Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-16T06:54:08-03:00
Estadão Conteúdo
redução na produção

Petrobras hiberna 62 plataformas e realoca empregados que não optarem por PDV

De acordo com a companhia, as plataformas hibernadas não apresentam condições econômicas para operar com preços baixos de petróleo e são ativos em processo de venda

16 de abril de 2020
6:53 - atualizado às 6:54
P-66, plataforma em produção na área de Lula Sul, no pré-sal da Bacia de Santos
P-66, plataforma em produção na área de Lula Sul, no pré-sal da Bacia de Santos. - Imagem: André Motta de Souza / Agência Petrobras

A Petrobras informou nesta quarta, 15, que a redução da produção de 23 mil barris de petróleo, anunciada no dia 26 de março, será proveniente da hibernação de 62 plataformas em campos de águas rasas das bacias de Campos, Sergipe, Potiguar e Ceará.

"Dessas plataformas, 80% não são habitadas, e os empregados que atuam nas demais unidades habitadas não serão demitidos. Todos serão realocados para outras unidades organizacionais da Petrobras", disse a estatal em nota, sem informar no entanto o número de empregados envolvidos.

Segundo a Petrobras, os empregados poderão também optar por adesão ao Plano de Desligamento Voluntário (PDV) da empresa, "conforme prevê o plano de pessoal para gestão de portfólio".

De acordo com a companhia, as plataformas hibernadas não apresentam condições econômicas para operar com preços baixos de petróleo e são ativos em processo de venda. Desde o início da pandemia do Covid-19, o preço do petróleo vem caindo sucessivamente com a perspectiva de redução da demanda.

Hoje, o petróleo negociado nos Estados Unidos (WTI) fechou abaixo dos US$ 20, em queda de 1,19%, cotado a US$ 19,87 o barril. O petróleo tipo Brent encerrou em queda de 6,45%, cotado a US$ 27,69 o barril. O agravamento da redução da commodity se deveu a projeções da Agência Internacional de Energia (AIE), que previu queda recorde de demanda para este ano.

Para enfrentar a crise do setor, além de hibernar plataformas a Petrobras desembolsou linhas de crédito, cortou e postergou investimentos, reduziu gastos operacionais e despesas com pessoal, entre outras medidas. A empresa também vem renegociando contratos com grandes fornecedores e adiou o pagamento de dividendos para os acionistas.

"As ações da Petrobras estão em linha com o que toda a indústria global de petróleo está fazendo para superar os impactos dessa crise", afirmou a estatal.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies