Menu
2021-06-04T20:42:42-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Reorganização

Gol divulga relação de troca de ações na incorporação da Smiles

Com o resultado atingido, Gol emitirá 22,4 milhões de ações preferenciais, representando 5,4% da companhia numa base diluída

4 de junho de 2021
20:42
Avião da Gol pintado com o logo do Smiles
Avião da Gol pintado com o logo do Smiles - Imagem: Divulgação

A Gol (GOLL4) divulgou, na noite desta sexta-feira (04), o resultado da seleção da relação de troca pelos acionistas da Smiles (SMLS3) no processo de incorporação do seu programa de fidelidade.

"A GOL alcançou o melhor resultado para seus stakeholders ao minimizar a diluição e autofinanciar a contrapartida com liquidez acumulada ao longo do tempo na Smiles", diz a companhia aérea em comunicado.

A troca das ações ordinárias dos acionistas da Smiles pelas ações preferenciais da companhia aérea na reorganização societária seguirá a seguinte relação de troca:

  • 44% das ações ordinárias da Smiles (SMLS3) serão trocadas por R$ 5,11 mais 0,6601 ação preferencial da GOL (GOLL4);
  • 56% das ações ordinárias da Smiles (SMLS3) serão trocadas por R$ 18,51 mais 0,1650 ação preferencial da Gol (GOLL4).

Os valores são inferiores aos da última proposta. Com isso, a Gol emitirá 22,4 milhões de ações preferenciais, representando 5,4% da companhia numa base diluída.

"Essa diluição de 5,4% é significativamente inferior à diluição máxima possível de aproximadamente 10% se todos os acionistas da Smiles tivessem optado por receber a Relação de Troca Base. Devido à diluição 46% menor com base nos resultados da seleção, a GOL espera que a transação produza um acréscimo nos ganhos por ação", diz a companhia.

O desembolso total da Gol no fechamento da reorganização societária da Smiles, esperada para 23 de junho, será de R$ 744 milhões.

"É importante ressaltar que o resultado do processo de seleção preservou a flexibilidade financeira da GOL, e a Companhia estima encerrar o 2T21 com cerca de R$ 4 bilhões de liquidez total", diz a Gol.

Segundo a aérea, a reintegração da Smiles, que vem sendo tentada desde 2019, deve proporcionar "diversas sinergias operacionais, financeiras e tributárias que não estavam disponíveis às empresas separadamente, as quais podem ultrapassar R$ 400 milhões por ano".

"Isso será alcançado, principalmente, por meio de melhorias no gerenciamento de receitas, da gestão mais dinâmica do estoque de assentos, da unificação das iniciativas de marketing, de otimização na gestão dos yields e de eficiências tributárias. Ademais, a Companhia acredita que a reintegração posiciona a entidade combinada para maximizar o valor no ambiente operacional pós-Covid-19, aumentando tanto a competitividade do mercado como a geração de fluxo de caixa", conclui o comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Mostrando as garras

Dirigente do Fed fala em alta de juros em 2022 e admite postura mais agressiva contra inflação

Em entrevista à CNBC, Bullard disse que o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) adotou uma posição mais dura no encontro deste mês

Entrando no pet shop

O plano da BRF: colocar comida na sua mesa e ração no potinho do seu pet

A BRF comprou o grupo Hercosul, produtor e distribuidor de ração para cães e gatos, entrando no mercado pet. Entenda o racional da operação

Tela Azul

As fintechs continuarão ameaçando bancos tradicionais? Até certo ponto sim, dizem gestores da Opportunity

No episódio #36 do Tela Azul, podcast da Empiricus, Bruno Waga e Vinicius Ferreira, da gestora de recursos Opportunity conversaram com os analistas da Empiricus sobre os rumos que o setor financeiro vem tomando. Além disso, eles dão suas opiniões sobre as Big Techs no programa.

Quase lá

Só falta um passo: ANS aprova fusão entre NotreDame e Hapvida

A consolidação das duas gigantes do setor de saúde avançou mais um degrau e aguarda agora aprovação do Cade para concluir o negócio

Exile on Wall Street

Como um grande time, o melhor fundo é a combinação de bons investimentos

Dennis Rodman é o jogador de basquete com a menor pontuação da história a ser indicado ao Hall da Fama do esporte. Em 1995, mesmo quando já havia conquistado a NBA duas vezes com o Detroit Pistons, sua contratação pelo Chicago Bulls – equipe pela qual levaria as próximas três temporadas – foi considerada uma […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies