Menu
2021-01-02T16:02:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
disparou

Bitcoin ultrapassa US$ 33 mil e vale mais que Berkshire Hathaway

Após recuar 25% no auge da pandemia, moeda digital tem forte valorização em meio à forte demanda de grandes investidores globais

2 de janeiro de 2021
13:17 - atualizado às 16:02
bitcoin
Imagem: Shutterstock

O ano mal começou, mas já temos recordes sendo batidos. É o caso do bitcoin, que mal chegou à marca de US$ 30 mil e já alcançou US$ 33 mil neste sábado (2), apenas semanas após superar os US$ 20 mil.

Por volta das 16h, o Bitcoin registrava alta de 11,1%, a US$ 31.065,24, de acordo com cotação do site Yahoo Finance.

Com o resultado, a criptomoeda atingiu um valor de mercado de cerca de US$ 614 bilhões, ultrapassando o conglomerado Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, cujo marketcap é de US$ 543,7 bilhões, e se tornando o sexto ativo mais valioso do mundo, segundo ranking do site AssetDash.

A situação é um tanto inusitada, se lembrarmos que Buffett é um dos magos dos investimentos que não se curvou ao nascimento das criptomoedas.

Em um passado nem tão distante, Buffett chegou a dizer que o bitcoin era como 'veneno de rato' e que o mercado de criptomoedas, no geral, teria um fim trágico.

Um foguete

A valorização da criptomoeda é impressionante. Depois de recuar 25% no auge da pandemia de covid-19, em março, ela veio ganhando força ao longo de 2020, com o crescimento do interesse dos grandes investidores do mercado global.

Em 2020, o marketcap da moeda digital ultrapassou a do J.P. Morgan, Mastercard e Visa. A próxima empresa a ser superada é a chinesa Alibaba, atualmente avaliada em US$ 629,7 bilhões. Será que o bitcoin chega lá?

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies