🔴 BRASIL PODE TER 1.000 NOVOS MILIONÁRIOS DAQUI A 14 MESES – VEJA COM SER UM DELES

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
QUE CONFUSÃO

Fundação responsável pela Terra (LUNA) esclarece que rede não passará por divisão esperada — e acredite: o preço da criptomoeda caiu ainda mais

A conta oficial informou que houve um mal entendido na comunicação com os usuários, mas as cotações foram penalizadas mesmo assim

Renan Sousa
Renan Sousa
24 de maio de 2022
15:40
Terra (LUNA) não passará por fork; entenda
Terra (LUNA) não passará por fork; entenda. Imagem: Montagem / Reprodução

A saga para salvar o que já foi um dos maiores projetos de criptomoedas do mundo segue chamando a atenção dos investidores. Agora, a fundação responsável pela Terra (LUNA) e pela TerraUSD (UST) precisou vir a público e esclarecer que a proposta de reformulação da blockchain não é exatamente o que os usuários esperavam.

Aqui no Seu Dinheiro nós já falamos sobre o Terra Revival Plan (plano para ressuscitar a Terra, em tradução livre), a proposta para salvar a blockchain da Terra (LUNA) utilizando a divisão da rede (ou fork, no jargão do mercado).

Mas a Terraform Labs (TFL) publicou uma nota no Twitter esclarecendo que a situação não seria de reformulação da rede, mas sim da criação de uma nova blockchain do zero.

Entendendo o fork e a Nova Terra

O fork nada mais é do que a divisão da rede (blockchain) de uma criptomoeda, visando solucionar algum problema grave.

Foi o que aconteceu com a antiga blockchaindo bitcoin, que separou as redes entre bitcoin cash (BCH) e o que nós conhecemos hoje como a maior criptomoeda do mundo, o bitcoin (BTC); outro exemplo foi a divisão entre o ethereum classic (ETC) e a segunda maior moeda digital do mundo, o ethereum (ETH). 

Isto não é um fork

A conta oficial dos criadores e responsáveis pela Terra (LUNA) comunicou que uma nova rede será criada do zero. “O revival plan não propõe um fork da blockchain que nós temos”, escreve a publicação.

Os desenvolvedores explicam que o fork armazena o histórico de informações da blockchain antes da divisão. Já a Terra 2.0, a nova rede que dará vida a uma nova criptomoeda, não terá esses dados.

E a Terra é penalizada

A confusão — que também induziu os desenvolvedores da Terraform Labs ao erro — penalizou ainda mais as cotações da criptomoeda Terra (LUNA) nesta terça-feira (24).

Por volta das 15h, a LUNA registrava queda de 13,25%, negociada a US$ 0,0001567. 

Vale lembrar que as criptomoedas podem ser divididas quase infinitamente, portanto, dificilmente um protocolo valerá “exatamente zero” — mas pode valer centésimos de dólar, o que é praticamente a mesma coisa.

Tentativas de salvação

Em paralelo com as propostas de reviver a rede Terra — você pode conferir as proposições dos usuários completas aqui —, outros mecanismos estão em andamento.

Um dos problemas da blockchain da Terra (LUNA) é o alto suprimento de tokens (criptomoedas). A solução é relativamente simples: destruir o excedente de LUNA em rede. Mas o fundador da rede Terra é contra esse método.

PAPO CRIPTO #019 — Após a destruição, os próximos passos da Terra (LUNA)

Não perca o último Papo Cripto em que eu entrevisto Ray Nasser, CEO da Arthur Mining e especialista em moedas digitais:

Compartilhe

SEU DIA EM CRIPTO

Cortes de juros da China e início das negociações ETF de ethereum (ETH) amanhã: veja o que mexe com o preço do bitcoin (BTC) e das criptomoedas hoje

22 de julho de 2024 - 9:02

Em maio deste ano, gestores receberam o sinal verde para dar entrada na documentação necessária para começarem a negociar ethereum à vista

CRIPTOMOEDAS HOJE

Sabe quem não saiu do ar com a pane cibernética? O bitcoin (BTC), que aproveitou para subir para os US$ 66 mil hoje

19 de julho de 2024 - 15:15

Verdade seja dita, desde a criação do bitcoin em 3 de janeiro de 2009, a maior criptomoeda do mundo ficou online 99,99% do tempo

DESCOMPRESSÃO

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 62 mil: veja os dois eventos que fizeram os preços da maior criptomoeda do mundo ‘respirar’ hoje

15 de julho de 2024 - 8:48

Um dos fatores que contribuíram para um alívio nos preços do bitcoin e das demais criptomoedas do mundo foi o fim das transferências do governo da Alemanha

CRIPTOMOEDAS HOJE

Por que o atentado contra Trump ajudou o bitcoin (BTC) recuperar o patamar de US$ 60 mil

14 de julho de 2024 - 10:03

Depois de patinar no início de julho, bitcoin (BTC) mostrou uma recuperação mais firme após o atentado de sábado contra Trump

É A VOLTA DO RALI

Bitcoin (BTC) salta e busca os US$ 59 mil após inflação dos EUA vir menor que o esperado; veja criptomoedas que sobem hoje

11 de julho de 2024 - 10:33

Imediatamente após os dados de inflação, os mercados já precificaram em cerca de 87% de chance de o Fed começar a cortar as taxas em sua próxima reunião, em setembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Até onde vai o preço do bitcoin (BTC)? Queda pode colocar criptomoeda no nível de US$ 50 mil, mesmo com expectativas positivas para 2024

8 de julho de 2024 - 12:12

Apesar das perspectivas de curto prazo serem negativas, analistas ouvidos pela reportagem apontam que, em um horizonte maior, o bitcoin tende a se valorizar

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) começa semana com desconto de 6% após perdas recentes; entre as criptomoedas, Notcoin (NOT) salta 50% hoje 

7 de julho de 2024 - 11:49

O Notcoin começou como um jogo que se tornou viral entre os usuários do app de mensagens Telegram

EM QUEDA LIVRE

Bitcoin (BTC) perde suporte e chega aos US$ 54 mil; criptomoedas derretem em meio à crise da gestora Mt. Gox

5 de julho de 2024 - 9:41

Gestora que entrou em falência há dez anos realizará pagamentos aos credores neste mês; distribuição de bitcoins no mercado pressionam os preços das criptomoedas nesta sexta-feira (5)

DESCE?

Bitcoin (BTC) cai e testa suporte de US$ 57 mil com vencimento de contratos somando mais de US$ 340 milhões

4 de julho de 2024 - 7:27

Além disso, a ausência de negócios em Nova York em virtude do feriado de independência dos EUA tende a trazer volatilidade aos negócios

ONDE INVESTIR NO 2º SEMESTRE

Bitcoin (BTC) vai renovar máximas históricas de novo? Analistas veem criptomoedas apenas no início de um ciclo de novas altas

4 de julho de 2024 - 6:15

Conheça também três setores e três moedas virtuais que podem se valorizar no segundo semestre de 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar