🔴 FENÔMENO QUE TRANSFORMOU 1.500 PESSOAS EM MILIONÁRIAS PODE SE REPETIR – VEJA COMO SER O PRÓXIMO

Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Mercadante no BNDES assusta os investidores e Ibovespa cai mais 1,7%; dólar sobe com juros futuros pressionados

O bom humor em Wall Street, com um indicador de inflação abaixo do esperado, não impediu o Ibovespa de reagir negativamente ao andamento das conversas políticas

Jasmine Olga
Jasmine Olga
13 de dezembro de 2022
19:22 - atualizado às 19:23
Montagem mostra imagem com tons de vermelho do prédio do congresso nacional ruindo e gráficos em queda ao fundo | Ibovespa
Congresso nacional ruindo e mercados em queda - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Desde a manhã de ontem (12), o mercado financeiro vinha sendo assombrado pelos rumores de que o governo eleito poderia colocar um de seus políticos mais fortes no comando de uma estatal de peso — como Petrobras (PETR4) ou até mesmo o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). 

O rumor deu força ao cenário que algumas consultorias políticas já vinham ventilando na última semana: para cumprir o seu desejo, pode ser que uma alteração na lei das estatais, que estabelece uma série de normas para a operação e comando das empresas da União, seja colocada em pauta.  

Até agora, o governo eleito tenta sinalizar que não deve mexer nas regras estabelecidas por Michel Temer, mas o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou parte dos boatos no meio desta tarde — o ex-ministro Aloizio Mercadante será o novo presidente do BNDES. 

Ter reagido negativamente aos rumores no dia anterior não impediu o Ibovespa de inverter o sinal e terminar a sessão no menor nível desde agosto — em queda de 1,71%, aos 103.539 pontos. O dólar à vista, que registrou um recuo em escala global, teve leve alta de 0,07%, a R$ 5,3153, pressionado pela curva de juros. Na mínima, a moeda americana chegou a cair 1,27%. 

A reação do mercado hoje reflete mais do que somente a indicação de Mercadante ao BNDES, mas mostra a indigestão dos investidores com os indícios de vitória da ala intervencionista na equipe econômica do próximo governo, com Haddad e Galípolo na Fazenda e Mercadante no BNDES. 

Para Nicolas Borsoi, economista-chefe da Nova Futura Investimentos, a reação do mercado hoje vai além do nome de Mercadante — trata-se da confirmação de que o governo está disposto a financiar o setor produtivo por meio de estímulos e investimentos, assim como foi nos governos Lula 2 e Dilma 1. 

Um gestor paulista lembra que, se repetido o passado, as próximas semanas devem ser de deterioração nas projeções fiscais e de inflação para os próximos anos. Para ele, o mercado errou ao precificar um governo Lula mais centrista antes do segundo turno das eleições e agora corre para desfazer o “equívoco”. 

Isso porque, além da confirmação de Mercadante e o risco de mudanças mais extremas em outras estatais, a confirmação de Gabriel Galípolo como o nº 2 do Ministério da Fazenda passou longe de agradar aqueles que esperavam nomes técnicos mais fortes. 

Nas mãos de Powell

Nos Estados Unidos, o dia foi de otimismo — mesmo com a decisão de juros do Federal Reserve no horizonte. 

Um dia antes de um novo ajuste na taxa básica americana, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) mostrou que a inflação está arrefecendo mais do que o esperado. 

As expectativas do mercado para aumento de 0,50 ponto percentual nos juros dos EUA amanhã subiram ligeiramente após a divulgação do índice, que avançou 0,1% em novembro ante outubro, abaixo das projeções de alta de 0,2%. Na comparação anual, a inflação tem alta de 7,1% em novembro, um pouco abaixo das projeções de 7,3%.

Confira o fechamento dos principais índices americanos nesta terça-feira (13):

  • Dow Jones: +0,31%
  • S&P 500: +0,74%
  • Nasdaq: +1,01%

Sobe e desce do Ibovespa

Apesar do avanço na cotação do dólar, a Suzano (SUZB3) teve um dia negativo, pressionada pelo corte no preço da celulose no mercado chinês. 

Em segundo plano, estatais como Banco do Brasil (BBAS3) e Petrobras (PETR4) foram penalizadas pela preocupação do mercado com o futuro da lei das estatais e o possível uso político das empresas no novo governo. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEULTVAR
SUZB3Suzano ONR$ 51,36-6,43%
RAIL3Rumo ONR$ 16,52-5,22%
BBAS3Banco do Brasil ONR$ 31,86-4,89%
MRFG3Marfrig ONR$ 7,31-4,82%
EZTC3EZTEC ONR$ 13,27-4,60%

A forte alta do petróleo serviu de impulso para as petroleiras não estatais. Na primeira parte do dia, o alívio visto nos juros futuros serviu de estímulo para setores mais sensíveis, como varejo e tecnologia. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVAR
PETZ3Petz ONR$ 6,112,69%
BRKM5Braskem PNAR$ 25,331,48%
RRRP33R Petroleum ONR$ 33,630,90%
PRIO3PetroRio ONR$ 34,890,72%
GETT11Getnet unitsR$ 4,730,42%

Compartilhe

LEVANTAMENTO DA EQI

Retorno de até 200% e dividendos isentos de IR: cinco fundos imobiliários que renderam mais do que imóveis residenciais nos últimos anos

25 de julho de 2024 - 12:24

Os FIIs se consolidaram como uma alternativa para lucrar com imóveis com mais liquidez e menos burocracia

FIIs HOJE

R$ 570 milhões por uma fatia de um prédio: por que o fundo imobiliário KNRI11 aceitou desembolsar milhões por pouco mais da metade de um edifício corporativo em SP

25 de julho de 2024 - 11:13

O FII anunciou na última quarta-feira (24) a compra de 57% da Torre Crystal por R$ 570,8 milhões

Sem bolha

Não vejo excesso de otimismo no mercado americano hoje, diz Howard Marks, o ‘guru’ de Warren Buffett

24 de julho de 2024 - 18:57

Em evento em São Paulo, gestor da Oaktree disse que euforia se concentra em um punhado de ações de tecnologia e que ações estão um pouco caras, mas nada preocupante

FECHAMENTO DOS MERCADOS

S&P 500 e Nasdaq têm o pior desempenho em dois anos e arrastam a Nvidia (NVDC34) — quem é o culpado por esse tombo?

24 de julho de 2024 - 17:08

Os vilões das baixas foram duas gigantes norte-americanas, que causaram um efeito dominó e pressionaram todo um setor; por aqui, dólar renovou máxima e Ibovespa terminou o dia em baixa

INVESTIMENTOS NO EXTERIOR

O mercado de ações dos EUA está caro, mas há oportunidades: veja as principais apostas da gestora do JP Morgan para o 2º semestre

24 de julho de 2024 - 16:43

Para Mariana Valentini, da JP Morgan Asset Management, é necessário diversificar a carteira de investimentos — e outros países além dos EUA podem ser uma boa pedida agora

BALANÇO DA CLASSE

Fiagro salta mais de 30% e registra o maior retorno do ano; confira o ranking dos fundos agro mais rentáveis de 2024 até agora

24 de julho de 2024 - 16:01

De acordo com um levantamento da Quantum FInance, oito fundos da classe acumulam um retorno positivo neste ano

NOVA INADIMPLÊNCIA

Fundo imobiliário SARE11 leva calote da WeWork pelo segundo mês seguido e cotas recuam na B3; os dividendos também vão cair?

24 de julho de 2024 - 12:36

O FII aluga quatro unidades do condomínio WT Morumbi, localizado na cidade de São Paulo, para a companhia, que é pioneira no modelo de escritórios flexíveis

DESTAQUES DA BOLSA

Falta de apetite chinês derruba as ações de Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4) e CSN (CSNA3); mineradoras e siderúrgicas lideram quedas do Ibovespa hoje

23 de julho de 2024 - 14:18

A performance dos papéis reflete a queda da matéria-prima do aço no mercado internacional pelo segundo dia consecutivo

Novo indicador no mercado

Novo índice da B3 combina ações e BDRs mais negociados; confira os detalhes

22 de julho de 2024 - 18:17

Bolsa prepara para agosto o lançamento do novo indicador, que reunirá as ações do Ibovespa com recibos de ações de empresas internacionais

RECOMENDAÇÕES DE VENDA

HCTR11, DEVA11 e IRDM11: por que você deveria evitar esses três fundos imobiliários, na visão do Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 14:50

O banco de investimentos analisou as perspectivas para diversos nomes do segmento de acordo com o contexto do mercado, a qualidade do portfólio, histórico e experiência da gestão

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar