Menu
2021-01-15T20:20:25-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Prévia operacional

Com avanço em vendas e lançamentos em 2020, Mitre divulga prévias operacionais fortes

Houve crescimento nos números da construtora tanto no trimestre quanto no ano. BTG Pactual considerou resultados “excepcionais”

15 de janeiro de 2021
12:06 - atualizado às 20:20
Vista noturna de imóveis na cidade de São Paulo
Construtora Mitre tem foco na grande São Paulo, principalmente na capital. - Imagem: Shutterstock

A Mitre Realty, construtora e incorporadora focada na grande São Paulo, divulgou prévias operacionais fortes no quarto trimestre de 2020, com avanço em vendas e lançamentos no período e também no acumulado do ano.

A companhia lançou R$ 463,7 milhões em valor geral de vendas (VGV) no quarto trimestre, referentes a quatro empreendimentos, alta de 46% em relação ao mesmo período de 2019. No ano, os lançamentos totalizaram R$ 920,1 milhões em VGV, totalizando 1.875 unidades, crescimento de 30,4% e 11,5%, respectivamente, em relação a 2019.

A venda média dos lançamentos do ano foi de 65,7%, totalizando 81,9% de todos os empreendimentos com unidades disponíveis.

As vendas líquidas totalizaram R$ 283,3 milhões no quarto trimestre, 34% a mais do que no mesmo período de 2019. Em 2020, as vendas líquidas totalizaram R$ 607,8 milhões, 31,6% superiores ao ano anterior.

O índice de vendas sobre oferta (VSO), que indica o total de unidades comercializadas sobre o total de unidades disponíveis, foi de 46,9% no trimestre e 65,4% no ano de 2020.

O BTG Pactual classificou os números como "excepcionais" e "sólidos". As vendas no trimestre vieram 11% acima das estimativas dos analistas. "Na nossa visão, a Mitre tem entregado seu plano de crescimento com grande sucesso (numa velocidade ainda maior do que imaginávamos na época do IPO), o que significa que vemos potencial de crescimento", diz o relatório do banco.

O BTG reiterou a recomendação de compra para a ação da Mitre (MTRE3), com preço-alvo em 12 meses de R$ 16. Nesta sexta, os papéis operaram em alta no início do dia, mas fecharam em queda de 0,43% a R$ 16,25.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Petróleo

Evitar volatilidade nos preços serve a consumidores e produtores, afirma ministro árabe na Opep+

Quanto aos elementos que vêm sendo observados na demanda para as decisões do grupo, o saudita apontou o retorno da mobilidade como uma prioridade.

Retirada histórica

Saques líquidos da poupança somam R$ 5,832 bi em fevereiro, revela BC

Este é o maior volume de retiradas para meses de fevereiro desde 2016, quando as saídas somaram R$ 6,638 bilhões.

Justificativa?

Carga tributária é ‘enorme e escorchante’ e Guedes busca solução, diz Bolsonaro

Bolsonaro disse também que “herdou um país com uma dívida enorme”.

Tentando arrumar a casa

Em meio a turbulência no mercado de títulos, Powell diz que Fed não deixará inflação disparar

“Os EUA têm tido inflação baixa por décadas”, frisou.

Insights Assimétricos

Você sabe o que é financial deepening?

Para entender como o termo se aplica ao Brasil, confira o que o Matheus Spiess preparou para você.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies