Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-28T16:14:12-03:00
Estadão Conteúdo
ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

28 de novembro de 2021
16:14
Ministro da Economia, Paulo Guedes
A intenção do governo é votar a PEC dos Precatórios na próxima terça-feira tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) como no plenário. - Imagem: Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil/EBC

O Ministério da Economia acompanha a evolução da nova variante da covid-19, batizada de ômicron e identificada pela primeira vez no continente africano. Dados preliminares de um estudo conduzido pela Associação Médica da África do Sul indicam que a variante ômicron resulta em doença leve, sem sintomas proeminentes, especialmente nos vacinados.

As informações foram publicadas no portal indiano Republic World News. Em entrevista, Angelique Coetzee, chefe da Associação, afirmou que a B.1.1.529, nome técnico da ômicron, pode ter sintomas “médios” e pouco pronunciados. 

Coetzee diz que a nova variante deve alterar pouco o dia a dia de pessoas vacinadas. Contudo, ressalta que a situação dos não vacinados pode ser diferente.

Nova fase da crise

A percepção na pasta é de que o governo já tem experiência na detecção da crise sanitária e de sua potencial intensidade, mas a forma como a equipe econômica colocará em prática qualquer ajuda extra necessária pode variar a depender do montante exigido e, sobretudo, do andamento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios.

"Estamos monitorando", informou uma fonte da equipe econômica neste domingo, completando: "A região Norte, nas situações anteriores, foi um bom indicador antecedente da possível intensidade da crise sanitária para o restante do País. Se houver agravamento vamos adotar as medidas necessárias."

A votação da PEC, que mexe no cálculo do teto de gastos e abre R$ 106,1 bilhões em espaço para despesas em 2022, sobretudo com o Auxílio Brasil — programa que substitui o bolsa família —, está marcada para ocorrer no Senado nesta semana. A percepção é de que, se a PEC não passar, um possível socorro não caberia dentro do teto e a única alternativa seria abrir um crédito extraordinário para comportar a ajuda.

"Vamos ver se temos ou não a PEC", pontuou esta fonte. Conforme a Constituição, créditos extraordinários só podem ser abertos para cobrir despesas comprovadamente "imprevisíveis e urgentes", caso de guerras ou calamidades públicas, por exemplo.

A intenção do governo é votar a PEC dos Precatórios na próxima terça-feira tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) como no plenário.

Na última sexta-feira, contudo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse não poder garantir que a PEC será votada nesta semana, após pressões por mudanças. O PSD, partido de Pacheco e que tem a segunda maior bancada da Casa, age para adiar a votação e ameaça dar votos contra se não houver alterações.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

EXILE ON WALL STREET

Gaiola de investimento: não existe blindagem perfeita, mas é possível construir um portfólio robusto e uma carteira forte

Para construir uma carteira, são necessárias três decisões: alocação estratégica, alocação tática e a seleção dos fundos. Na série Os Melhores Fundos de Investimento você verá o resultado das carteiras recomendadas que inspiram os fundos de fundos (FoFs) da Vitreo

ADAPTANDO-SE À MODA

Em meio a dança das cadeiras, Lojas Renner (LREN3) troca CFO e anuncia plano de recompra de mais de R$ 450 milhões em ações

Varejista da moda embarca nas recompras em um momento no qual a bolsa parece começar a se recuperar da queda em 2021

Mercados Hoje

Ibovespa abre em queda e opera instável, com cautela no exterior; risco fiscal volta ao radar com PEC dos combustíveis

Na semana, o índice brasileiro ainda acumula alta de mais de 1%; veja o que movimenta o mercado hoje

MERCADO BITCOIN LIVRE

Mercado Livre compra participação no Mercado Bitcoin com foco em criptomoedas; parceria inclui acordo com Paxos, empresa de tecnologia blockchain

Esta não é a primeira vez que o Mercado Livre entra no mercado de criptomoedas: em 2021, a empresa havia comprado cerca de US$ 7,8 milhões em bitcoin

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha Nova York, enquanto dólar sobe para R$ 5,44

Com agenda esvaziada, tanto por aqui quanto no exterior, investidores devem ficar de olho no último dia do Fórum Econômico Mundial, enquanto aguardam reunião do Fed, agendada para a semana que vem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies