A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-03-03T19:16:39-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Entrou na onda

Goldman Sachs se entrega à moda e passa a fazer operações com Bitcoin

Agora, a operadora financeira passará a negociar contratos futuros e outros derivativos de bitcoin para clientes na próxima semana

3 de março de 2021
13:12 - atualizado às 19:16
bitcoin
Bitcoin deve ser visto como um investimento de longo prazo, com quedas abruptas durante ciclos de alta. - Imagem: Shutterstock

Uma fonte anônima contou à Reuters que o Goldman Sachs reiniciou a sua mesa de operações em criptomoedas. Agora, a operadora financeira passará a negociar contratos futuros e outros derivativos de bitcoin para clientes na próxima semana.

Essa mudança vem de um movimento global do Goldman para o crescimento da empresa no setor de criptoativos. Além disso, a instituição pretende se envolver em projetos de tecnologia de blockchain e moedas digitais.

Valorização

Esse movimento acontece em meio a uma valorização do bitcoin, que já teve seu valor aumentado em 470% ao longo do ano passado. Uma das vantagens apontadas na criptomoeda é a blindagem contra a inflação, tendo em vista que governos e bancos centrais têm emitido cada vez mais moeda e estímulos por causa da pandemia de coronavírus.

Entretanto, essa grande valorização não esconde o fato de o bitcoin ainda ser muito volátil. A semana passada foi um grande exemplo disso, quando a criptomoeda atingiu US$ 58 mil no dia 21 de fevereiro, mas caiu quase 25% no decorrer dos dias e já está em movimento de recuperação. 

Hoje o bitcoin voltou ao patamar de US$ 50 mil após encerrar a semana passada abaixo desse valor. A criptomoeda é negociada com valorização de 4,05%, cotada a US$ 51.008.

Bons negócios

Para não serem pegos nas altas e baixas do bitcoin, os contratos futuros da criptomoeda são atrativos para investidores que querem reduzir os riscos no longo prazo. 

O investimento em derivativos de criptomoedas tem atraído as instituições mais tradicionais. Com o desenvolvimento de softwares mais sofisticados, diversas empresas como a Fidelity, Intercontinental Exchange e CME Group passaram a oferecer produtos e serviços em criptoativos.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

BALANÇO

Taesa (TAEE11) vê lucro líquido cair 19,2% no trimestre e anuncia pagamento milionário de dividendos

10 de agosto de 2022 - 20:47

As empresas do setor energético são conhecidas por encherem os bolsos dos investidores de dividendos. Por isso, o mercado olha com atenção para os números da Transmissora Aliança de Energia Elétrica (TAESA-TAEE11) divulgados nesta quarta-feira (10). Mas o balanço não trouxe boas notícias: a companhia encerrou o segundo trimestre com um lucro líquido de R$ […]

O XERIFE TÁ DE OLHO

Petrobras (PETR4) diz que recebeu ofício da CVM sobre anulação de assembleia que elegerá novo conselho; entenda

10 de agosto de 2022 - 20:22

A solicitação foi formulada pela Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) para suspender AGE da próxima semana

AGORA VAI!

O real digital vem aí: saiba quando os testes vão começar e quanto tempo vai durar

10 de agosto de 2022 - 19:57

Originalmente, o laboratório do real digital estava previsto para começar no fim de março e acabar no final de julho, mas o BC decidiu suspender o cronograma devido à greve dos servidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Inflação americana perde força, Curry dispara e XP decepciona; confira os destaques do dia

10 de agosto de 2022 - 19:14

O indicador de inflação ao consumidor dos EUA ficou estável, contrariando a expectativa de alta, e realimentou a esperança de que o Federal Reserve não deve agir de forma tão dura

MISSÃO CUMPRIDA

Banco do Brasil tem lucro de R$ 7,8 bilhões no 2T22 e cumpre promessa de se equiparar a bancos privados em rentabilidade

10 de agosto de 2022 - 19:12

Lucro do Banco do Brasil aumentou 54,8% em relação ao mesmo período de 2011 e rentabilidade sobre o patrimônio líquido superou a do Bradesco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies