Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-21T18:42:47-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

21 de junho de 2021
13:53 - atualizado às 18:42
BR Partners IPO
Executivos da BR Partners tocam a campainha de abertura do pregão, marcando o início das negociações das units da empresa na bolsa - Imagem: B3

A BR Partners sofreu para chegar à bolsa: teve uma tentativa frustrada de IPO em 2020, retomando os planos somente neste ano, numa oferta restrita. Mas, agora que está aqui, a companhia tem uma estreia de gala: suas units (BRBI11) sobem mais de 7% neste início de tarde.

Os ativos foram precificados a R$ 16,00 — cada unit é composta por uma ação ON e duas PNs da BR Partners. Logo na abertura, chegaram a bater R$ 18,97 (+18,5%), mas foram perdendo força ao longo da manhã, até fecharem com alta de 3,45%, a R$ 16,55.

Ou seja: é razoável dizer que quem não conseguiu participar da oferta restrita agora está muito interessado em fazer parte da base acionária.

A BR Partners é um banco de investimento independente fundado em 2009 — sua atuação vai desde a estruturação de produtos de renda fixa à assessoria financeira para operações de fusão e aquisição. No primeiro trimestre, teve lucro de R$ 31 milhões, uma alta de 43,4% em um ano.

Um dado particularmente chamativo do balanço da BR Partners entre janeiro e março é a rentabilidade, que chegou a 40% no critério do retorno sobre o patrimônio líquido; o índice estava em 29,9% no mesmo período de 2020.

A oferta da BR Partners

O banco de investimentos tentou abrir seu capital em maio do ano passado, mas os planos foram postergados por causa das condições voláteis do mercado. A ideia foi retomada em 2020, mas, desta vez, dentro da Instrução CVM 476.

É a chamada 'oferta restrita', uma categoria diferente do IPO tradicional: apenas 75 investidores profissionais — aqueles que possuem mais de R$ 10 milhões aplicados — são procurados pela empresa que pretende chegar à bolsa; desses, apenas 50 compõem a oferta.

Ou seja: num IPO normal, qualquer investidor pode tentar fazer parte do grupo de compradores primários das ações; numa abertura de capital via Instrução CVM 476, somente esse seleto grupo poderá aderir à oferta — outros interessados devem comprar os ativos no mercado secundário.

A febre do IPO na B3

Com o IPO da BR Partners, já são 21 as empresas que estrearam na B3 desde o começo de 2021 — em todo o ano de 2020, foram 26 aberturas de capital. Veja abaixo o desempenho de cada um deles:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Boletim focus semanal

Em semana de Copom mercado eleva projeção para inflação

Economistas alteraram a previsão de alta de 6,56% para 6,79% para o IPCA – o índice oficial de preços – este ano, conforme o Relatório de Mercado Focus

Oferta de ações

Contagem regressiva para o IPO da Raízen (RAIZ4) na B3. Vale a pena investir? Confira a análise completa

Período de reserva das ações da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell termina hoje; abertura de capital pode movimentar até R$ 10 bilhões

Balanço trimestral

Vai gerar insegurança? BB Seguridade (BBSE3) tem resultados abaixo da expectativa de analistas

O lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 753,7 milhões de reais, resultado 23,2% menor que o registrado um ano antes

O melhor do seu dinheiro

A corrida dos bilhões com barreiras nos balanços da semana e outras notícias que mexem com o seu dinheiro

Bom dia! Prepare-se para ler muitas vezes a palavra “bilhão” ao longo desta semana nas reportagens do Seu Dinheiro. Com a temporada de balanços na fase decisiva, estão programados para os próximos dias os resultados dos três maiores bancos brasileiros — Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Em outros tempos, os lucros bilionários projetados para […]

segredos da bolsa

Esquenta dos mercados: Copom e payroll devem movimentar os negócios junto com balanços dos grandes bancos

Além disso, os mercados amanheceram com apetite de risco nesta-segunda-feira; confira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies