Menu
2020-02-25T12:21:58-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
CRIPTOMOEDAS

Buffett volta a dizer que “criptomoedas não têm valor e que nunca terá uma”

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%

25 de fevereiro de 2020
12:21
O megainvestidor Warren Buffett
O megainvestidor Warren Buffett - Imagem: Shutterstock

Em entrevista ao canal americano CNBC ontem (24), o megainvestidor de Wall Street, Warren Buffett, voltou a se mostrar bastante cético com as criptoativos. Ao ser questionado sobre os criptomoedas, ele respondeu que "elas não têm valor e que ele não possui e que nunca terá uma".

Não é a primeira vez que o bilionário americano é relutante com as moedas digitais. Em 2018, ele disse que o bitcoin era "provavelmente um veneno de rato ao quadrado". A ideia era dizer que quem compra esse tipo de ativo tem êxito apenas se encontrar outras pessoas que estejam dispostas a pagar mais caro por ele.

Bitcoin em alta

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%. Apenas em 2020, ela apresenta expansão de mais de 45%.

Entre os motivos para a alta estão o halving, ou melhor uma espécie de "esquenta" dele, já que a expectativa é que o fenômeno ocorra em maio deste ano.

Na prática, ele é um evento que reduz pela metade a recompensa pela mineração do bitcoin, o que deve diminuir a emissão de moeda ao longo dos anos. O halving, portanto, é um fenômeno que segura a oferta de bitcoin, algo que tende a pressionar os preços para cima.

Outro fator que também ajudou o bitcoin no ano passado foi a intensificação da guerra comercial. Mesmo com pouco histórico, os especialistas argumentam que pelo fato de a criptomoeda não possuir correlação com nenhum ativo tradicional, muitos investidores acabam procurando-a em busca de proteção durante momentos de maior incerteza.

E a expectativa para a criptomoeda continua positiva para este ano, diante de eventos como o halving e até mesmo da rápida disseminação do coronavírus em países fora da China.

Mas os especialistas alertam: 2020 deve ser um bom ano para as criptomoedas, porém com forte volatilidade.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Sextou com o Ruy

O que a avaliação do “guru” de Warren Buffett na Amazon ensina sobre investimentos

Em um mundo cada vez mais conectado e onde qualquer um consegue emitir opiniões e atingir milhões de pessoas, é crucial você mesmo se tornar capaz de decidir o que faz ou não sentido em sua carteira de investimentos

SD Premium - Ações do mês

Retomada à vista! As melhores ações para o mês de julho, segundo 16 corretoras

As empresas que se destacarem entre as três favoritas de cada corretora, não só possuem resiliência para enfrentar a crise, como também estão prontas para surfar a onda da recuperação econômica

presidente também elogiou Caixa Econômica

Não podemos continuar por muito tempo com auxílio, diz Bolsonaro

Bolsonaro também voltou a elogiar o presidente da Caixa, Pedro Guimarães pela queda de juros do cheque especial

financiamento emergencial

Junto com outros bancos públicos, BNDES vai aportar 30% da Conta-Covid

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou que vai aportar, junto com outros bancos públicos, 30% dos recursos da chamada Conta-Covid, financiamento emergencial destinado ao setor elétrico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements