🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Abram alas para a tech

Estreia hoje na B3 ETF que reúne empresas de tecnologia com foco no Brasil; conheça o TECB11

O ativo soluciona um problema “internacional” para o investidor interessado no setor de tecnologia brasileiro

Larissa Vitória
Larissa Vitória
4 de outubro de 2021
7:01 - atualizado às 21:15
Ações tecnologia
Na carteira do TECB11 também estão presentes ações listadas na Nasdaq e na Nyse, como Mercado Livre (MELI), Stone (STNE) e a PagSeguro (PAGS). Imagem: Shutterstock

A partir desta segunda-feira você poderá se tornar sócio das principais empresas de tecnologia com brasileiras ou com grande atuação no país, e investindo em apenas um ativo. Estreia hoje no pregão da B3 o TECB11, um fundo de índice (ETF) cuja composição é formada pelas “big techs” tupiniquins.

A oferta de cotas do ETF da gestora Magnetis movimentou R$ 27 milhões. O fundo replica a carteira do Índice de Ações Tech Brasil, criado pela provedora Teva Índices, que inclui nomes como Magazine Luiza (MGLU3), Inter (BIDI11) e Locaweb (LWSA3).

As techs passaram por momentos difíceis nos últimos pregões. Ainda assim, o índice apresenta valorização de 154% nos últimos dois anos, contra uma alta de apenas de 31% do Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, no mesmo período.

Listagem internacional? Sem problemas para o TECB11

O ETF que estreia hoje na B3 também resolve um problema para o investidor interessado no setor de tecnologia brasileiro, que conta com várias empresas listadas em bolsas estrangeiras.

Na carteira do TECB11 também estão presentes ações listadas na Nasdaq e na Nyse, como Mercado Livre (MELI), Stone (STNE) e a PagSeguro (PAGS), que só estavam acessíveis aos investidores por meio da compra de BDRs (Brazilian Depositary Receipts) ou com a abertura de conta em corretoras internacionais.

A lista de grandes techs que optam pela abertura de capital no exterior, aliás, deve engrossar nos próximos anos e, conforme conta Daniel Jannuzzi, especialista em investimentos da Magnetis, é um dos motivos por trás da criação do TECB11.

Citando como exemplo o Nubank, que, segundo fontes do mercado, prepara uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) bilionária na Nasdaq — bolsa norte-americana que é berço das companhias tecnológicas — Jannuzzi diz que a falta de opções no setor é um problema que deve se agravar no futuro.

“O Ibovespa não irá abranger essas empresas novas, que estão crescendo e cada vez mais fazem parte da vida dos brasileiros.”. Já o Índice de Ações Tech Brasil, referência do ETF, contorna esse empecilho ao se expor tanto às ações brasileiras quanto aos BDRs disponíveis na B3.

A seleção da tecnologia

O índice  concentra sua tese nos setores de financial deepening - ou intermediação financeira digital - e e-commerce e varejistas com ao menos 50% da receita vinda de vendas digitais, além de empresas de software, hardware e dados.

Além de se enquadrarem em alguma dessas categorias, as candidatas devem ainda preencher mais uma série de requisitos, que visam separar o joio tecnológico do trigo e garantir a liquidez do índice. Veja alguns deles abaixo:

  • Valor de mercado acima de R$ 500 milhões;
  • Volume mensal de negociações acima de R$ 100 milhões para empresas listadas na B3 e R$ 10 milhões para companhias com BDRs na bolsa brasileira;
  • 4% de capitalização de mercado disponível para negociação (free float);
  • Ausência de processos de recuperação judicial e cumprimento de pagamentos e obrigações.

Atualmente composta por 23 empresas, a carteira na qual se baseia o índice passa ainda por um rebalanceamento trimestral, nos meses de janeiro, abril, julho e outubro. Confira a carteira atual do índice de referência do Tech Brasil:

E o mau momento do setor?

Na teoria, a ideia do produto funciona. Mas, lançar um fundo de índice focado em tecnologia no momento em que as ações do setor enfrentam dias delicados é a melhor escolha?  

Os papéis de várias empresas que abriram o capital recentemente, como Infracommerce (IFCM3), Mobly (MBLY3), Enjoei (ENJU3) e Méliuz (CASH3), recuaram forte nos últimos dois meses. A Mobly, por exemplo, já caiu 65,2% desde o IPO.

Para o executivo da Magnetis, no entanto, não há motivo para desespero. “Muito desse desempenho vem de um cenário de curto prazo, pressionado pela alta dos juros, mas essas correções são positivas para a indústria tecnológica.”

O especialista afirma que, com as quedas, o mercado pode desvencilhar-se do otimismo das aberturas de capital e chegar a um consenso sobre a melhor forma de avaliar essas empresas. 

Por isso, o TECB11 aposta em uma tese de longo prazo que considera que a tecnologia seguirá assumindo um papel cada vez mais importante na vida das pessoas, e consequentemente, crescendo no mercado.

Compartilhe

CORRIDA DAS FINTECHS

Itaú BBA recomenda compra de ação de banco digital com potencial subir mais de 100% — e não é o Nubank

12 de setembro de 2022 - 14:30

Além do potencial de lucratividade, o Inter também desfruta de uma combinação única de crédito diversificado e fluxos de receita, grande base de depósitos e ampla posição de capital

VAGAS DA SEMANA

Vagas de emprego: PagBank PagSeguro, C6 Bank e Banco Inter estão com processos seletivos abertos; confira as principais oportunidades da semana

9 de setembro de 2022 - 15:29

Ao todo, são mais de 200 vagas de emprego para diversas áreas no formato híbrido ou remoto, em todo o país

ATENÇÃO, INVESTIDOR

Vai ficar para depois: Inter (INBR31) anuncia nova data para conversão dos BDRs para Nível II; confira

26 de agosto de 2022 - 11:14

Banco digital informou que a conversão foi remarcada pela bolsa brasileira e deve acontecer na próxima segunda-feira (29)

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, o que equivale a 22% de crescimento no período

CADA VEZ MAIS INTERNACIONAL

Do you speak english? O Inter, sim — e quer abrir 1 milhão de contas globais ainda em 2022

1 de agosto de 2022 - 6:15

Depois de listar suas ações em Nova York, o banco digital está disposto a fincar a sua bandeira na vida cotidiana dos americanos e, quem sabe, em breve desembarcar na Europa

Bancos digitais

Quer investir no Banco Inter (INBR31) ou no Nubank (NUBR33)? Itaú BBA vê um deles disparando 190%

21 de julho de 2022 - 13:31

Itaú BBA decidiu retomar nesta quinta-feira (21) a cobertura das ações do Banco Inter, que havia deixado na prateleira por meses

ANALISTAS OTIMISTAS

Inter recua 18% desde estreia na Nasdaq, mas o JP Morgan acredita que as ações e BDRs podem saltar até 160% nos próximos meses; veja por quê

27 de junho de 2022 - 14:04

Os analistas confiam que o banco tem capacidade para superar as dificuldades impostas pela mudança e pelo cenário macroeconômico

Estreia amarga

Ações do banco Inter levam tombo no primeiro dia de negociação na Nasdaq

23 de junho de 2022 - 16:36

As ações da holding do banco Inter, a Inter&Co, chegaram a cair mais de 7% ao longo das negociações na estreia do papel em NY

DESEMBARQUE INICIADO

Com Inter (INBR31) cada vez mais perto do desembarque no Nasdaq, BDRs estreiam em alta na B3

20 de junho de 2022 - 13:44

As ações do banco Inter deixaram de ser negociadas na última semana e a companhia se prepara para a estreia no Nasdaq

MALAS FEITAS!

New York, New York! Inter (BIDI11) se despede da B3 hoje rumo à Nasdaq; confira como estão as units no último dia de negociação

17 de junho de 2022 - 12:56

A conversão para a bolsa norte-americana deve acontecer na segunda-feira (20), para que as ações sejam listadas e comecem a ser negociadas nos EUA a partir do dia 23 de junho

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies