Menu
2020-08-26T06:37:33-03:00
Estadão Conteúdo
sustentabilidade

Natura lança programa de logística reversa e dá novo produto a cada 5 embalagens

Iniciativa é uma parceria com a TerraCycle, empresa especializada em soluções de reciclagem

26 de agosto de 2020
6:37
Fachada de uma loja da Natura
Imagem: Divulgação

A Natura e a The Body Shop lançaram um programa de logística reversa em suas lojas. A cada cinco embalagens vazias das marcas, os clientes recebem um novo produto.

As lojas da Natura receberão ainda produtos de qualquer uma das quatro marcas do grupo Natura &Co: Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A iniciativa é uma parceria com a TerraCycle, empresa especializada em soluções de reciclagem. Para ganhar o brinde, não contam embalagens de amostras e frascos em miniatura.

O programa, por enquanto, é um investimento da Natura &CO e não gera receita para o grupo. A TerraCycle, contratada pela Natura, recolherá as embalagens e será responsável por todo o processo de reciclagem.

Os materiais reciclados serão transformados em vasos de plantas, cones de trânsito, caixas para legumes e vegetais, entre outros utensílios. Mas, com o tempo, há a intenção de expandir a iniciativa, inclusive para as consultoras e revendedoras. Ao ganhar escala, o projeto pode, inclusive, fornecer mais embalagens de plástico reciclado para a empresa.

A diretora global de sustentabilidade da Natura, Denise Hills, lembra que a empresa já usa plástico reciclado e biodegradável em sua cadeia produtiva. E afirma que esse processo de logística reversa é mais uma forma de engajar o consumidor nos valores da empresa, sem o foco de gerar receita direta. "Temos o desafio de fazer (a logística reversa) em larga escala", diz.

Para o coordenador do MBA em gestão empresarial da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Ricardo Teixeira, o desafio da logística reversa é exatamente isso, tornar-se financeiramente viável por meio de escala.

"Existe ganho de imagem para a marca, mas isso não é mensurável em termos financeiros. Hoje, a única maneira de tornar esse processo rentável é a escala", explica. Ele diz, porém, que a preocupação com a sustentabilidade, diminuição de resíduos e impacto social já é realidade para o consumidor. "É irreversível. Já era uma tendência, mas se acentuou com a pandemia", diz.

A vice-presidente de varejo de Natura &Co, Paula Andrade, disse que a companhia investiu na estrutura para comunicar a ação e receber os recipientes, mas que, mesmo sem uma iniciativa clara, as lojas já recebiam as embalagens e destinavam para reciclagem quando os clientes levavam voluntariamente até esses estabelecimentos. "Queremos, claro, expandir o projeto para as franquias. Mas, por enquanto, não colocamos uma meta de embalagens a serem recolhidas", diz.

Ela conta que, durante esse período de retomada, a Natura viu em suas lojas reabertas um fluxo menor de pessoas e um cliente mais assertivo, que já vai à loja sabendo o que quer comprar.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Roubando a cena

Dólar dispara mais de 2% com aversão ao risco e tem 4ª sessão seguida de alta; bolsa cai

Dólar passou voando pela marca de R$ 5,50 e por pouco não bateu R$ 5,60; Ibovespa acompanhou sinal negativo vindo de Wall Street e perdeu piso de 96 mil pontos

eric rosengren

Presidente do Fed de Boston defende necessidade de novo pacote fiscal, mas se diz pessimista com acordo

O presidente da distrital de Boston do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Eric Rosengren, reiterou hoje, durante seminário virtual, a necessidade de novas medidas de estímulos fiscais para acelerar a recuperação da atividade econômica dos Estados Unidos

DURAS CRÍTICAS

Para Doria, saída de investidores do Brasil ocorre por questões ambientais e negacionismo

Governador de SP não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro, criticado por discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas

INJEÇÃO DE RECURSOS

EUA precisarão de mais ajuda fiscal para recuperar economia, diz Powell

Presidente do BC americano afirma que ainda há 16 milhões de pessoas desempregadas no país, ou trabalham em período parcial

programa de R$ 2,4 bi

Mercedes-Benz vê cenário de incerteza, mas diz que mantém investimentos no país

O programa de investimentos da montadora no Brasil prevê R$ 2,4 bilhões entre 2018 e 2022, com recursos destinados, principalmente, à atualização de plataformas e produto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements