A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-03-15T09:38:23-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Subindo de elevador

Bitcoin atinge US$ 55 mil apoiado por maior interesse de instituições financeiras em cripto

Grandes instituições como Goldman Sachs e JP Morgan estão de olho no Bitcoin, o que, além de dar credibilidade, faz o preço da moeda subir

10 de março de 2021
10:53 - atualizado às 9:38
Bitcoins,And,New,Virtual,Money,Concept.,Growth,Bitcoins.,Euro,Bills
Imagem: Shutterstock

Certa vez, brinquei com um conhecido sobre investir em bitcoins. “Já viu vaca voando? Pode até ir alto, mas não foi feito para isso. Uma hora cai”. Imaginem minha cara hoje.

Por volta das 22h de ontem, o Bitcoin bateu novamente o patamar de US$ 55 mil e, na manhã de hoje, opera tentando se manter acima dos US$ 54 mil. De acordo com a Bloomberg, essa valorização se deve ao aumento do apetite de risco dos investidores que querem diversificar seu portfólio.

A moeda digital chegou a atingir sua máxima histórica em 21 de fevereiro deste ano, acima dos US$ 57 mil. Por volta das 10h30 de hoje, a criptomoeda via uma valorização de 2,96%, aos US$ 55,614.38.

Valorização do Bitcoin nos primeiros três meses deste ano. Fonte: CoinMarketCap

No início do mês passado, o banco JP Morgan colocou o Signature Bank na sua Lista de Foco (Focus List), afirmando que a instituição pode “surfar na onda de cripto”, como disse o analista da JP Morgan, Steven Alexopoulos. Na prática, isso significa que a agência está confiante nos caminhos que a empresa tem tomado e que o ramo de negócios é promissor.

Outra instituição de peso que contribui para essa alta é a Goldman Sachs, que passou a negociar contratos futuros do bitcoin e já afirmou que a procura por cripto ativos tem sido alta. A MicroStrategy também já aumentou a aposta e comprou US$ 1,02 bilhão em Bitcoins.

O interesse de grandes bancos e agências consolidadas no mercado, além de validar a confiança na criptomoeda, também faz o preço do Bitcoin subir. A criptomoeda viu uma valorização de 321%, saindo dos US$ 7 mil no início do ano passado para mais de US$ 30 mil.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) opera em queda antes de inflação nos EUA — entenda por que o dado é importante

9 de agosto de 2022 - 20:19

O índice de preços ao consumidor norte-americano (CPI, na sigla em inglês) de julho será divulgado na manhã de quarta-feira (10), e os mercados estão procurando provas de que a inflação nos EUA pode ter atingido o pico

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Inflação recua, Celsius dispara 50% e Direcional agrada; confira os destaques do dia

9 de agosto de 2022 - 19:21

A deflação registrada no mês de julho e a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária confirmaram o que o mercado financeiro já vinha precificando — a inflação não está mais no pior momento e o ciclo de aperto chegou ao fim.  Mas, se nos últimos dias, a tendência foi de fortes ganhos na bolsa […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tem pregão instável, mas emplaca sexta alta consecutiva; dólar sobe

9 de agosto de 2022 - 18:48

O dia foi cheio de divulgações importantes no mercado doméstico, mas o Ibovespa acabou passando por uma realização dos lucros recentes

Balanço

XP tem queda nos ativos sob custódia, mas mercado de crédito fortalece as receitas no 2º trimestre

9 de agosto de 2022 - 17:49

Vale notar que durante a Expert XP 2022, que aconteceu na semana passada, notou-se uma presença expressiva de gestores de fundos de crédito no evento

REAÇÃO INESPERADA

Balanço da Direcional agrada analistas, mas ações recuam 5% hoje; é hora de aproveitar o “desconto” e comprar DIRR3?

9 de agosto de 2022 - 17:21

A companhia voltou a reportar ontem resultados fortes e margens saudáveis, apesar do cenário macroeconômico desafiador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies