Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-19T22:54:56-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Não tem para ninguém

CEO mais bem pago de 2020, Elon Musk recebeu US$ 11 bilhões mesmo sem salário fixo na Tesla

O executivo cumpriu metade das metas de seu pacote de remuneração e garantiu uma fatia bilionária de ações da montadora de carros elétricos

6 de maio de 2021
16:33 - atualizado às 22:54
Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Shutterstock

O executivo mais bem pago do mundo teve um salário fixo de zero (isso mesmo) em 2020. Estou falando dele, Elon Musk. Mesmo sem um contracheque pingando na conta todo mês, o CEO da Tesla recebeu aproximadamente US$ 11 bilhões (R$ 58 bilhões, nas cotações atuais) no ano passado pelo trabalho à frente da companhia, segundo estimativas da Forbes.

Para quem está se perguntando como isso é possível, a resposta está numa prática comum entre empresas e seus presidentes ou diretores-executivos. Nesses casos, a ausência de um salário fixo costuma ser compensada com bônus exorbitantes e pagamentos em ações das companhias.

Isso foi exatamente o que engordou o patrimônio de Musk, autointitulado  “rei da tecnologia” da montadora de carros elétricos. Para fazer o cálculo dos bilhões, a Forbes tirou a calculadora da gaveta e examinou os detalhes de um plano de remuneração assinado por ele em 2018.

Papéis que valem ouro

O salário de Musk é recebido basicamente em opções de compra das ações da Tesla, que são listadas na Nasdaq, bolsa que reúne as empresas de tecnologia nos Estados Unidos. Os papéis da fabricante de carros elétricos são negociados hoje a US$ 655 (aproximadamente R$ 3.500) cada.

De acordo com o plano de remuneração, o executivo tem direito a 8,4 milhões de papéis por US$ 70, um valor bem inferior à  cotação atual, cada vez que a empresa atinge um determinado marco de capitalização ou incrementa indicadores econômicos definidos pelo documento.

O pacote inteiro, que é dividido em 12 fases, dá direito a um total de 101,2 milhões de ativos, o equivalente a US$ 67,9 bilhões, que devem ser detidas por cinco anos após sua concessão. Os primeiros marcos, que previam um crescimento de US$ 50 bilhões no valor de mercado da montadora, foram atingidos no ano passado, quando o número saltou para US$ 650 bilhões.

Além disso, a Tesla também conquistou outras metas financeiras ao atingir US$ 20 bilhões em receita anualizada e aumentar o Ebitda (Lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) ajustado de menos de US$ 1,5 bilhão para US$ 4,5 bilhões.

Com isso, o bilionário recebeu o equivalente a US$ 11 bilhões líquidos em ações. Ao todo, as seis parcelas reclamadas até agora totalizam cerca de 50,6 milhões de ativos ou US$ 33,9 bilhões.

A festa segue em 2021

E as perspectivas para outros incrementos em sua fortuna seguem fortes em 2021. A Tesla registrou um lucro recorde de US$ 438 milhões no 1º trimestre deste ano e garantiu a Musk o direito de usufruir, após a aprovação do conselho da empresa, de mais duas fatias, ou 16,9 milhões de ações, de seu vantajoso pacote.

*Com informações da Forbes

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies