Menu
2020-04-15T10:04:58-03:00
Estadão Conteúdo
boletim

Eletrobras tem queda de 21,75% na geração de energia desde início da quarentena

Estatal, que está na fila da privatização, criou um informe diário para monitorar o desempenho operacional do grupo

15 de abril de 2020
10:02 - atualizado às 10:04
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro - Imagem: Divulgação

A geração de energia elétrica das empresas do Sistema Eletrobras teve queda de 21,75% desde o início da quarentena imposta pela pandemia Covid-19, em 16 de março, até a última Segunda-feira (13 de abril). A estatal, que está na fila da privatização, criou um informe diário para monitorar o desempenho operacional do grupo, assim como mostrar a situação da saúde do seu quadro de funcionários, dando maior transparência às suas operações.

Com 68% dos seus 12.691 empregados trabalhando de casa, a companhia tem mantido suas operações funcionando normalmente durante a pandemia do coronavírus, e registrado baixo índice de casos suspeitos ou de contaminação.

A Eletrobras tem gerado 33% de toda a energia elétrica no País, segundo o informe, ou 447.075 megawatts-hora (MWh). Em relação há uma semana, esse volume é 3,72% menor. A demanda por energia tem caído por causa do isolamento social, que fechou a maioria do comércio e indústria em muitos estados desde o dia 16 de março.

A Eletrobras vai passar a publicar um quadro detalhado sobre a situação de saúde dos seus empregados. O primeiro mostra que no dia 13 de abril a companhia registrava 54 casos suspeitos, dos 66 casos observados no dia 7 de abril, queda de 18% em menos de uma semana. Também até o dia 13, a empresa registrava nove casos de empregados em tratamento, e dois que já haviam se recuperado.

A Eletrobras informou que o monitoramento da saúde dos empregados vem sendo realizado desde março, quando foi criado o comitê de crise composto pela diretoria executiva da companhia, além de presidentes de todas as empresas Eletrobras.

"O monitoramento, reportado diariamente ao comitê, permite, por exemplo, que centros de operação de sistema e de instalações acionem backup, caso necessário, podendo ter suas operações assumidas por outros centros imediatamente no caso de contaminação, até que ações de descontaminação sejam realizadas e uma nova equipe assuma o turno de operação", explicou a empresa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Perseguição ao bitcoin?

Irã fecha ‘fazendas’ de mineração de bitcoin para conter apagões no país; entenda

Governo culpa centros de processamento de criptomoedas por blackouts devido à ‘sobrecarga energética’ da rede de mineração; ao mesmo tempo, Irã usa o bitcoin para amenizar sanções bancárias dos EUA

Lei Orçamentária Anual

Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo precisa controlar gastos

Manutenção do auxílio emergencial é dúvidas neste início de ano

Pé no freio

Incertezas políticas e fiscais mantêm estrangeiros cautelosos com o Brasil

Após meses de fuga do capital externo do País, os últimos meses de 2020 mostraram o começo do retorno dos investidores de portfólio, mas o ritmo ainda é insuficiente para reverter a forte saída de dólares do Brasil

Crescimento

Vale (VALE3) prevê investir US$ 2,7 bilhões na região norte até 2024

Companhia pretende ainda investir US$ 5,8 bilhões em 2021, dos quais US$ 1 bilhão serão apenas para expansão

ESTRADA DO FUTURO

Grafeno, urânio e lítio… cuidado com a obsessão de enriquecer com a próxima tecnologia do futuro

O boom de empresas de tecnologia alimenta uma esperança quase ingênua de enriquecer “horrores” descobrindo como esses materiais moldarão o nosso futuro. Vou ser totalmente transparente com você: não gosto da ideia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies