O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-11T16:18:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Memória

Compromisso com setor público marcou a trajetória do ex-ministro Eduardo Guardia

Ministro da Fazenda entre abril e dezembro de 2018, Eduardo Guardia morreu nesta segunda-feira, aos 56 anos

11 de abril de 2022
16:13 - atualizado às 16:18
O ex-ministro da Fazenda Eduardo Guardia
O ex-ministro da Fazenda Eduardo Guardia - Imagem: Antonio Cruz/Ag Brasil

“Não tem jeito, ele quer ir para governo. Acha que pode mudar alguma coisa.” Essa foi a reação de um ex-executivo da BM&FBovespa (atual B3) quando Eduardo Refinetti Guardia decidiu deixar a posição de diretor da bolsa para assumir o cargo de secretário do Ministério da Fazenda, em 2016.

O compromisso com o setor público e a vontade de ajudar o país de alguma forma marcaram a trajetória de Eduardo Guardia, que faleceu nesta segunda-feira, aos 56 anos. A causa da morte não foi revelada.

Dois anos depois de aceitar o convite para integrar o governo, Guardia assumiria o cargo de ministro da Fazenda. Ele comandou a pasta entre abril e dezembro de 2018, depois que Henrique Meirelles deixou o cargo disputar a Presidência da República.

Nesse curto intervalo que deveria ser apenas um mandato tampão, lidou com grandes crises institucionais, incluindo a greve dos caminhoneiros. Mas conseguiu atravessar as turbulências mantendo a credibilidade da política fiscal — e sem perder o estilo discreto.

Eduardo Guardia: no governo e no mercado

A passagem na gestão Temer foi a segunda de Eduardo Guardia pelo governo federal. Depois de atuar nos governos tucanos de São Paulo na década de 1990, ele assumiu o cargo de Secretário do Tesouro Nacional em 2002, véspera da turbulenta eleição presidencial que elegeu Lula.

Em 2003, voltou ao governo paulista como secretário da Fazenda e passou para a iniciativa privada em 2007. Três anos mais tarde, assumiu como diretor financeiro e de produtos da BM&FBovespa, onde ficou até retornar à esfera pública.

Após deixar o governo pela segunda vez, Eduardo Guardia assumiu em 2019 o cargo de CEO da BTG Pactual Asset Management, área de gestão de recursos do banco de investimentos.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DE VOLTA DAS CINZAS

Nova esperança da Terra (LUNA)? Criador do projeto tenta salvar criptomoeda que desapareceu com proposta de atualização; é o suficiente?

O relançamento da Terra inclui distribuição gratuita de novas criptomoedas para alguns investidores; saiba se você pode receber

concorrência no varejo

Magalu ameaçada? Dona da rival Shopee tem salto na receita e lidera aplicativos baixados no Brasil

Papéis da controladora da Shopee subiram 14% na bolsa de Nova York (Nyse) ontem (18) e fecharam o pregão valendo US$ 80,14

EM TEMPO REAL

TCU retoma julgamento da privatização da Eletrobras (ELET3) hoje; acompanhe ao vivo

O governo está otimista com a perspectiva de que o processo seja aprovado pelo tribunal

DE ROUPA NOVA

Com foco em criptomoedas e NFTs, Zuckerberg muda o nome do Facebook Pay para Meta Pay; entenda as alterações

Novo passo em direção ao metaverso inclui na plataforma de pagamentos e negociações usada no WhatsApp as funções de empréstimos e investimentos em ativos digitais

NA SAÚDE E NA DOENÇA

Parceria bilionária entre Dasa (DASA3) e Inspirali, da Ânima (ANIM3), sai do papel com foco em formação médica; confira detalhes do projeto

Iniciativa deve beneficiar os mais de 10 mil estudantes de Medicina da Inspirali assim como os médicos que fazem parte das mais de 900 unidades de medicina diagnóstica e hospitais da Dasa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies