Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-08T08:26:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em recuperação judicial

Oi prorroga acordo de exclusividade com fundo do BTG para negociar rede de fibra

Acerto, estendido para 5 de abril, prevê que oferta do fundo servirá como referência para o leilão dos ativos

8 de março de 2021
8:26
oi
Imagem: Shutterstock

A Oi (OIBR4) anunciou, na sexta-feira (5) à noite, que prorrogou o prazo do acordo de exclusividade firmado com o fundo de investimentos em participações (FIP) Economia Real, gerido pelo BTG Pactual, para discutir a venda da InfraCo, unidade de negócios de fibra ótica da operadora.

Marcado para vencer no sábado (6), o acerto foi estendido por mais 30 dias, passando a vigorar até 5 de abril. Segundo a companhia, esta extensão é final.

A Oi diz que a assinatura do acordo é para garantir segurança e celeridade às negociações e permitir que, “caso sejam satisfatoriamente finalizadas as negociações de condições e documentos entre as partes, a Oi tenha condições de garantir às proponentes o direito de cobrir ('right to top') outras propostas recebidas no processo competitivo."

Ou seja, caso esteja satisfeita com as condições apresentadas, a oferta do FIP Economia Real se tornará o “stalking horse”, a oferta preferencial pelos ativos de fibra ótica, e os concorrentes terão que apresentar uma oferta melhor no leilão que será organizado pela companhia. E caso venha uma proposta melhor, o FIP terá direito a fazer uma contraproposta.  

A venda da InfraCo faz parte dos compromissos assumidos pela Oi no processo de recuperação judicial. No final do ano passado, ela levantou R$ 16,5 bilhões com a venda da rede móvel para o consórcio formado por TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

MANDOU BEM?

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam — mas enquanto ações sobem 9%, analistas apontam que ainda é cedo para uma reclassificação

A Ultrapar parece realmente disposta a deixar os dias de dificuldade para trás e se fortalecer como uma empresa distribuidora de combustíveis e as recentes mudanças anunciadas na noite de ontem (22) indicam isso.  Em fato relevante, a companhia informou que Marcos Lutz irá substituir Frederico Curado como novo CEO do grupo a partir de […]

OCCUPY B3

MTST ocupa sede da B3 em protesto contra o governo e a desigualdade social

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

mercado cripto

Bitcoin e criptomoedas: XP e Rico lançam dois fundos, com investimento a partir de R$ 100

Com gestão passiva, produtos são voltados ao público geral, com taxa de administração de 0,5% ao ano, sem proteção cambial ou taxa de performance

Destaques da bolsa

Cyrela (CYRE3): ‘Sem razões para ânimo’ com o setor, Credit Suisse rebaixa recomendação para construtora e ações têm queda firme

Banco suíço, que rebaixou recomendação de “compra” para “neutra”, vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies