⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-25T12:21:58-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
CRIPTOMOEDAS

Buffett volta a dizer que “criptomoedas não têm valor e que nunca terá uma”

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%

25 de fevereiro de 2020
12:21
O megainvestidor Warren Buffett
O megainvestidor Warren Buffett. - Imagem: Shutterstock

Em entrevista ao canal americano CNBC ontem (24), o megainvestidor de Wall Street, Warren Buffett, voltou a se mostrar bastante cético com as criptoativos. Ao ser questionado sobre os criptomoedas, ele respondeu que "elas não têm valor e que ele não possui e que nunca terá uma".

Não é a primeira vez que o bilionário americano é relutante com as moedas digitais. Em 2018, ele disse que o bitcoin era "provavelmente um veneno de rato ao quadrado". A ideia era dizer que quem compra esse tipo de ativo tem êxito apenas se encontrar outras pessoas que estejam dispostas a pagar mais caro por ele.

Bitcoin em alta

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%. Apenas em 2020, ela apresenta expansão de mais de 45%.

Entre os motivos para a alta estão o halving, ou melhor uma espécie de "esquenta" dele, já que a expectativa é que o fenômeno ocorra em maio deste ano.

Na prática, ele é um evento que reduz pela metade a recompensa pela mineração do bitcoin, o que deve diminuir a emissão de moeda ao longo dos anos. O halving, portanto, é um fenômeno que segura a oferta de bitcoin, algo que tende a pressionar os preços para cima.

Outro fator que também ajudou o bitcoin no ano passado foi a intensificação da guerra comercial. Mesmo com pouco histórico, os especialistas argumentam que pelo fato de a criptomoeda não possuir correlação com nenhum ativo tradicional, muitos investidores acabam procurando-a em busca de proteção durante momentos de maior incerteza.

E a expectativa para a criptomoeda continua positiva para este ano, diante de eventos como o halving e até mesmo da rápida disseminação do coronavírus em países fora da China.

Mas os especialistas alertam: 2020 deve ser um bom ano para as criptomoedas, porém com forte volatilidade.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

EFEITO MEIRELLES 2.0

Bolsa amplia alta e Magazine Luiza (MGLU3) dispara com novo rumor sobre Henrique Meirelles no governo em caso de vitória do petista

30 de setembro de 2022 - 16:01

Descolando de seus pares internacionais, a bolsa brasileira opera em forte alta, mas o grande destaque fica com a curva de juros e a disparada de ações do setor de consumo

É HORA DE COMPRAR?

Morgan Stanley altera recomendação da Weg (WEGE3) de venda para compra e papel sobe mais de 6%

30 de setembro de 2022 - 15:51

Na avaliação dos analistas, a Weg (WEGE3) tende a se beneficiar das tendências de automação, eletrificação e descarbonização do mercado e pode subir 29,3%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies