhou força política no Congresso e foi incentivado por Amorim no passado; o Brasil nunca teve uma chanceler

QUEREM PARAR O RUSSO

Todos contra Putin: O assunto da vez da reunião dos líderes do G7? Impor limites à Rússia

Dessa vez, a ideia central é a de impor um “teto” no preço dos combustíveis russos — a proposta foi trazida à pauta pelo presidente americano, Joe Biden

TECNOLOGIA EM FOCO

Em busca de inovação: Petrobras (PETR4) lança oportunidades para aquisição de soluções de startups e empresas de tecnologia; saiba como funciona

A Petrobras vai investir até R$ 21,2 milhões em empresas de tecnologia e startups de soluções nas áreas de robótica, tecnologias digital e d inspeção

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies