A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-07-06T18:49:22-03:00
Estadão Conteúdo
retomada

Lançamentos e vendas de imóveis crescem no trimestre móvel encerrado em abril

Lançamentos foram de 28.470 unidades, crescimento de 45,4% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a Abrainc

6 de julho de 2021
18:49
imóveis são paulo
Imagem: Shutterstock

Os lançamentos e as vendas das maiores empresas de construção do País cresceram no trimestre móvel - que engloba os meses de fevereiro, março e abril -, o que mostra a resiliência do setor a despeito do período mais duro da pandemia.

Os dados fazem parte de levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e são apurados a partir dos resultados de 18 empresas associadas, com atuação concentrada na região Sudeste.

Os lançamentos foram de 28.470 unidades, crescimento de 45,4% em relação ao mesmo período do ano passado. As vendas líquidas atingiram 37.227, avanço de 32,2% na mesma base de comparação. Apesar da crise, os distratos representaram apenas 11% das vendas totais, decréscimo de 1,2 ponto porcentual.

O estoque de imóveis (na planta, em obras e recém-entregues) totalizou 123.146 unidades, leve alta de 2,6%. Nesse ritmo de vendas, seriam necessários 13,5 meses para escoar completamente o estoque.

A pesquisa mostrou que os empreendimentos de médio e alto padrão tiveram o maior crescimento em termos porcentuais. Já os projetos voltados à população de baixa renda, dentro do programa Casa Verde e Amarela, evoluíram em um ritmo mais lendo.

No caso do médio e alto padrão, os lançamentos foram de 8.306 unidades (29% do total) no trimestre móvel, alta de 118,6%. As vendas líquidas alcançaram 4.045 unidades, alta de 13,8%.

Já no setor econômico, os lançamentos bateram em 19.831 unidades (71% do total) no trimestre móvel, aumento de 26,4%, enquanto as vendas totalizaram 31.502 unidades, aumento de 31,6%.

No acumulado dos últimos 12 meses até abril, o setor computou 132.136 unidades lançadas, crescimento de 13,5%, e 129.667 unidades vendidas, alta de 30,4%. Nesse período, os distratos representaram 12,3% das vendas totais, recuo de 0,7 ponto porcentual.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

o melhor do seu dinheiro

Ibovespa faz o dever de casa, o futuro das petroleiras e quem vai ficar com Congonhas; confira os destaques do dia

18 de agosto de 2022 - 18:40

Passado o grande evento da semana — a divulgação de ontem (17) da ata da última reunião do Federal Reserve — os investidores tiveram pouco com o que trabalhar nesta quinta-feira (18), levando as bolsas globais a mais um dia de muita volatilidade.  A cautela inicial em Nova York e a subida dos juros futuros […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies