Menu
2021-05-19T16:38:34-03:00
Larissa Vitória
Turbulência nas criptos

Assustado com o bitcoin? O Seu Dinheiro convidou um especialista para tirar todas as dúvidas

Apesar de preocupar, o especialista aponta que o recuo recente da moeda digital pode representar uma oportunidade para aumentar posições na carteira

19 de maio de 2021
16:38
Bitcoin
Imagem: Shutterstock

A queda acentuada do bitcoin nos últimos dias tem assustado os entusiastas das criptomoedas. O ativo chegou a recuar mais de 22% na manhã de hoje e desceu aos US$ 33.634,48, o menor patamar desde janeiro.

E o tombo não ficou restrito apenas à mais famosa das criptomoedas: o baque foi sentido em todo o mercado, que já recua 18% nas últimas 24h. Um movimento que reforça o quão frágil é o equilíbrio do universo cripto e preocupa os investidores.

Porém, para o especialista de criptomoedas da Empiricus, André Franco, a ocasião pode representar uma oportunidade para aumentar posições e preparar a carteira para valorização a longo prazo.

Franco conversou hoje ao vivo com os repórteres Victor Aguiar e Renan Sousa sobre o mercado de criptomoedas e explicou sua visão sobre o que está por trás da queda recente dos ativos, Elon Musk, moedas-meme e mais. Confira a live completa:

Combo explosivo

Segundo o especialista, o recuo recente do bitcoin é causado por dois gatilhos diferentes. O primeiro está relacionado aos últimos tweets de Elon Musk, já conhecido por chacoalhar os criptos sempre que se pronuncia nas redes.

O CEO da Tesla anunciou que a montadora de carros elétricos interromperia as compras com bitcoin devido a questões ambientais. "Estamos preocupados com o rápido uso crescente de combustíveis fósseis para mineração e transações com Bitcoin, especialmente carvão, que tem as piores emissões de qualquer combustível", declarou em um tweet.

Poucos dias depois da bomba, a China divulgou que proibiria bancos e empresas de pagamento de oferecerem serviços em criptomoedas. Na prática, a medida impede que cidadãos do país possuam os ativos.

Para André Franco, porém, a notícia não traz nenhuma novidade ao mercado. “No território chinês, existe de fato um desincentivo para esse tipo de atividade, mas nem por isso deixamos de ter boa parte da mineração no mercado asiático”, afirma.

Oportunidade de compra?

Apesar de “requentada”, na opinião do especialista, a notícia não caiu bem entre os investidores e acentuou ainda mais a queda das moedas digitais.

Mas Franco ressalta que o movimento já aconteceu antes e que enxerga uma oportunidade para aumentar a exposição aos ativos. “O mercado de cripto funciona dessa forma: nós temos esses movimentos em “J”, uma queda contínua por um período seguida de uma recuperação”.

O especialista deixa para os oráculos a tarefa de prever quando e como virá a recuperação e se apoia nos dados para suas recomendações: “Se você fizer compras parciais, a chance de estar ganhando dinheiro em 12 meses é de 84%. Se me apresentarem um jogo em que a chance de eu ganhar é de 84%, vou jogá-lo pela vida inteira”.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

OBSTÁCULO VENCIDO

‘A batalha foi vencida, mas a luta continua’: MP da Eletrobras passa no Senado, mas obstáculos até a privatização não acabaram

O texto volta agora para a Câmara e deve ser votado na segunda-feira. Embora os analistas não vejm obstáculos nessa etapa, os próximos meses podem trazer novos atritos

comissão no senado

Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados; confira

Na condição de investigados, a CPI poderá também aprovar quebra de sigilos e operações de busca e apreensão em endereços ligados a eles

Maquininhas internacionais

De malas prontas: presidente da Getnet revela planos para o início das operações na Europa em 2022

A empresa se tornou peça-chave nos planos do espanhol Santander de criar uma plataforma global de pagamentos

Renda variável

Na batalha das corretoras, Rico vai zerar taxa em operações com opções

A medida busca tornar a corretora mais competitiva e reforçar a atuação do grupo no ramo da renda variável

Concursos públicos

De olho nos concurseiros, Yduqs anuncia aquisição da plataforma de EaD Qconcursos

Plataforma de cursos preparatórios para concursos públicos tem 412 mil alunos pagantes e mira mercado potencial de 17 milhões de pessoas; valor da operação não foi divulgado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies