Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-11T18:09:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ressaca

Depois da forte alta nos últimos dias, bitcoin passa por correção

Principal criptomoeda do mercado chegou a cair quase 20%, uma semana após bater recorde e alcançar US$ 40 mil

11 de janeiro de 2021
15:06 - atualizado às 18:09
bitcoin bolsa
Imagem: Shutterstock

Depois de atingir a marca de US$ 40 mil na semana passada, o bitcoin está passando por um movimento forte de correção nesta segunda-feira (11), tendo chegado a cair cerca 20% em reais na mínima do dia.

Por volta das 18h, a principal criptomoeda do mercado recuava por volta de 12% em reais, a US$ 33.251,10, o equivalente a R$ 183.157,03.

O bitcoin vem numa toada forte desde o ano passado, tendo sido o melhor investimento de 2020, com rentabilidade acima dos 400% em reais. Logo no início de 2021, seu valor de mercado superou o do conglomerado Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett.

A emissão desenfreada de moedas fiduciárias por parte dos governos — para conter os efeitos da crise do coronavírus — fez os olhos do mundo se voltarem para o mercado de criptoativos.

Isso porque, na direção contrária da atuação dos BCs, o bitcoin cortou o seu ritmo de emissão pela metade, ficando ainda mais escasso na "natureza", em um evento programado batizado de Halving em 2019.

Mais escasso, de fácil armazenamento e com uma operação simples para transferência, o bitcoin enfim atraiu a atenção dos grandes investidores institucionais.

Para este ano, especialistas ouvidos pelo Seu Dinheiro para o especial “Onde investir em 2021” disseram acreditar que o bitcoin e outras moedas virtuais têm espaço para crescer, pelo fato de terem sido adotados por investidores considerados qualificados.

Só que é preciso entender que as perspectivas promissoras para 2021 e para os próximos anos levam em conta o longo prazo, não a alta alucinante dos últimos meses.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies