🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-22T07:35:20-03:00
Estadão Conteúdo
ELEIÇÕES 2022

Vai ter palanque para Bolsonaro em SP: TRE rejeita ação contra transferência de domicílio de Tarcísio

Justiça eleitoral não julgou o mérito da ação movida pelo PSOL contra Tarcísio, candidato apoiado por Bolsonaro ao governo de São Paulo; ainda cabe recurso

22 de junho de 2022
7:33 - atualizado às 7:35
Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas; da Ciência, Marcos Pontes; e presidente Jair Bolsonaro posam com uma miniatura de ônibus da Itapemirim (ITA)
Tarcísio aparece em live de Bolsonaro comemorando a entrada da Itapemirim no setor aéreo. Imagem: Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) dissipou as dúvidas sobre se o presidente Jair Bolsonaro (PL) teria o palanque de Tarcísio de Freitas (Republicanos) para fazer campanha no Estado.

Por unanimidade, o TRE-SP rejeitou ação movida pelo PSOL para impugnar a mudança de domicílio eleitoral do ex-ministro da Infraestrutura do Rio de Janeiro para São Paulo.

Pré-candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio tem apoio de Bolsonaro.

TRE não avaliou mérito da ação contra Tarcísio

Sem avaliar o mérito, o desembargador Silmar Fernandes, relator do processo, não reconheceu a ação em função de sua "intempestividade", quando o prazo legal não é observado, e em decorrência da sobreposição de uma norma prevista em lei. A decisão mantém a elegibilidade de Tarcísio no Estado.

Segundo Fernandes, há dois artigos na lei eleitoral que regem a mudança de domicílio eleitoral que se conflitam: o artigo 57 estabelece que os partidos têm 10 dias para impugnar uma pré-candidatura após a publicação dos eleitores inscritos; já o artigo 63, usado como base para o pedido do PSOL, tem uma redação semelhante, mas que deixa este prazo em aberto.

A ausência de prazo legal para impugnação permitiria a qualquer partido reclamar a qualquer tempo, "criando umas instabilidade jurídica", diz a Corregedoria da Casa.

Para o relator, a avaliação do mérito da ação - se Tarcísio de Freitas cometeu fraude ao mudar o domicílio, ou não - só poderia ser julgado se o partido entrasse com uma impugnação dentro do prazo e com base no artigo 57, o mesmo que regeu a anulação da transferência de domicílio eleitoral do ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil).

Além disso, ele também ressaltou que o partido não instruiu "indício sério ou prova acerca da irregularidade do domicílio eleitoral impugnado."

O que o PSOL questiona em relação a Tarcísio

O PSOL questionava o domicílio de Freitas em razão de o ex-ministro ter nascido no Rio e, até o início da corrida eleitoral, estar morando Brasília. Para poder concorrer ao Palácio dos Bandeirantes, transferiu seu título e declarou endereço em São José dos Campos, onde afirma ter familiares residindo há mais de 20 anos.

Após a decisão, o pré-candidato afirmou que o arquivamento é uma "manifestação da legitimidade e conformidade" apresentada à Justiça. "A ação é também mais um sinal do incômodo que o fortalecimento e contínuo crescimento da pré-candidatura de Tarcísio tem causado na oposição", defendeu.

PSOL pretende recorrer na tentativa de dificultar palanque para Bolsonaro em SP

Em nota, o presidente nacional do PSOL e autor da ação disse que vai recorrer da decisão. Para a legenda, "não há prazo para fazer proposta de revisão do cadastro eleitoral" e a rejeição por intempestividade não teria fundamento.

"É um dever da Justiça Eleitoral não permitir que o cadastro eleitoral contenha fraudes, ilegalidade ou abuso. Se há qualquer indício nesse sentido, já deveria ser feita uma atuação de ofício", escreveu, alegando que a Justiça Eleitoral deveria atuar administrativamente na questão.

O caso de Sérgio Moro

O partido já conseguiu vetar a transferência de domicílio eleitoral de Moro após protocolar representação semelhante no TRE-SP. Moro, que é paranaense, pretendia disputar uma cadeira no Congresso por São Paulo, mas, segundo o entendimento do tribunal, não conseguiu demonstrar "vínculo" com a capital paulista.

A Justiça Eleitoral exige a comprovação de "vínculos políticos, econômicos, sociais ou familiares" pelo menos três meses antes da mudança.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies