Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-21T17:22:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ao vivo

Eletrobras é destaque de alta na B3 com MP da privatização em análise na Câmara; acompanhe a votação

O governo corre contra o tempo para aprovar a proposta, que perderá a validade às 24h da próxima terça-feira

21 de junho de 2021
16:42 - atualizado às 17:22
privatização Eletrobras
Imagem: Shutterstock

A Câmara dos Deputados discute hoje (21) a Medida Provisória (MP) que viabiliza a privatização da Eletrobras. O texto-base foi aprovado pelo Senado na última quinta-feira (17) após a inclusão de novas emendas e, por isso, terá de passar novamente pelos deputados.

O início dos trabalhos na Casa animou os investidores e aumentou o apetite pelos papéis da estatal. Por volta das 16h30, as ações ELET3 subiam 2,81%, enquanto os ativos ELET6 avançavam 3,56%.

O governo corre contra o tempo: a MP, único item na pauta da sessão de hoje, perderá a validade às 24h da próxima terça-feira (22). Para impedir que o texto “caduque”, os parlamentares precisam analisar 28 inclusões feitas ao material aprovado pela Câmara em maio.

O líder da oposição na Casa, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), reforçou que a medida deve enfrentar forte polarização na votação. Molon classificou a proposta como "absurdo" e afirmou que "permaneceremos firmes para impedir" a MP. No mercado, porém, a ampla expectativa é pela aprovação da MP.

Acompanhe a discussão ao vivo

Entenda a proposta

A MP autoriza o governo a diluir sua participação na estatal, hoje em torno de 60%, para 45%, por meio da oferta de novas ações no mercado. Analistas avaliam que a ação pode subir até 35%. Confira no post do nosso Instagram (aproveite e siga nossa página na rede social):

Enviado pelo governo em 23 de fevereiro, a proposta é uma das prioridades do Executivo e aposta da área econômica para ampliar investimentos da empresa, que atua no setor de geração e transmissão de energia elétrica.

Em seu relatório, Marcos Rogério aumentou a quantidade de energia de usinas térmicas a gás que a União será obrigada a contratar de 6 mil para 8 mil megawatts (MW). A proposta beneficia estados do Sudeste, que não estavam contemplados pelo texto da Câmara.

O dispositivo é um dos mais criticados pelos parlamentares contrários às propostas, já que prevê que as usinas devem estar localizadas mesmo em locais onde não há insumo ou infraestrutura.

Na prática, será necessário construir gasodutos bilionários, que poderão ser pagos pelos consumidores por meio das tarifas.

O texto do Senado ainda detalha a localização das térmicas. As regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste também serão atendidas. Para essas regiões, a entrega de energia deverá acontecer entre 2026 a 2028, com período de fornecimento de 15 anos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Balanço trimestral

Vai gerar insegurança? BB Seguridade (BBSE3) tem resultados abaixo da expectativa de analistas

O lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 753,7 milhões de reais, resultado 23,2% menor que o registrado um ano antes

O melhor do seu dinheiro

A corrida dos bilhões com barreiras nos balanços da semana e outras notícias que mexem com o seu dinheiro

Bom dia! Prepare-se para ler muitas vezes a palavra “bilhão” ao longo desta semana nas reportagens do Seu Dinheiro. Com a temporada de balanços na fase decisiva, estão programados para os próximos dias os resultados dos três maiores bancos brasileiros — Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Em outros tempos, os lucros bilionários projetados para […]

segredos da bolsa

Esquenta dos mercados: Copom e payroll devem movimentar os negócios junto com balanços dos grandes bancos

Além disso, os mercados amanheceram com apetite de risco nesta-segunda-feira; confira

Decolagem vertical

De olho nas cidades, Azul fecha parceria com startup alemã para ter carro voador

Acordo prevê a aquisição de 220 aeronaves fabricados pela Lilium, com um valor que pode chegar a US$ 1 bilhão e operação a partir de 2025

cardápio da semana

Itaú, Bradesco, BB e Petrobras divulgam resultados nesta semana; saiba o que esperar

Depois do baque com o início da pandemia, companhias que fazem parte do Ibovespa devem registrar uma alta anual de 255% do lucro por ação; veja agenda da semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies