🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Novos negócios

Após sucesso do IPO da Raízen (RAIZ4), Cosan (CSAN3) anuncia joint venture de mineração; confira a nova estratégia de investimentos

A proposta prevê uma estrutura de fundos para investimentos em novos negócios com recursos próprios e, eventualmente, também de terceiros

Cosan
Imagem: Shutterstock

Menos de um mês após o sucesso do IPO da Raízen (RAIZ4) - o mais badalado do ano até agora - a Cosan (CSAN3) anunciou nesta segunda-feira (23) que dará início a uma nova estratégia de investimentos que deverá marcar sua entrada nos segmentos de mineração e logística

Conforme explica a empresa em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a proposta prevê uma estrutura de fundos para investimentos em novos negócios com recursos próprios e, eventualmente, também de terceiros.

As primeiras ações previstas na nova estratégia incluem a compra do TUP Porto São Luís, empresa detentora de um terminal de uso privado localizado em São Luís (MA), a criação de uma futura joint venture no ramo de mineração.

Ação da Raízen (RAIZ4) pode se VALORIZAR mais de 50% após o IPO; entenda no vídeo abaixo e inscreva-se no canal do Seu Dinheiro no Youtube para mais conteúdos exclusivos sobre investimentos:

Combo na mineração e logística

A controlada do grupo Atlântico Participações assinou, com a São Luís Port Company SARL, do grupo China Communications Construction Company Limited (CCCC) e com outros acionistas minoritários detentores de 49%, uma proposta vinculante para aquisição de 100% do TUP Porto São Luís por R$ 720 milhões.

Além disso, também por meio da Atlântico, a Cosan assinou um memorando de entendimentos vinculante (MoU) com uma sociedade do Grupo Paulo Brito, fundador e controlador da Aura Minerals, para a formação de uma joint venture de exploração de minério de ferro, a JV Mineração. A produção da iniciativa deverá ser escoada pelo Porto.

"Este MoU prevê que a Atlântico deterá 37% do capital total e controle compartilhado da nova companhia combinada, ou seja, 50% das ações ordinárias, da nova companhia combinada, após o aporte do Porto e de caixa, a depender de chamadas de capital pela administração da companhia, afirma a empresa.

Início promissor

Segundo o fato relevante, a Cosan ingressa com um parceiro estratégico em um novo ramo de negócios, contribuindo com sua expertise logística portuária e de gestão. “A JV Mineração será uma empresa integrada de mineração e logística, que possuirá, além do Porto, direitos de exploração de ativos minerários em três projetos minerais localizados no Estado do Pará, com potencial importante de reservas de minério de ferro, a serem escoados pelo Porto”, aponta.

Com início de operação previsto para 2025, o primeiro projeto mineral a ser explorado pela JV Mineração está localizado próximo a Paraupebas (PA), na região de Carajás, conectado ao Porto pela estrada férrea de Carajás. "A exploração seguirá os mais altos padrões ambientais e de segurança, alinhados à estratégia de alocação sustentável de capital, suportada pelos princípios EESG do grupo Cosan", afirma a empresa.

A nova Companhia terá Juarez Saliba de Avelar como CEO, executivo com experiência no segmento de Mineração, tendo passado por posições de liderança em companhias como a Vale e CSN, entre outras. Além disso, Julio Fontana, com experiência em logística ferroviária e portuária, será conselheiro e consultor sênior da JV Mineração.

A Cosan realizará amanhã (24) uma teleconferência pública com o mercado para apresentar a transação. O fato relevante não menciona o horário do evento.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Compartilhe

Após um ano

Demorou, mas saiu: Petrobras (PETR4) embolsa R$ 2 bilhões com venda da Gaspetro — relembre as barreiras no acordo com a Compass

11 de julho de 2022 - 18:40

O pagamento ocorre pouco mais de duas semanas após o sinal verde do Cade, que demorou quase um ano para aprovar a transação com a subsidiária da Cosan (CSAN3)

DEMOROU, MAS…

Um negócio de R$ 2 bilhões: Cade aprova compra da GasPetro pela Compass, subsidiária da Cosan (CSAN3)

23 de junho de 2022 - 6:35

Negócio envolvendo Compass e GasPetro foi aprovado sem restrições pelo Cade, órgão responsável pela livre concorrência no Brasil

SOBE E DESCE

Cosan (CSAN3) lidera as altas do Ibovespa e Banco Inter (BIDI11) vai em direção oposta ‒ saiba o que foi destaque na bolsa na semana

28 de maio de 2022 - 9:22

A semana começou com mudanças na presidência da Petrobras (PETR4). Apesar disso, o Ibovespa fechou a semana em leve alta

INTERNACIONALIZAÇÃO

Subsidiária da Cosan (CSAN3) paga cerca de R$ 2,3 bilhões pela distribuidora dos lubrificantes Mobil nos EUA; veja detalhes do negócio

23 de maio de 2022 - 19:33

A Moove já é responsável pela distribuição de óleos lubrificantes na América do Sul e EUA; agora, com a nova aquisição, aumentará a escala da operação norte-americana

BALANÇO

Cosan (CSAN3) tem lucro de R$ 200 milhões, mas resultado é quase 70% menor do que no ano passado; confira destaques do balanço

14 de maio de 2022 - 8:09

A empresa anunciou nesta semana um programa de recompra de até 110 milhões de ações no mesmo dia em que seus papéis chegaram ao menor nível desde janeiro

FESTA DOS PROVENTOS

Sextou com mais de R$ 7 bilhões em dividendos: CPFL Energia (CPFE3) puxa fila com R$ 3,7 bilhões; confira quais outras empresas anunciaram proventos

29 de abril de 2022 - 19:08

Outro destaque da noite foi a Cemig (CMIG4), que depositará mais de R$ 1 bilhão na conta dos cotistas

BALANÇO

Puxado pelo desempenho da Compass, lucro líquido da Cosan (CSAN3) quase dobra em 2021

19 de fevereiro de 2022 - 10:01

Apenas no quarto trimestre, lucro líquido ajustado da Cosan cresceu 58,5% na comparação com o mesmo período de 2020

QUEM QUER DINHEIRO?

Bolso cheio: empresas pagam hoje R$ 2 bilhões em dividendos e JCP; veja quem pode receber

28 de dezembro de 2021 - 12:54

Juntas, Cosan, Syn e Rodobens distribuem dividendos na conta para os seus acionistas curtirem a virada de ano com a carteira recheada

NÃO PARA, NÃO PARA, NÃO PARA!

Dividendos: Papai Noel do mercado chega com mais de R$ 1,5 bilhão em proventos às vésperas do Natal

24 de dezembro de 2021 - 12:28

Distribuição de dividendos e JCP é estrelada por Cosan e CSN Mineração, mas conta com outros proventos volumosos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies