🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
Ricardo Gozzi
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais caminham para fechar semana no vermelho e Ibovespa acompanha queda

Os investidores aguardam a ‘Super Quarta’ na semana que vem, com perspectiva de que os Bancos Centrais elevem os juros ainda mais

Renan Sousa
Renan Sousa, Ricardo Gozzi
16 de setembro de 2022
7:44 - atualizado às 7:55
mercado financeiro ibovespa
Confira o que movimenta a bolsa, o dólar e o Ibovespa hoje.

A semana encaminha-se para o fim e os investidores parecem ter jogado a toalha. Pelo menos por hoje. O sinal vermelho nas bolsas estrangeiras impõe-se como um dos obstáculos para que o Ibovespa se recupere nesta sexta-feira das perdas acumuladas na semana. Mas não é único.

Em Wall Street, os índices futuros apontam para mais uma abertura em queda, com o Nasdaq caminhando para sua pior semana desde junho deste ano.

Mas não é só nos Estados Unidos que o clima nos mercados financeiros amanhece em meio a chuvas e trovoadas.

Os principais índices de ações da Europa abriram em queda. Por lá, os investidores estão preocupados com os riscos crescentes de uma recessão em meio ao aumento das taxas de juro e à persistente volatilidade no mercado de energia.

Como se isso não bastasse, a libra esterlina flerta com sua mais baixa cotação em relação ao dólar desde 1985 e o euro opera abaixo da paridade com a moeda norte-americana.

Para piorar, é improvável que a pressão sobre os ativos de risco diminua antes do meio da próxima semana, quando ocorrerá a chamada Super Quarta.

A Super Quarta é a forma como os investidores locais se referem à coincidência de datas das reuniões de política monetária do Banco Central do Brasil e do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Apesar de os mais recentes números da inflação nos Estados Unidos continuarem apontando para uma desaceleração na alta dos preços, analistas consideram que o Fed vai manter uma postura agressiva no aperto monetário em andamento por lá.

Por aqui, a bolsa brasileira deve seguir colada no exterior e dificilmente conseguirá apontar para uma direção contrária dada a falta de indicadores locais e corrida eleitora.

No pregão da última quinta-feira (15), o Ibovespa encerrou o dia em queda de 0,54%, aos 109.953 pontos. O dólar à vista avançou 1,18%, a R$ 5,2391. 

Confira o que movimenta a bolsa, o dólar e o Ibovespa nesta sexta-feira (16):

Destaque nas bolsas do exterior

Chama a atenção o recuo de mais de 15% das ações da FedEx no pré-mercado norte-americano.

A queda acentuada do papel é uma reação ao fato de a empresa de remessas ter reportado números trimestres abaixo das expectativas dos analistas e retirado as projeções para os resultados de 2022.

A FedEx anunciou ainda que irá implementar iniciativas de corte de custos para lidar com a queda nos volumes de remessas globais. Tudo porque “as tendências macroeconômicas pioraram significativamente”.

Um empurrãozinho da China

O destaque da manhã vai para o desempenho econômico da China, que reage aos estímulos do governo de Pequim para limitar os efeitos da política de “covid zero” no país.

A produção industrial na China superou as previsões dos analistas, com crescimento de 4,2% em agosto, na base anual — contra as estimativas de avanço de 4%.

Já as vendas no varejo avançaram 5,4% na comparação anual, também acima das estimativas de 4%. 

O forte desempenho da economia chinesa pode animar a expectativa para países emergentes — entre eles, o Brasil. 

Ibovespa, inflação e juros

Por aqui, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, andou jogando água no chope dos investidores.

Ele tem advertido que, apesar da desaceleração da alta dos preços — e das leituras mensais de deflação do IPCA —, a batalha contra o dragão da inflação não está ganha. Diante disso, cada vez mais analistas agora consideram que o BC deve levar a taxa Selic para além dos atuais 13,75% por ano.

Alguns analistas entendem que os juros podem chegar aos 14% ao ano ao final do ciclo. Dessa forma, a próxima Super Quarta terá uma importância fundamental. 

Corrida eleitoral

Os investidores também devem repercutir o cenário de estabilidade da nova rodada do Datafolha. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve os 45% de intenção de voto da pesquisa anterior.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) oscilou um ponto para baixo, para 33%.

A pouco mais de duas semanas do primeiro turno das eleições presidenciais, a expectativa é de que os apoiadores de Lula passem a pregar com cada vez mais veemência o voto útil no ex-presidente.

Já os bolsonaristas buscam reanimar suas bases depois da a intenção de voto no atual presidente e candidato à reeleição aparentemente ter chegado ao teto.

Bolsa hoje: agenda do dia

  • Zona do Euro: CPI e Núcleo do CPI (6h)
  • Rússia: Decisão de política monetária (7h30)
  • FGV: IGP-10 de setembro (8h)
  • CNI: Atualização da capacidade instalada em agosto (10h)
  • Estados Unidos: Poços e plataformas de petróleo em atividade na semana (14h)

Compartilhe

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações da Casas Bahia (BHIA3) dispararam 16% e lideraram as altas do Ibovespa na semana — enquanto Petrobras (PETR3) caiu 5%?

2 de março de 2024 - 10:48

Com calendário econômico cheio e uma avalanche de notícias corporativas, o Ibovespa acumulou queda de 0,18% na semana; veja o que puxou o índice de ações da B3

MUDANÇA DE FLUXO

Ibovespa vai subir 15%? XP eleva projeção para a bolsa em 2024

1 de março de 2024 - 14:49

XP vê Brasil bem posicionado globalmente para atrair investidores estrangeiros e promove alterações em suas carteiras

FUNDOS IMOBILIÁRIOS HOJE

Nova administração do Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11) diz ter encontrado irregularidades nas despesas e afirma que vai restituir o fundo imobiliário

1 de março de 2024 - 13:08

Uma auditoria conduzida pela gestão identificou cerca de R$ 1,2 milhão em gastos jurídicos pagos pelo FII em dezembro do ano passado

QUER PAGAR QUANTO?

Vitória dos minoritários! Cielo (CIEL3) convoca assembleia para discutir novo laudo de oferta para fechar capital

1 de março de 2024 - 9:19

Bradesco e Banco do Brasil ofereceram R$ 5,35 por ação da Cielo (CIEL3), mas os minoritários entendem que os bancos deveriam pagar bem mais para fechar o capital da companhia

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em leve alta, mas sustenta os 129 mil pontos com Wall Street positivo; dólar cai a R$ 4,95

1 de março de 2024 - 7:40

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira acompanhou o tom mais positivo do exterior e encerrou a sessão desta sexta-feira (01) no azul. O Ibovespa terminou em leve alta de 0,12%, aos 129.180 pontos. Apesar da valorização tímida, o principal índice de ações da B3 acumulou queda de 0,18% na semana. Por sua vez, o dólar […]

VAREJO EM APUROS

Diluição à vista? Lojas Marisa (AMAR3) quer mais do que triplicar o limite de ações

29 de fevereiro de 2024 - 11:24

Proposta do conselho de administração da Lojas Marisa prevê elevar de 90 milhões para 300 milhões o limite de AMAR3 em circulação

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos, mas sustenta os 129 mil pontos no fim da sessão; dólar tem leve alta

29 de fevereiro de 2024 - 7:13

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta quinta-feira (29) em queda, mas conseguiu sustentar o patamar de 129 mil pontos.  Por aqui, a cautela com o rumo dos juros no Brasil e exterior pressionou as ações de bancos, que caíram em bloco na B3. Com isso, o principal índice da bolsa brasileira fechou […]

SUBIU NO TELHADO

Petrobras (PETR4): a fala do CEO sobre dividendos que derruba as ações da estatal hoje na B3

28 de fevereiro de 2024 - 14:47

Em entrevista à Bloomberg, Jean Paul Prates defendeu que a Petrobras tenha “cautela” na distribuição de dividendos; ações reagem em forte queda

PROBLEMAS NOS HOTÉIS?

Por que os dividendos do fundo imobiliário HTMX11 tiveram um corte brusco em fevereiro? Confira a explicação da gestão

28 de fevereiro de 2024 - 12:17

O fundo de hotéis comunicou, no início do mês, que pagaria R$ 0,86 por cota aos investidores, contra R$ 3,25 em janeiro.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai a 130 mil pontos, pressionado pela desvalorização de Petrobras (PETR4) após falas de Prates sobre dividendos; dólar sobe a R$ 4,97

28 de fevereiro de 2024 - 7:24

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira terminou a sessão desta quarta-feira (28) no vermelho, com o cenário corporativo roubando os holofotes do calendário de indicadores econômicos no exterior. O Ibovespa encerrou o dia em baixa de 1,16%, aos 130.155 pontos. Por sua vez, o dólar fechou próximo das máximas do dia, com um avanço de […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies