Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-28T15:59:18-03:00
Estadão Conteúdo
Black Friday em números

Varejo cresce 6,3% na Black Friday e vê crescimento de lojas virtuais com e-commerce aquecido; confira dados

Apesar do aumento em relação à Black Friday de 2020, o patamar de faturamento do varejo foi 9,1% inferior ao registrado em 2019

28 de novembro de 2021
15:59
Black Friday varejo via varejo b2w lojas americanas
O setor que teve o maior avanço no faturamento nominal foi o de Turismo e Transporte. A alta foi de 54,4% sobre o mesmo período de 2020. - Imagem: mmi9/Pixabay

O varejo do Brasil na Black Friday registrou um crescimento de 6,3% no faturamento nominal em comparação com 2020, segundo a Cielo-ICVA — Índice Cielo do Varejo Ampliado. O e-commerce teve alta de 15,3% e o varejo físico cresceu 2%. Os números se referem às vendas do dia 26 de novembro deste ano em comparação com 27 de novembro de 2020.

De acordo com a Cielo-ICVA, apesar do aumento em relação a 2020, o patamar de faturamento do varejo, em termos nominais, foi 9,1% inferior ao registrado em 2019.

Por segmento

O setor que teve o maior avanço no faturamento nominal foi o de Turismo e Transporte. A alta foi de 54,4% sobre o mesmo período de 2020. A maior queda foi registrada em Materiais para Construção, de 9%. A região Sul foi que a teve o maior crescimento no faturamento nominal na Black Friday, com alta de 8,5% sobre 2020, de acordo com o índice.

Considerando o período de 25 e 26 de novembro da Black Friday, o varejo total teve crescimento de 7,8% no faturamento nominal em comparação com 2020 (dias 26 e 27 de novembro). O comércio eletrônico avançou 13,8% em igual comparação e o físico, 4,9%. Nesse período acumulado, o varejo registrou, em termos nominais, um faturamento 1,5% inferior ao de 2019, segundo o ICVA.

Nos dois dias, conforme o índice, o setor de Turismo e Transporte registrou aumento de 54,8% em relação a 2020. Materiais para construção teve recuo de 8,2%. No período, a região Sul também apresentou o maior crescimento no faturamento nominal, com alta de 9,3% em relação aos dias 26 e 27 de novembro de 2020.

visitas às lojas virtuais crescem 42%

As visitas às principais lojas virtuais do Brasil cresceram 42,24% na semana da Black Friday em comparação aos sete dias anteriores, de acordo com levantamento feito pela Conversion e divulgado neste domingo, 28. De acordo com a análise, o grande volume de audiência deste ano reflete, na verdade, um movimento de alta do comércio eletrônico brasileiro que vem ocorrendo nos últimos meses.

Somente no mês de outubro, os principais sites brasileiros de comercialização de produtos e serviços receberam um total 1,69 bilhão de acessos, aumento de 1,58% em relação ao mês anterior, segundo a pesquisa da Conversion.

O levantamento da Black Friday foi feito com base no tráfego dos principais sites de comércio eletrônico no Brasil, por meio da ferramenta de análise SimilarWeb. O período analisado foi de 20 a 26 deste mês, comparados aos sete dias imediatamente anteriores.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ADAPTANDO-SE À MODA

Em meio a dança das cadeiras, Lojas Renner (LREN3) troca CFO e anuncia plano de recompra de mais de R$ 450 milhões em ações

Varejista da moda embarca nas recompras em um momento no qual a bolsa parece começar a se recuperar da queda em 2021

Mercados Hoje

Ibovespa abre em queda, seguindo as bolsas de Nova York e dólar avança hoje; risco fiscal volta ao radar com PEC dos combustíveis

Na semana, o índice brasileiro ainda acumula alta de mais de 1%; confira o que movimenta o mercado hoje

MERCADO BITCOIN LIVRE

Mercado Livre compra participação no Mercado Bitcoin com foco em criptomoedas; parceria inclui acordo com Paxos, empresa de tecnologia blockchain

Esta não é a primeira vez que o Mercado Livre entra no mercado de criptomoedas: em 2021, a empresa havia comprado cerca de US$ 7,8 milhões em bitcoin

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha Nova York, enquanto dólar sobe para R$ 5,44

Com agenda esvaziada, tanto por aqui quanto no exterior, investidores devem ficar de olho no último dia do Fórum Econômico Mundial, enquanto aguardam reunião do Fed, agendada para a semana que vem

semana em cripto

Investidores de bitcoin e criptomoedas liquidam mais de meio bilhão de dólares em contratos futuros em menos de 24h; BTC já cai 16% em 2022

Com queda de quase 8% nas últimas 24 horas, bitcoin perde o patamar de US$ 39 mil; confira o que mexe com o mercado de criptomoedas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies