Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2022-01-25T20:10:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PRECAUÇÃO EXTRA

Cautela demais atrapalha os negócios? Não para o Bradesco (BBDC4): banco cria nova vice-presidência focada na gestão de riscos

A nova vertical abrangerá as áreas de compliance, conduta, ética e demais setores ligados à gestão de ameaças corporativas

25 de janeiro de 2022
20:09 - atualizado às 20:10
Agência do Banco Bradesco (BBDC4)
Banco Bradesco (BBDC4) - Imagem: Estadão Conteúdo/Ricardo Lisboa

Às vésperas do início da temporada de balanços, o Bradesco (BBDC4) surpreendeu os acionistas com a notícia de que irá ampliar seu foco na gestão de riscos. O banco anunciou nesta terça-feira (25) a criação de uma nova vice-presidência voltada ao tema.

“Nossa visão é que devemos construir um balanço cada vez mais saudável, além de preservar as condições para a perenidade da instituição. Um dos pontos de atenção, nesse sentido, é a preocupação contínua em mitigar o potencial de riscos da atividade, entre eles, de mercado, de liquidez, de crédito e de imagem”, explica, em nota, Octavio de Lazari, presidente executivo da instituição financeira.

O Bradesco designou para o novo cargo o atual diretor-executivo Moacir Nachbar Junior, que ficará responsável pelas áreas de compliance, conduta, ética, controle integrado de riscos, segurança corporativa, private equity e venture capital. Segundo Lazari, a mudança administrativa retrata a preocupação constante em gerenciar o risco adequadamente.

Dança das cadeiras

Com a nova vertical, haverá também um reposicionamento de funções entre os demais vice-presidentes. Confira as principais mudanças:

  • A vice-presidência de Cassiano Scarpelli concentrará a gestão de tesouraria, trading, mercado, mesa de clientes e macroeconomia;
  • André Cano será responsável por relações com o mercado, finanças, Bram, RH, jurídico e institucional;
  • Eurico Ramos Fabri, vice-presidente de Varejo, Crédito e Cartões, ficará com todas as áreas de relacionamento com pessoas físicas, incluindo o segmento Prime e a área de Investimentos;
  • Marcelo Noronha, líder de Atacado e Internacional, administrará também o Private, a Bradesco Corretora e a Ágora.
  • Rogério Câmara, que esta à frente de Arquitetura de TI e Canais Digitais, passará a ter uma nova estrutura, contando com duas diretorias executivas. "Uma focada em infraestrutura sob o comando da já diretora executiva Walkiria Schirrmeister Marchetti, e outra, que será criada, voltada para Canais Digitais".

O Bradesco relembra ainda que, mesmo com o novo arranjo, os cargos executivos e de comando das áreas de tecnologia, inovação e experiência dos clientes seguem sendo ocupados, em sua maioria, por mulheres. "São elas: Walkiria Schirrmeister Marchetti, Renata Petrovic, Carolina Fera, Patrícia Assunção, Cristina Coelho de Abreu Pinna e Cintia Barcelos de Souza", destaca o banco.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

A PARTIR DE JUNHO

Quer um pedacinho da Eletrobras (ELET3)? O trabalhador poderá usar recursos do FGTS para comprar ações

O trabalhador deverá fazer reserva de aquisições entre 3 e 9 de junho. O governo liberou o uso de até 50% do FGTS para compra de ações da Eletrobras

DESINVESTIMENTO

Em meio à turbulências, Petrobras (PETR4) assina mais um contrato de venda de refinaria

A operação ainda deve passar pelo crivo do Cade. A venda da refinaria Lubnor por US$ 34 milhões faz parte do plano de desinvestimento

DIPLOMACIA RUSSA

Bandeira branca? Putin diz que vai viabilizar comércio de grãos ucranianos e fertilizantes

Em conversa com o presidente da França e o chanceler da Alemanha, Putin afirmou que vai aumentar a oferta de grãos e fertilizantes

NÃO VINGOU

Terra 2.0 derrete mais de 60% no dia do lançamento; saiba por quê

A Terra 2.0 já acumula perdas; o renascimento da criptomoeda sofre com a perda de credibilidade, após falhas no protocolo da antiga moeda

NOVA CRIPTO NA ÁREA

Lançamento da Terra 2.0: vale a pena investir em um projeto criado pelos mesmos desenvolvedores da extinta Terra (LUNA)? Especialistas falam sobre nova criptomoeda

A resposta foi quase unânime: os analistas deixaram de acompanhar a Terra (LUNA) e não acreditam mais no projeto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies