Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-06T10:46:14-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
De volta ao Bull market

Criptomoedas no Apple Pay e Ethereum (ETH) de cara nova: confira o que está fazendo o bitcoin (BTC) disparar quase 8% hoje

O otimismo voltou ao mercado cripto, com a atualização do éter bombando e liderando as altas

6 de agosto de 2021
10:46
bull market, bitcoin, criptomoeda, bull
Imagem: Shutterstock

O bitcoin (BTC) ultrapassou a barreira dos US$ 40 mil e opera em alta de 7,93%, cotado a US$ 40.906,28 por volta das 10h40. No acumulado da semana, a principal criptomoeda do mercado avança 5,17%

Mas o rali das criptomoedas não está sendo puxado pelo bitcoin nesta sexta-feira (06). O protagonista dessa corrida do criptomercado é conduzida pelo ethereum (ETH).

A alta de 5,98%, que está fazendo o éter avançar para US$ 2.777,87, anima os negócios em criptomoedas. O avanço de 18,41% nos últimos sete dias é motivado pela recente atualização do ethereum, o “London Fork”, ou proposta de melhoria EIP-1559.

Essa atualização deve fazer com que o ETH passe a ser deflacionário. Em outras palavras, isso pode trazer uma estabilização dos preços e das taxas de transação da blockchain dessa criptomoeda.

Não deixe de conferir o vídeo no nosso canal do YouTube sobre as moedas que devem despontar no próximos meses:

Coinbase e Apple: um novo capítulo

Outra notícia que está movimentando o mercado hoje é o anúncio de que a Coinbase se uniu à Apple para facilitar a compra de bitcoin e outras criptomoedas. Por meio do Apple Pay, o usuário poderá acessar produtos em cripto disponíveis na exchange. 

A ferramenta também estará disponível no Google Pay e permitirá a compra de até US$ 100 mil em criptomoedas por vez. A Coinbase impulsionou o preço do bitcoin antes de lançar suas ações na bolsa americana em abril deste ano.

A união entre Apple e Coinbase já não é novidade. Há pouco mais de dois meses, as empresas se uniram para oferecer pagamentos em criptomoeda por meio do Apple Pay.

Segundo dados de março deste ano apontam que a Apple possui uma base de clientes de aproximadamente 1 bilhão de pessoas e estima-se que 31% delas usem o Apple Pay.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Leão social

Reforma do Imposto de Renda vai bancar Auxílio Brasil? Se depender da Câmara dos Deputados, sim; entenda

Os deputados aprovaram um projeto de lei que autoriza o uso e recursos da reforma no programa desenhado para substituir o Bolsa Família

Mais uma na lista

Corretora de criptomoedas Huobi Global, uma das maiores do mundo, restringe negociações na China

A plataforma também informou que retirará gradualmente as contas existentes no gigante asiático até o fim de 2021

Uma nova gigante tech

Infracommerce (IFCM3) dispara 10% com “aquisição transformacional”; outras techs sentem o baque e caem

A Infracommerce (IFCM3) acertou a compra da Synapcom, ganhando escala no B2B — e pagando um preço relativamente baixo pela rival

NOVO SUSTO

Em crise de liquidez, concorrente da Evergrande esboça pedido de apoio a governo de cidade chinesa

Notícia provocou queda acentuada nas ações da Sunac, que fecharam hoje no nível mais baixo em 4 anos

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies