🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-24T15:40:39-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
QUE CONFUSÃO

Fundação responsável pela Terra (LUNA) esclarece que rede não passará por divisão esperada — e acredite: o preço da criptomoeda caiu ainda mais

A conta oficial informou que houve um mal entendido na comunicação com os usuários, mas as cotações foram penalizadas mesmo assim

24 de maio de 2022
15:40
Terra (LUNA) não passará por fork; entenda
Terra (LUNA) não passará por fork; entenda. Imagem: Montagem / Reprodução

A saga para salvar o que já foi um dos maiores projetos de criptomoedas do mundo segue chamando a atenção dos investidores. Agora, a fundação responsável pela Terra (LUNA) e pela TerraUSD (UST) precisou vir a público e esclarecer que a proposta de reformulação da blockchain não é exatamente o que os usuários esperavam.

Aqui no Seu Dinheiro nós já falamos sobre o Terra Revival Plan (plano para ressuscitar a Terra, em tradução livre), a proposta para salvar a blockchain da Terra (LUNA) utilizando a divisão da rede (ou fork, no jargão do mercado).

Mas a Terraform Labs (TFL) publicou uma nota no Twitter esclarecendo que a situação não seria de reformulação da rede, mas sim da criação de uma nova blockchain do zero.

Entendendo o fork e a Nova Terra

O fork nada mais é do que a divisão da rede (blockchain) de uma criptomoeda, visando solucionar algum problema grave.

Foi o que aconteceu com a antiga blockchaindo bitcoin, que separou as redes entre bitcoin cash (BCH) e o que nós conhecemos hoje como a maior criptomoeda do mundo, o bitcoin (BTC); outro exemplo foi a divisão entre o ethereum classic (ETC) e a segunda maior moeda digital do mundo, o ethereum (ETH). 

Isto não é um fork

A conta oficial dos criadores e responsáveis pela Terra (LUNA) comunicou que uma nova rede será criada do zero. “O revival plan não propõe um fork da blockchain que nós temos”, escreve a publicação.

Os desenvolvedores explicam que o fork armazena o histórico de informações da blockchain antes da divisão. Já a Terra 2.0, a nova rede que dará vida a uma nova criptomoeda, não terá esses dados.

E a Terra é penalizada

A confusão — que também induziu os desenvolvedores da Terraform Labs ao erro — penalizou ainda mais as cotações da criptomoeda Terra (LUNA) nesta terça-feira (24).

Por volta das 15h, a LUNA registrava queda de 13,25%, negociada a US$ 0,0001567. 

Vale lembrar que as criptomoedas podem ser divididas quase infinitamente, portanto, dificilmente um protocolo valerá “exatamente zero” — mas pode valer centésimos de dólar, o que é praticamente a mesma coisa.

Tentativas de salvação

Em paralelo com as propostas de reviver a rede Terra — você pode conferir as proposições dos usuários completas aqui —, outros mecanismos estão em andamento.

Um dos problemas da blockchain da Terra (LUNA) é o alto suprimento de tokens (criptomoedas). A solução é relativamente simples: destruir o excedente de LUNA em rede. Mas o fundador da rede Terra é contra esse método.

PAPO CRIPTO #019 — Após a destruição, os próximos passos da Terra (LUNA)

Não perca o último Papo Cripto em que eu entrevisto Ray Nasser, CEO da Arthur Mining e especialista em moedas digitais:

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies