Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-12T18:53:48-03:00
Estadão Conteúdo
RH mítico

Recém-transformada em ‘unicórnio’, startup francesa Swile aposta no Brasil

Hoje a Swile tem 15% do setor de benefícios para funcionários da França, segundo maior mercado desse segmento no mundo

12 de outubro de 2021
18:53
Os quatro fundadores da Vee e da Swile
Fundada em 2018, a Swile é dona de um aplicativo que oferece benefícios diversos, ferramentas de engajamento, pesquisas de satisfação e feedbacks. - Imagem: Divulgação

A startup francesa de recursos humanos Swile, que adquiriu a brasileira Vee Benefícios, é oficialmente um "unicórnio", título concedido a empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. A marca foi atingida após captação recorde de US$ 200 milhões, liderada pelo fundo do grupo japonês SoftBank voltado a investimentos na América Latina.

Ao Estadão, o CEO e fundador da companhia, Loïc Soubeyrand, diz que um IPO (Oferta Inicial de Ações, na sigla em inglês) deve ocorrer em cerca de cinco anos. Até lá, a startup almeja valer dez vezes mais. O próprio SoftBank ainda deve fazer mais aportes na sequência, pois dispõe de US$ 3 bilhões para investir na região.

RH é pop

Hoje, a Swile tem 15% do setor de benefícios para funcionários da França, segundo maior mercado desse segmento no mundo - o Brasil, no entanto, é o líder global. "O mercado de benefícios corporativos no Brasil movimenta R$ 150 bilhões por ano", diz Marcelo Ramos, diretor da Swile no Brasil.

Até 2024, o objetivo é que a América Latina seja o mercado principal da empresa. A escolha do SoftBank como investidor de longo prazo se relaciona com a expertise do banco na região, uma vez que o investimento vem do braço especializado na região.

Detalhes da empresa

Fundada em 2018, a Swile é dona de um aplicativo que oferece benefícios diversos, ferramentas de engajamento (como premiações e comemorações), pesquisas de satisfação e feedbacks.

Há ainda o Swile Card, que permite a utilização dos benefícios em uma rede associada. A ideia é centralizar os benefícios dados aos funcionários em uma única plataforma, de maneira flexível. Segundo a startup, todas as funcionalidades serão apresentadas em breve ao mercado brasileiro.

Ao todo, já são 500 mil usuários e 15 mil clientes corporativos, entre eles Carrefour, Le Monde, PSG, Airbnb, Spotify, Red Bull, TikTok, Whirlpool, Amaro, Bayer e Fiat.

Para onde vai a verba

Por aqui, o aporte deve se traduzir em mais contratações. "Nossa expectativa é ampliar o quadro de profissionais da empresa, totalizando 700 funcionários na América Latina em 2022", diz Soubeyrand.

Questionado sobre a dificuldade de angariar talentos na área de tecnologia no Brasil, o CEO diz que a Swile tem uma central de desenvolvedores e inovação com profissionais que trabalham remotamente de diferentes regiões e países.

Segundo Gustavo Araújo, presidente da Distrito (plataforma de aceleração de startups), a Swile aposta no Brasil em um bom momento. Para ele, os investidores brasileiros acordaram há 12 ou 18 meses para o mundo da tecnologia - que se revela um terreno fértil também ao capital estrangeiro. Isso porque, enquanto na China e nos EUA as empresas mais valiosas já são as de tecnologia, o mesmo não ocorre por aqui.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies