🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
De cara nova

Bitcoin (BTC) será atualizado em algumas horas; saiba como o Taproot pode afetar o preço da criptomoeda

A julgar pelo que aconteceu no passado, o bitcoin pode ganhar um novo impulso no rali de final de ano com o Taproot, que deve melhorar a experiência de usar a criptomoeda no dia a dia

Renan Sousa
Renan Sousa
13 de novembro de 2021
9:13 - atualizado às 17:27
Bitcoin em um relógio
O bitcoin será atualizado em poucas horas: o que podemos esperar? - Imagem: Canva

Faltam menos de 20 horas para que o bitcoin (BTC) sofra a primeira atualização em quatro anos. O chamado Taproot está programado para ir ao ar neste domingo (14). Houve um pequeno atraso no número de blocos minerados, mas isso não impediu o mercado de fazer boas projeções para o preço da criptomoeda.

Fonte: taproot.watch

Por volta das 9h deste sábado, o bitcoin (BTC) operava em leve queda de 0,21%, cotada a US$ 63.546,34 (R$ 347.088,17). No acumulado da semana, o saldo é positivo, com um avanço de 5,34% nos últimos sete dias. O noticiário pressionou o preço da criptomoeda na última sexta, mas o rali de final de ano tem dado resultados positivos para o mercado.

O chamado Taproot é uma atualização do tipo softfork, ou seja, toda a rede passará por uma atualização. É diferente do hardfork, processo que dividiu a rede Ethereum em ethereum classic (ETC) e ethereum (ETH), que conhecemos hoje como a segunda maior criptomoeda do mundo.

A atualização será pouco perceptível para os usuários de forma geral, mas deve melhorar a experiência de usar bitcoin no dia a dia, como agilidade e taxas mais baixas. O Taproot foi criado para solucionar o trilema das criptomoedas: crescimento de rede (escalabilidade), segurança e descentralização

Com isso, o BTC se fortalece frente a projetos de criptomoedas mais recentes e que cresceram vertiginosamente em 2021.

O que faz o softfork Taproot do bitcoin

De acordo com o site dos desenvolvedores dessa nova atualização, o Taproot irá melhorar a segurança da rede e tornar as transações ainda mais seguras para os usuários, protegendo o modelo de chave cruzada utilizado atualmente.

Em outras palavras, as transações de compra e venda passam a ficar indistinguíveis umas das outras.

Do ponto de vista técnico, mais transações podem ser inseridas por bloco, o que torna o processo mais rápido e mais barato.

O “bloco” é o conjunto de transações que precisa ser validado através da mineração de criptomoedas, processo que mantém a segurança das transações do bitcoin

Mas a grande novidade envolve a mudança de protocolo, que passará a permitir o desenvolvimento de contratos inteligentes (smart contracts) dentro da rede do bitcoin, assim como acontece com o ethereum, que criou o modelo de certificados digitais (NFT) e finanças descentralizadas (DeFi). 

Dessa forma, o bitcoin terá capacidade de competir com outros projetos, como solana (SOL), polkadot (DOT) e o próprio ethereum (ETH) na criação de soluções de segunda camada.

Além disso, outra parte da atualização deve melhorar o problema da escalabilidade do bitcoin, que hoje usa o Lighting Network para otimizar o crescimento da rede. 

Em que isso afeta o preço do bitcoin

A julgar pelo que aconteceu no passado, o bitcoin pode ganhar um novo impulso com o Taproot. O rali recente da criptomoeda aconteceu justamente com essa expectativa.

A primeira atualização do bitcoin ocorreu em 1º de agosto de 2017 e o hardfork gerou o Bitcoin Cash (BCH). Já na segunda, o bitcoin se dividiu novamente, em 24 de outubro do mesmo ano, surgindo o Bitcoin Gold (BTG).

Naquele ano, o bitcoin sofreu a maior valorização de sua história, uma alta de 1.369%, saindo de US$ 756 em janeiro para US$ 20.089 em dezembro, segundo dados do Cryptorank.

Fonte: Crypto Rank

Então, o que podemos esperar da nova atualização?

Rentabilidade passada não é sinônimo de retorno futuro. Além disso, o investimento em criptomoedas é extremamente arriscado, mesmo para projetos sólidos como o bitcoin.

Entretanto, a atualização deve aumentar as possibilidades de uso do bitcoin, o que deve influenciar positivamente no preço da criptomoeda nos próximos meses com a entrada de novos usuários na rede, segundo especialistas.

O aumento da popularidade das criptomoedas e a diversificação de produtos criptográficos, como os ETFs (fundos de índice negociados em bolsa) nos Estados Unidos, para o público geral também devem impulsionar as cotações.

Os analistas projetam que o preço do bitcoin pode chegar até os US$ 100 mil até o final de 2021, e o Taproot deve dar um empurrãozinho até o ano que vem. 

Atenção aos riscos

Por outro lado, é dos EUA também que pode vir a "água no chope" da festa do bitcoin. O avanço regulatório do país sobre stablecoins, as criptomoedas com lastro como o Tether (USDT), pode afetar as cotações do mercado em geral. 

As stablecoins são usadas pelos usuários para diminuir taxas e preservar o poder de compra dos investidores e alguns analistas acreditam que qualquer movimento dessas criptomoedas com lastro afeta as demais moedas do mercado. 

Somado a isso, os Bancos Centrais pelo mundo têm se unido em um esforço de regulamentar o mercado de criptoativos de diversas formas.

O Comitê de Supervisão Bancária de Basileia (BCBS, em inglês), principal criador de padrões globais para a regulamentação do setor financeiro, deve lançar uma pesquisa no final deste mês com foco no “tratamento prudente desses ativos” quanto aos riscos para o ambiente financeiro dos bancos.

Os investidores institucionais, como grandes empresas, fundos e gestoras, também entraram com força na rede nos últimos meses. Mas fatores estruturais, com a alta da inflação e depreciação de outros ativos na carteira desses investidores podem gerar um movimento de fuga das criptomoedas, o que mexe diretamente com o preço do bitcoin

Por último, mas não menos importante: durante a atualização da rede, algumas criptomoedas enfrentam instabilidade e chegaram até a serem desligadas, como foi o caso da Solana (SOL), em setembro.

No caso do London Fork da rede ethereum, alguns mineradores chegaram a não conseguir conectar as máquinas à blockchain, o que foi resolvido em algumas horas. 

É altamente improvável que isso ocorra, mas o risco, por menor que seja, ainda existe. 

Como o bitcoin é “atualizado”

Cada atualização ocorre por meio do consenso da rede de mineradores. De forma simples, qualquer pessoa que contribua com o hashrate de mineração pode sugerir uma alteração no protocolo. 

Os mineradores se inscrevem e votam se adotam ou não a proposta. No caso do Taproot, a atualização foi prorrogada porque era preciso que 90% dos mineradores concordassem com as mudanças, o que só aconteceu em junho deste ano.

* Colaboraram com esta matéria Ray Nasser, CEO da mineradora Arthur Mining, Rodrigo Batista, CEO da Digitra.com, Orlando Teles, diretor de Research da Mercurius Crypto e Marco Castellari, CEO da Brasil Bitcoin.  

Compartilhe

NOITE CRIPTO

A poucas horas do The Merge, bitcoin reage e passa a subir; confira cotações do BTC e do ethereum

14 de setembro de 2022 - 20:42

Mais cedo, a maior criptomoeda do mundo não refletia o ânimo dos investidores com o The Merge, chegando a recuar mais de 9%

ANOTE AÍ

The Merge do Ethereum (ETH): confira lista de plataformas e exchanges que terão as atividades suspensas durante atualização

14 de setembro de 2022 - 15:51

Por motivo de segurança, alguns aplicativos devem suspender as atividades durante a principal atualização do sistema

CRIPTO TOMANDO ESPAÇOS

Sistema internacional de pagamentos Swift inicia projeto com tecnologia blockchain — mas isso é seguro?

14 de setembro de 2022 - 11:52

O corte parcial do Swift foi um dos mecanismos utilizados pelos Estados Unidos para impor sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia

DIA AGITADO PARA O INVESTIDOR

‘Revolta’ de mineradores um dia antes do The Merge do ethereum (ETH), bitcoin (BTC) em queda de 9%: confira tudo que movimenta o dia das criptomoedas

14 de setembro de 2022 - 9:29

Do outro lado do mercado, o token que registra a maior alta do dia é o Celsius (CEL), da plataforma que segue fora do ar e “travou” o dinheiro dos investidores há meses

NOITE CRIPTO

Terça-feira 13: bitcoin é mais uma vítima da inflação dos EUA; confira como o BTC reagiu ao dado

13 de setembro de 2022 - 20:25

A perspectiva de aperto monetário mais agressivo nos EUA derrubou o bitcoin e outros ativos considerados mais arriscados com as ações em Wall Street

WEB 3.0

Navegador Opera dá mais um passo em direção à Web 3.0 e integra wallet de criptomoedas Metamask ao seu sistema; entenda o que significa

13 de setembro de 2022 - 15:53

Em janeiro deste ano, o Opera já havia anunciado que passaria a integrar as carteiras de criptomoedas ao seu navegador

HOJE NÃO!

Bitcoin (BTC) não sustenta sétimo dia seguido de alta e passa a cair com inflação dos EUA; Ravecoin (RNV) dispara 63% com proximidade do The Merge

13 de setembro de 2022 - 10:28

O ethereum (ETH) passa por um período de consolidação de preços, mas o otimismo é limitado pelo cenário macroeconômico

PREPARE A PIPOCA

Terra (LUNA), o retorno: por que você não deve investir na criptomoeda que disparou 120% em uma semana

12 de setembro de 2022 - 15:19

Nos últimos sete dias, a “família Terra” registrou ganhos substanciais e gerou um grande fluxo de pesquisa sobre essa que foi uma das maiores criptomoedas do mundo

JOGADA ARRISCADA

Você trocaria ações da sua empresa por bitcoin? Michael Saylor, ex-CEO da Microstrategy, pretende fazer isso com o valor de meio bilhão de dólares

12 de setembro de 2022 - 11:51

Desde o começo do ano, o bitcoin registra queda de mais de 50% e as ações da Microstrategy também recuam 52%

QUE FIM DE SEMANA!

Bitcoin (BTC) atinge os US$ 22 mil pela primeira vez em quase um mês; criptomoedas disparam até 20% no acumulado da semana

12 de setembro de 2022 - 9:21

A mesma semana em que acontece o The Merge também é marcada por um elevado apetite de risco

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar