Menu
2020-10-13T08:14:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CUIDADO

Johnson & Johnson interrompe testes de vacina para covid-19 após ‘doença inexplicada’ em voluntário

Protótipo de vacina iniciou os testes da fase 3 nos Estados Unidos em 23 de setembro

13 de outubro de 2020
8:14
vacina covid-19
Imagem: Shutterstock

A farmacêutica americana Johnson & Johnson anunciou na segunda-feira (12) à noite a paralisação dos testes de seu protótipo de vacina para a covid-19, após um voluntário ter contraído uma “doença inexplicada”.

Segundo ela, os estudos com quase 60 mil participantes foram interrompidos, mas que este tipo de medida “não é incomum em testes clínicos” e que haverá uma “revisão cuidadosa de todas as informações médicas antes de decidir se o estudo será retomado”.

A vacina da Johnson & Johnson é desenvolvida pela subsidiária Janssen Pharmaceuticals. Os testes da chamada fase 3 – última etapa do processo de aprovação de um medicamento, em que um grande grupo de voluntários recebe a droga para verificar sua segurança e eficácia – começaram nos Estados Unidos em 23 de setembro.

No início de setembro, a britânica AstraZeneca tomou decisão parecida, após uma voluntária ter apresentado reação adversa à vacina desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. Mas quatro dias depois, a empresa retomou os testes.

Resultados

Outra notícia que deve chamar a atenção dos investidores são os resultados da Johnson & Johnson no terceiro trimestre.

No período, o lucro líquido dobrou ante o desempenho no mesmo intervalo de 2019, para US$ 3,5 bilhões, ou US$ 1,33 por ação. Excluindo itens não recorrentes, o lucro por ação foi de US$ 2,20. A receita cresceu 1,7%, para US$ 21,1 bilhões.

A empresa informou ainda que revisou para cima as projeções para os resultados em 2020. A expectativa para o lucro por ação ajustado passou de intervalo de US$ 7,75 a US$ 7,95 para um período de US$ 7,95 a US$ 8,05.

Para a receita, as estimativas foram de uma faixa de US$ 79,9 bilhões a US$ 81,4 bilhões para um período de US$ 81,2 bilhões a US$ 82 bilhões.

Por volta das 8h01, as ações da Johnson & Johnson caíam 1,46%, a US$ 149,63, no pré-mercado da bolsa de Nova York.

* Com informações do site Market Watch

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

varejo online

B2W tem alta de 56% nas vendas e diminui prejuízo, que chega a R$ 43,8 milhões

Linha final do balanço é 57% melhor do que há um ano, enquanto mercado falava em prejuízo de R$ 60 milhões no terceiro trimestre; receita teve alta de 58,5% no período

cardápio de balanços

Suzano, Fleury e Totvs: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

São empresas cujas ações fazem parte da carteira teórica do Ibovespa – ou seja, os resultados das companhias ajudam a calibrar o índice

Sucessão no bancão

Milton Maluhy Filho será o novo presidente do Itaú Unibanco

Maluhy tem 44 anos e ingressou no Itaú em 2002. Após passar por diversas funções, o executivo ocupa o cargo de vice-presidente da área de riscos e finanças do maior banco privado brasileiro.

Big Techs

Resultados de Facebook, Google, Amazon, Twitter e Apple mexem com o mercado; veja números

Apesar dos resultados estarem bastante acima do esperado pelos analistas, as ações de algumas das gigantes caíram no pós-mercado em NY

Rombo

Governo Central tem déficit de R$ 76,1 bilhões em setembro

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 96,096 bilhões de agosto.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies