Menu
2020-09-07T11:48:54-03:00
Estadão Conteúdo
Mercado doméstico

Demanda da Gol sobe 19,8% em agosto ante julho, mas cai quase 72% em relação a 2019

Oferta da companhia aérea cresceu 17,8% no mês passado.

7 de setembro de 2020
11:48
Avião da companhia aérea, Gol
Imagem: Divulgação/Gol

A companhia aérea Gol contabilizou aumento de demanda e oferta em agosto em comparação a julho no mercado doméstico, conforme dados prévios operacionais divulgados nesta segunda-feira, respectivamente de 19,8% e 17,8%. A Gol não realizou voos internacionais em agosto.

Já em relação ao mesmo mês do ano passado, o indicador de demanda (RPK no jargão do setor) apresentou queda de 71,8% no tráfego total e 67,3% no mercado doméstico.

A oferta (ASK) teve quedas de 70,7% e 65,6%, respectivamente, ante agosto de 2019. A taxa de ocupação foi de 79,4% agora contra 82,4% há um ano no critério total e 83,3% no segmento doméstico.

No relatório que acompanha as tabelas a empresa ressalta que no mês passado realizou 190 voos por dia, reabriu as bases de Campina Grande, Caxias do Sul, Marabá e Montes Claros, e adicionou 51 operações diárias em Guarulhos (SP) e Galeão (RJ).

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Mercado agora

Ibovespa fecha em queda com descrença sobre possível recuo de ‘pedalada’

No exterior, expectativa em torno do primeiro debate entre os principais candidatos à presidência dos EUA inibiu apetite por risco

Fiador sem crédito

Investidores veem omissão de Guedes no Renda Cidadã e mostram cansaço com “Posto Ipiranga”

Agentes do mercado financeiro questionam voto de confiança no ministro da Economia como fiador da disciplina fiscal

recadinho

Relevância do cumprimento do teto no pós-crise será ainda maior, diz Tesouro

Tesouro Nacional reforçou o alerta de que é preciso acelerar as reformas para manter a confiança dos investidores e os juros baixos

impacto fiscal

Rombo nas contas do governo soma R$ 647,8 bilhões até agosto

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 87,835 bilhões de julho

GIGANTE DEBILITADO

Membro do Fed projeta contração de 3% do PIB dos EUA em 2020

Presidente da distrital de Dallas também estima crescimento de 3,5% da economia em 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements