🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Francisco José Stefanelli
Ricardo Gozzi
PRESSÃO INFLACIONÁRIA

Pãozinho mais caro? Veja como a suspensão das exportações de trigo pela Índia pode encarecer ainda mais o seu café da manhã

Diante da guerra entre Rússia e Ucrânia, o Brasil vinha mirando na produção de trigo da Índia para suprir a demanda interna pela commodity

Francisco José Stefanelli, Ricardo Gozzi
18 de maio de 2022
10:22 - atualizado às 17:20
Pão, inflação, trigo
O preço do pão francês subiu 4,5% somente em abril - e pode aumentar ainda mais agora que a Índia suspendeu suas exportações de trigo. Imagem: Pixabay

Quem toma café da manhã já percebeu: a primeira refeição recomendada do dia fica mais cara a cada mês que passa. Grande parte disso se deve à alta do indispensável pão francês. Apenas em abril, o preço do pãozinho subiu 4,52%. E ele pode subir ainda mais agora que a Índia proibiu a exportação de sua matéria-prima: o trigo.

O preço do trigo já vinha subindo por causa da invasão da Ucrânia pela Rússia. Antes da guerra, os dois países envolvidos eram respectivamente o quinto e o primeiro no ranking de exportadores da commodity, atendendo a 29% do mercado global.

Para evitar a escassez no mercado interno, outros grandes produtores de trigo proibiram a exportação do item. A lista inclui países como Egito, Cazaquistão, Kosovo e Sérvia. Esta semana foi a vez de a Índia aderir.

E o que o Brasil tem a ver com a alta do preço do trigo?

Embora seja considerado uma potência agroindustrial, o Brasil está longe de ser autossuficiente em trigo. O país importa mais de 60% de sua demanda interna.

As estimativas para 2022 indicam que o Brasil deve importar 7 milhões de toneladas de trigo ao longo do ano.

Caso a estimativa se confirme, o número representará um aumento de 73,46% em relação a 2021.

A Índia, o trigo, o pão e a pressão inflacionária

É verdade que o preço do trigo já vinha subindo antes da guerra.

No acumulado de maio, o trigo já sobe mais de 10% nos mercados internacionais na comparação com abril.

Desde o início do conflito no leste europeu, no fim de fevereiro, a alta do preço do pão francês varia entre 12% e 20% nas padarias e mercados do país, variando de uma capital para outra.

Quanto trigo o Brasil compra da Índia?

O problema é que o Brasil vinha aumentando consideravelmente as importações de trigo da Índia.

As compras de trigo indiano pelo Brasil atingiram 6 milhões de toneladas entre janeiro e abril deste ano.

O volume representa quase o triplo das 2,1 milhões de toneladas importadas da Índia ao longo de todo o ano passado.

Escassez de alimentos e inflação

Na avaliação de Marco A. Caruso e Eduardo Vilarim, do Banco Original, a restrição das exportações pela Índia, válida pelo menos até o fim do ano, coloca fogo na lenha da escassez de alimentos e da inflação.

“Em um contexto de fortes altas de combustíveis e alimentos, os governos procuram suavizar os impactos sociais - e eventuais inquietações de suas populações - com políticas protecionistas”, observam eles.

Na avaliação dos economistas, trata-se de um movimento global que pode gerar consequências econômicas e políticas num futuro próximo.

*Com informações da CNBC.

Compartilhe

LOTERIAS

Uma aposta fatura sozinha prêmio de R$ 12 milhões da Quina, enquanto Lotofácil tem dois ganhadores — e nenhum novo milionário

3 de março de 2024 - 9:45

Enquanto a Quina e a Lotofácil tiveram vencedores, a Mega-Sena e a +MIlionária acumularam — e estão oferecendo uma bolada para quem acertar todos os números

AUTOMÓVEIS

Guia do PCD: conheça 39 modelos de carros por até R$ 120 mil com isenção de IPI e ICMS

3 de março de 2024 - 7:16

Fique por dentro dos modelos de carros em promoção e das versões especialmente voltadas para o público PCD

BOMBOU NO SD

Os dois motivos que fizeram o Bitcoin (BTC) disparar, o milagre de Milei e dívidas em Portugal: confira os destaques do Seu Dinheiro na semana

2 de março de 2024 - 14:03

Nem só de notícias sobre a bolsa vive o leitor do Seu Dinheiro: criptomoedas, dívidas, câmbio e política roubaram os holofotes na semana; veja as notícias mais lidas dos últimos dias

COPO MEIO CHEIO OU MEIO VAZIO?

Uma notícia boa, duas ruins e uma ruim que pode ser boa sobre o PIB do Brasil em 2023

1 de março de 2024 - 12:13

PIB cresceu 2,9% no acumulado do ano passado; já na comparação trimestral, a economia brasileira ficou no zero a zero

FICOU PARA DEPOIS

Ficou para depois: STF adia julgamento sobre revisão da vida toda do INSS e não marca nova data 

1 de março de 2024 - 8:21

A análise do caso estava prevista para a sessão de ontem, mas o julgamento de ações sobre a política ambiental do governo de Jair Bolsonaro tomou todo o tempo da sessão

LOTERIAS

Novo milionário das loterias da Caixa não vem da Lotofácil nem da Mega-Sena, que agora promete fortuna maior que a da +Milionária

1 de março de 2024 - 5:55

Máquina de milionários da Lotofácil dá espaço para a Dia de Sorte; prêmio estimado da Mega-Sena vai a R$ 185 milhões

Balanço do mês

Bitcoin é o melhor investimento de fevereiro, com alta de mais de 40% no mês, e Ibovespa também sobe ao pódio; veja ranking completo

29 de fevereiro de 2024 - 19:40

ETFs de bitcoin à vista nos EUA finalmente “pegaram”, impulsionando a cotação da criptomoeda; Ibovespa fecha mês em alta de 0,99%

CONCESSÃO DE 30 ANOS

Sem concorrentes, consórcio de brasileiros e chineses vence leilão de trem que ligará São Paulo a Campinas

29 de fevereiro de 2024 - 18:16

O grupo terá que investir cerca de R$ 12,4 bilhões para criar uma linha que conecte os munícipios Jundiaí, Louveira, Vinhedo e Valinhos, além de uma opção expressa para quem vai da capital a Campinas

GRANDES FORTUNAS NA MIRA

Como Haddad quer convencer o G20 a lançar uma proposta “ambiciosa” para taxar super-ricos ao redor do mundo

29 de fevereiro de 2024 - 14:16

Vale destacar que o trabalho do grupo que reúne as maiores economias mundiais estão sob presidência brasileira

VAI QUE…

Por que o Brasil cresceu pouco nas últimas décadas? Geraldo Alckmin tem uma resposta — e uma receita para reverter esse cenário

29 de fevereiro de 2024 - 12:07

Participação do PIB do Brasil na economia mundial vem caindo e deve alcançar apenas 2,3% em 2024, segundo FMI

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies