Menu
2020-03-08T12:07:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Queridinha do bilionário

Warren Buffett e sua fantástica fábrica de chocolate

Embora pequena, a See’s Candies é considerada o “negócio dos sonhos” por Buffett. E não é à toa. O bilionário conseguiu um retorno de mais de 8000% com a companhia

8 de março de 2020
12:03 - atualizado às 12:07
Warren Buffett Sees Candies
Warren Buffett com a mão na massa em uma de suas empresas, a Sees Candies - Imagem: Facebook

O lendário investidor Warren Buffett detém ações de algumas das maiores e mais poderosas empresas do mundo. Estou falando de nomes como Apple, Bank of America e Coca-Cola.

Mas o investimento favorito do bilionário é um negócio bem menor e quase centenário: a fábrica de chocolates See's Candies.

A empresa representa menos de 0,2% do portfólio da Berkshire Hathaway, a holding que concentra os investimentos do bilionário.

Leia também:

Ainda que seja menor na comparação com outras empresas do portfólio, Buffett considera a See's Candies o “negócio dos sonhos”. E não é à toa. O "oráculo de Omaha" conseguiu um retorno de mais de 8000% com a companhia – ou 160% ao ano –, pelos cálculos da Business Insider.

"Nós colocamos US$ 25 milhões e ela nos deu mais de US$ 2 bilhões em resultados antes dos impostos, bem mais de US$ 2 bilhões", afirmou Buffett, no encontro de acionistas da Berkshire Hathaway do ano passado.

A See's Candies foi fundada como um pequeno negócio familiar em 1921 e hoje que conta com uma rede de mais de 200 lojas nos Estados Unidos.

Buffett investiu na empresa em 1972, e escreveu em uma carta aos acionistas que quase estragou o negócio por não querer pagar os US$ 30 milhões que o vendedor pedia.

"Felizmente, ele cedeu. Caso contrário, eu teria recusado e esses [US$ 2] bilhões teriam sido destinados a outra pessoa."

Embora tenha se provado um grande negócio e tenha uma base leal de clientes, a See's Candies não se tornou uma marca gigante do ramo dos chocolates.

Mas Buffett e seu sócio Charlie Munger não parecem muito preocupados com isso, como você pode conferir neste vídeo em que ambos comentam sobre o negócio da See's Candies:

No site da empresa você pode conferir uma lista dos chocolates favoritos de Warren Buffett. Uma caixa do doce com amendoim (uma espécie de pé de moleque) que aparece no centro do vídeo acima, por exemplo, custa entre US$ 12,50 e US$ 22,25 – ou R$ 58 e R$ 103 pelas cotações de sexta-feira da nossa desvalorizada moeda.

*Com informações da Business Insider e The Hustle

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

libera o auxílio emergencial

Senado aprova texto-base da PEC Emergencial em 1º turno

Votação foi destravada após o governo ceder e o relator retirar o fim da obrigatoriedade de gastos mínimos com saúde e educação

Comprar ou vender, eis a questão

Brasil vira mercado “inoperável” com “risco Bolsonaro” e ameaças ao teto de gastos, dizem gestores de fundos

O cenário piorou com a intervenção nas estatais e o risco fiscal, mas nos patamares atuais fica muito arriscado apostar contra o país, segundo gestores de fundos

O melhor do seu dinheiro

Alguém chame os bombeiros

Hoje tivemos mais um dia de grande volatilidade nos mercados brasileiros, que entraram em parafuso com o temor de que o teto de gastos poderia vir a ser furado. Os investidores aguardam com grande ansiedade a votação da PEC Emergencial, aquela que permitirá o retorno do auxílio emergencial. E rumores de que ela seria desidratada […]

FECHAMENTO

Em dia de alta volatilidade, Lira salva Ibovespa de um fiasco e segura o dólar em R$ 5,66

A volatilidade reinou absoluta nesta quarta-feira (03) e mais uma vez Brasília foi responsável por movimentar os negócios no Brasil. Lá fora, o dia foi de cautela com a alta dos juros futuros

Luz no fim do túnel?

Ministério da Saúde avança em negociações com laboratórios para comprar vacinas

A declaração do MS foi dada pelo titular da pasta, Eduardo Pazuello, em reunião com a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies