Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-09T11:44:40-03:00
Renato Carvalho
Agora vai!

Passinho para trás: Depois de desistência, Kora Saúde retoma IPO com faixa indicativa menor

Como já estava preparada para abertura de capital, operação terá desfecho rápido, com estreia marcada na B3 ainda para essa semana

9 de agosto de 2021
11:44
Hospital Meridional Kora Saúde
Imagem: Divulgação

Depois de dar um passo atrás, a Kora Saúde aprovou a continuação de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

O detalhe importante é que a faixa indicativa teve uma revisão significativa, em relação à sugestão dada há pouco mais de 3 meses, quando a empresa desistiu da operação.

Agora, o preço por ação sugerido pela Kora vai de R$ 7,20 a R$ 9,96, ante o intervalo entre R$ 11,50 e R$ 15,50 na primeira tentativa de IPO, realizada no final de abril. Como os investidores pressionaram por um valor menor, a empresa decidiu suspender a oferta.

Mesmo com essa revisão, o IPO da Kora Saúde pode ser bastante expressivo. A empresa pode vender mais de 181 milhões de ações, contando os lotes principal, suplementar e adicional.

Caso consiga emplacar a oferta no meio da faixa indicativa, ou seja, em R$ 8,58, pode levantar mais de R$ 1,5 bilhão, se vender todos os papéis.

O processo de precificação da ação (bookbuilding) termina na próxima quarta-feira, 11, e a estreia da Kora Saúde na B3, com o código KRSA3, está prevista para sexta, 13.

Além dos IPOs, veja neste vídeo quais ações já consolidadas que podem trazer bons retornos:

Números da Kora

A Kora Saúde é mais uma companhia do segmento de saúde suplementar, mais especificamente de serviços hospitalares, a chegar na Bolsa.

A líder neste mercado é a Rede D’Or, mas estão listadas também a Mater Dei e a novata Oncoclínicas, além de Hapvida e NotreDame Intermédica, que são operadoras de planos de saúde, mas que têm hospitais próprios.

A Kora tem sete hospitais no Espírito Santo, com a rede Meridional e os hospitais São Luiz e São Francisco. São mais duas unidades no Tocantins, da bandeira Medical, o Hospital São Mateus, em Cuiabá (MT), e o Hospital Anchieta, em Brasília. A empresa atingiu a marca de mil leitos disponíveis em março.

No primeiro trimestre deste ano, a Kora teve lucro líquido de R$ 14 milhões, mais de 14 vezes maior que o apurado no mesmo período de 2020.

O Ebitda ajustado cresceu 172% em um ano, para R$ 58,7 milhões entre janeiro e março deste ano. A receita líquida aumentou 55%, para R$ 216,5 milhões.

No aviso ao mercado sobre o IPO, a Kora afirma que vai utilizar os recursos captados para fazer aquisições, inclusive para pagar parcela referente à compra do Hospital Anchieta, ampliar os hospitais já em operação e construir novas unidades.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies