Menu
2021-04-16T10:30:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
desinvestimentos

Petrobras devolve área no pré-sal e inicia arrendamento de terminal de GNL na BA

Companhia disse estudos comprovaram que área Sudeste, do campo de Libra, apresenta baixo potencial de produção de petróleo

16 de abril de 2021
10:30
Petrobras
Imagem: Stéferson Faria/Agência Petrobras

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta sexta-feira (16) que vai devolver a área Sudeste, do campo de Libra, na Bacia de Santos, um dos principais blocos da região do pré-sal, para a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).  

Segundo a companhia, desde o início da avaliação de Libra, a área Sudeste era identificada como área de baixo potencial. “A conclusão do processamento dos dados obtidos confirmou esta expectativa”, diz trecho do comunicado.

O consórcio de empresas que atuam em Libra é liderado pela Petrobras – com participação de 40% – em parceria com a Shell (20%); Total (20%); CNPC (10%) e CNOOC Limited (10%).

O campo de Libra foi arrematado pelo consórcio em 2013, sendo o primeiro certame sob o regime de partilha – em que parte do petróleo extraído fica com a União. O grupo foi o único a apresentar proposta, contrariando previsões do governo da época, oferecendo repassar à União 41,65% do excedente em óleo extraído (percentual mínimo fixado no edital) e o pagamento de R$ 15 bilhões em bônus de assinatura do contrato de concessão

A previsão à época era que até 40 empresas participassem do leilão de Libra, mas a presença de um único consórcio foi um sinal de que o regime de partilha era pouco interessante para outros nomes.

Projetava-se que o volume de óleo recuperável na exploração de Libra fosse de 8 bilhões a 12 bilhões de barris.

Arrendamento de terminal de GNL na BA

Em outro comunicado, a Petrobras informou que publicou nesta sexta-feira, 16, o edital do segundo processo licitatório para arrendamento do Terminal de Regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) da Bahia (TR-BA) e instalações associadas.

A medida é parte do acordo assinado pela companhia com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), julho 2019, para corrigir supostas condutas anticompetitivas no mercado de gás natural. Até o final do ano, a Petrobras terá de vender participação em três transportadoras e sua participação acionária direta ou indireta em companhias distribuidoras.

O TR-BA consiste em um píer tipo ilha com todas as facilidades necessárias para atracação e amarração de um navio especializado em regassificação, e um gasoduto com 45 quilômetros de extensão, interligando o terminal a dois pontos de entrega, a Estação Redutora de Pressão de São Francisco do Conde e a Estação de Controle de Vazão de São Sebastião do Passé.

Estão também incluídos no escopo da transação os equipamentos para geração e suprimento de energia elétrica localizados no Terminal Aquaviário de Madre de Deus (TEMADRE).

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

cardápio dos balanços

Balanços de Copel, Braskem, Azul e outros mexem com o mercado nesta quinta; veja os destaques

Só no Ibovespa, foram ao menos cinco companhias que revelaram os resultados do primeiro trimestre entre esta quarta e quinta; desempenho mexe com os papéis das companhias

Exile on Wall Street

Investir de maneira inteligente ajuda (mas não garante) retorno

Quero voltar aqui rapidamente ao Day One de terça, quando o Felipe citou o Soros em sua melhor forma, o arquétipo do investidor autocrítico: “Toda posição tem uma ou mais vulnerabilidades.” “Se você acha sua exposição perfeita, cuidado; você apenas não entendeu direito.”  “Sempre existe algo escondido ali, alguma armadilha não percebida a priori. Suas chances de […]

Dentro do balanço

Mercado Livre adere ao bitcoin e coloca R$ 40 milhões da criptomoeda em caixa

O documento foi publicado na página da SEC, a CVM americana, porque a empresa de entregas é listada na Nasdaq

Briga na Casa

Tensão no Congresso: Senado busca reforma tributária ampla, mas Câmara quer fatiar

A divisão da proposta em quatro partes é defendida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), com aval do ministro da Economia, Paulo Guedes, mas enfrenta resistências

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies