Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-26T17:25:04-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
novata na bolsa

Assaí vai estrear na B3 após ver lucro alcançar R$ 1 bilhão em 2020

Atacarejo foi separado das outras operações do Pão de Açúcar para destravar valor e permitir melhor acesso a financiamento

26 de fevereiro de 2021
12:14 - atualizado às 17:25
assaí
Imagem: Shutterstock

Tem mais empresas vindo para a B3, mas dessa vez sem realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

As ações da rede atacadista Assaí estreiam na segunda-feira (1º) na B3, com o símbolo “ASAI3”, depois que a unidade foi segregada da estrutura do Pão de Açúcar (PCAR3).

Ela chega à bolsa em uma situação financeira confortável, registrando resultados no quarto trimestre e em 2020 que agradaram os analistas que acompanham o setor de varejo.

Com a realização da listagem, o Assaí passa a ser a 178ª empresa do Novo Mercado, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa. A empresa também terá recibos de ações (ADRs) sendo negociados em Nova York.

Histórico e resultados

A separação do Assaí e do multivarejo do GPA foi anunciada no final de 2020. A ideia, segundo o informado na ocasião, é destravar valor das duas unidades e proporcionar maior e melhor acesso a financiamentos por ambas, de acordo com as respectivas estratégias e planos de expansão.

A operação prevê que todos os acionistas do GPA terão a mesma porcentagem de ações no Assaí e no multivarejo. O grupo francês Casino, atual controlador do GPA, por exemplo, continuará com a mesma participação no Assaí.

O Assaí tem se destacado nos últimos anos, com desempenho muito melhor do que a parte de multivarejo. Ele fechou o quarto trimestre com um crescimento de 60% do lucro líquido, na comparação com o mesmo período de 2019, a R$ 300 milhões. Em 2020, o lucro somou R$ 1 bilhão, crescimento de 32%.

No ano passado, a receita líquida aumentou 29,3%, para R$ 36 bilhões, com diversas pessoas optando por fazer compras nos chamados “atacarejo”, por terem um preço um pouco mais em conta que modelos tradicionais. As vendas “mesmas lojas” – que consideram o desempenho de unidades em funcionamento há mais de 12 meses – tiveram uma evolução de 19,6% no trimestre e 14,1% no ano

Ela chegou no final de 2020 com 19 lojas inauguradas, um total de 184 unidades em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal.

“Mesmo em um ano desafiador em decorrência da pandemia e do cenário econômico brasileiro, o Assaí manteve um forte ritmo de expansão e ganho de market share, consolidando a marca nas regiões onde já está presente e em novas praças (em 2020 entramos no Maranhão e em Roraima)”, diz trecho do balanço.

A dívida líquida, ajustada pelo saldo de recebíveis não antecipados, totalizou R$ 4,1 bilhões em 2020, apresentando uma redução de R$ 2,4 bilhões em comparação a 2019.

A relação entre a dívida líquida e o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recuou de 3,77 vezes para 1,76 vez.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O melhor do Seu Dinheiro

A vez dos shoppings voltou: está na hora de investir na ‘praia do paulistano’

Os shopping centers foram por muitos anos apelidados de “praia de paulistano”, principalmente por quem é de fora de São Paulo. Com o tempo e a explosão desses empreendimentos pelo Brasil, o apelido jocoso perdeu força, mas ainda comunica. O fato é que a tal praia do paulistano foi uma das mais duramente afetadas quando […]

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: licença para gastar

Hoje, a UE deve divulgar as proporções da dívida sobre PIB dos membros para 2020 – os valores deverão ser volumosos, repercutindo a pandemia, que mudou a relação da atuação dos governos na economia

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro amplia queda após Paulo Guedes lavar as mãos para furo no teto de gastos e dólar vai acima de R$ 5,60

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a temporada de balanços segue no exterior

MELOU O NEGÓCIO

Ações da Evergrande saem de suspensão e despencam em meio a desacordo sobre venda de fatia da incorporadora

A própria empreiteira chinesa cancelou um acordo para a venda de uma participação de 50,1% em unidade de serviços imobiliários para a Hopson Development Holdings

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: exterior tem dia de correção e bolsa brasileira deve ter desempenho fraco por mais um dia após fala de Paulo Guedes sobre teto de gastos

Os balanços do exterior devem movimentar os negócios, com Evergrande de volta ao radar após fracasso na venda de uma subsidiária

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies