Menu
2020-07-22T11:22:04-03:00
Estadão Conteúdo
Impacto da covid-19

CVM prorroga prazo para apresentação de demonstrações financeiras do 2º tri

Por causa da pandemia de covid-19, a CVM já havia prorrogado, em março, os prazos para a apresentação de informações referentes ao quarto trimestre de 2019, fechamento do ano e primeiro trimestre de 2020

22 de julho de 2020
11:21 - atualizado às 11:22
balanços
Imagem: Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) prorrogou em 15 dias o prazo final para as companhias abertas apresentarem suas demonstrações financeiras do segundo trimestre. A decisão foi tomada pelo Colegiado do órgão regulador do mercado de capitais na reunião de terça-feira, 21. Conforme informado no site da CVM na manhã desta quarta-feira, 22, a decisão foi tomada por maioria, ou seja, nem todos os diretores participantes da reunião apoiaram a prorrogação do prazo.

Por causa da pandemia de covid-19, a CVM já havia prorrogado, em março, os prazos para a apresentação de informações referentes ao quarto trimestre de 2019, fechamento do ano e primeiro trimestre de 2020.

A decisão pela nova prorrogação veio após uma consulta do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri), como revelou a Coluna do Broadcast na terça-feira. A Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca) fez pedido semelhante em carta enviada à CVM no último dia 14.

Em sua consulta, o Ibri argumentou que as medidas restritivas ao contato social, em sua maioria impostas por governos estaduais e prefeituras, seguem em vigor, com "notórios" e "severos" impactos na produção de informações financeiras das companhias.

Em 31 de março, a CVM anunciou o adiamento dos prazos de entrega de informações periódicas das companhias abertas, incluindo demonstrações financeiras, formulários trimestrais, formulário cadastral, formulário de referência e o informe sobre o Código Brasileiro de Governança Corporativa. Assim, os balanços financeiros de 2019 puderam ser apresentados até o fim de maio. Já as demonstrações do primeiro trimestre de 2020 ganharam mais 45 dias de prazo, ou seja, puderam ser apresentados até o fim de junho.

Com o novo adiamento, as demonstrações financeiras do segundo trimestre, que tinham que ser apresentadas até 45 depois de terminado o período de referência, ou seja, até meados de agosto, poderão ser entregues até o fim do mês que vem.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies