🔴 +30 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – ACESSE GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView

Como integrar equipes e manter a cultura da empresa após uma fusão

Fechar o acordo é só o primeiro passo de uma longa jornada. Adquirir uma empresa não é como comprar uma bicicleta, computador ou um smartphone

9 de setembro de 2021
5:31 - atualizado às 17:20
fusão e aquisição conceitos de negócios, juntar-se a empresa em peças de quebra-cabeça para integrar equipes
"Integrar empresas e pessoas é um processo longo, trabalhoso, mas, se feito com cuidado, é recompensador" Imagem: Shutterstock

Fusões e aquisições fazem parte do mercado de tecnologia. Porém, fechar o acordo é só o primeiro passo de uma longa jornada. Adquirir uma empresa não é como comprar uma bicicleta, computador ou um smartphone.

Negócios são compostos por um ou mais produtos ou serviços criados e/ou conduzidos por pessoas que, para ter resultados, fazem isso bem. Tão bem que é interessante para a sua própria companhia essa fusão. Então como integrar e manter a sinergia de uma maneira benéfica para todos?

No geral, essa integração começa antes mesmo da compra ou fusão. Além de fazer sentido para a adquirente incluir esse novo negócio em seu ecossistema, é recomendado também considerar o fit cultural, ver se as visões das duas empresas de fato combinam.

Não falo em unificar a cultura e sim em criar sinergia entre as adquiridas, para que o bom trabalho seja mantido e aperfeiçoado com benchmarking interno e as trocas de ideias que podem acontecer.

São muitos os aspectos que precisam ser observados para uma boa integração, tanto do lado do negócio quanto das pessoas. Eles não são opostos, mas é importante separar as atividades para melhorar a coordenação e o planejamento.

Ter um time sênior cuidando desse processo e uma abordagem metodológica robusta ajuda bastante. É importante observar o estágio de maturidade de cada empresa e adaptar a metodologia quando for necessário. Deve-se entender que metodologia é um guia, um norte. Não dá para “forçar” que todos adotem um padrão único de forma de trabalho.

Considerando os negócios, uma das metodologias utilizadas é dividir em três pilares para a integração:

  • Backoffice, que são as incorporações dos setores financeiros, contábeis, fiscais, compras, facilities, jurídico, entre outras;
  • Tecnologia, nas frentes de microinformática, infraestrutura, redes e segurança da informação e;
  • Produto, que engloba todas as áreas relacionadas ao desenvolvimento, integração e lançamento desse produto integrado, que também envolve atividades do comercial, marketing e atendimento ao cliente.

Indo para o lado das pessoas, acredito ser de suma importância manter na empresa os seus fundadores e os seus times após a fusão. Além de melhorar o alinhamento e engajamento dos funcionários, isso ajuda a fazer com que a companhia permaneça no caminho idealizado pelos fundadores lá atrás, com um fluxo contínuo de ideias para o negócio e cultura, contribuindo para a inovação e entrega de resultados sólidos.

É preciso garantir a sinergia e comunicação fluida entre todas as partes, realizando um onboarding especial para as unidades - ajudando a despertar o senso de pertencer - mapeando as sinergias e planejando os próximos passos para proporcionar a melhor experiência possível para quem está chegando.

Esse é um trabalho contínuo, com unificação de sistemas de gestão e equalização de cargos e benefícios - tudo sem deixar de lado a essência da cultura daquela unidade, que é muito importante que continue entre os times, somando e complementando com a que já temos, criando novas oportunidades e espaços para trocas e inovação.

Integrar empresas e pessoas é um processo longo, trabalhoso, mas, se feito com cuidado, é recompensador, pois é capaz de juntar talentos, oxigenar ideias, aperfeiçoar processos de inovação e claro, juntar mais mentes brilhantes em torno de um mesmo objetivo.

Leia também:

Compartilhe

VAREJO EM ALTA

Lucro ajustado da C&A (CEAB3) quase dobra e ações saltam 5% após balanço; o que analistas esperam da varejista?

29 de fevereiro de 2024 - 15:06

Os investidores não olharam muito para o lucro líquido real no último trimestre de 2023, que recuou 20,8% em relação ao mesmo período de 2022, a R$ 168,7 milhões

LAVAGEM VERDE?

Por que a unidade da JBS (JBSS3) nos EUA entrou na mira da procuradora que processou Trump

29 de fevereiro de 2024 - 13:20

O processo acontece no momento em que a gigante das carnes brasileira se organiza para listar suas ações em Nova York

RESSACA ARGENTINA

Como o “efeito Milei” fez o lucro da Ambev (ABEV3) ficar abaixo do esperado no 4T23; ações reagem em forte queda na B3

29 de fevereiro de 2024 - 10:08

Impacto do câmbio na Argentina, onde a Ambev é dona da tradicional marca Quilmes, afetou o lucro da cervejaria no quarto trimestre

A JÚNIOR DA VEZ

Prio (PRIO3) fará aumento de capital de R$ 2 bilhões; saiba para onde irão os recursos e o que muda para o acionista

28 de fevereiro de 2024 - 19:44

Na esteira da proposta de fusão de 3R e PetroRecôncavo, o conselho de administração da Prio autorizou a operação de olho na movimentação de pares do setor

ATENÇÃO, ACIONISTAS

Ultrapar (UGPA3) vai pagar mais de R$ 439 milhões em dividendos; veja quem terá direito ao provento

28 de fevereiro de 2024 - 19:21

A empresa vai depositar a soma, que equivale a R$ 0,40 por ação ordinária, no próximo mês, em 15 de março

SOB NOVA DIREÇÃO

Dança das cadeiras entre Suzano (SUZB3) e Rumo (RAIL3) dá novo CEO à gigante do papel e celulose

28 de fevereiro de 2024 - 19:07

Walter Schalka, atual presidente da Suzano, vai deixar o cargo e ser substituído pelo executivo que lidera a empresa de ferrovias e logística

MANDA E DESMANDA

A Vale (VALE3) é a dona do Brasil? Se depender de Lula, não. Declaração do petista esquenta o processo de sucessão da mineradora

28 de fevereiro de 2024 - 15:00

As ações da companhia operam com mais de 1% de queda na B3; saiba o que mais mexe com os papéis além da fala do presidente brasileiro

FIM DA LINHA

Apple cancela projeto de 10 anos de carro elétrico; agora fabricante do iPhone quer investir em IA

28 de fevereiro de 2024 - 14:02

Após dez anos investindo em iniciativa para produção de carros elétricos, a Apple apagou as luzes e desligou as máquinas. A fabricante do iPhone encerrou o projeto, que era visto como inovador no setor automotivo. Apesar de a companhia nunca ter confirmado publicamente sobre os esforços na produção de veículos elétricos, em abril de 2017 […]

DESTAQUES DA BOLSA

IRB Re de castigo: por que as ações IRBR3 estão sendo punidas após a reversão do prejuízo em lucro em 2023?

28 de fevereiro de 2024 - 12:36

Os papéis da resseguradora lideram as perdas do Ibovespa nesta quarta-feira (28) e já chegaram a entrar em leilão duas vezes

RISCO OU RECOMPENSA

Troca de comando na Vale: comprar ou vender a ação VALE3 em meio ao processo de sucessão? Esse banco responde pra você

27 de fevereiro de 2024 - 18:02

O mandato do atual presidente, Eduardo Bartolomeo, expira em 26 de maio e um impasse entre os sócios impede que seu sucessor seja escolhido

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies