Menu
2020-02-21T10:05:03-03:00
Estadão Conteúdo
Novidade na área

Caixa confirma parceria com Visa em cartões

Acordo marca o primeiro negócio fechado pelo banco público para constituir um braço de meios de pagamentos

20 de fevereiro de 2020
21:05 - atualizado às 10:05
Fachada da Caixa Economica Federal
Imagem: Shutterstock

A Caixa Econômica Federal confirmou notícia antecipada pela Coluna do Broadcast de que firmou parceria com a Visa. Trata-se do primeiro negócio fechado pelo banco público para constituir um braço de meios de pagamentos e que também será listado em bolsa. O valor do negócio não foi divulgado.

A Caixa antecipou a divulgação da parceria após a notícia dada pela Coluna do Broadcast. Conforme o banco, o contrato entre Caixa e Visa está em fase de aprovação e será assinado em breve.

"A parceria prevê participação preferencial da Visa na emissão de cartões de crédito e débito e outros meios de pagamento eletrônicos que são comercializados nas agências, lotéricas e correspondentes da Caixa em todo Brasil", explica o banco em fato relevante divulgado há pouco.

A Visa será a segunda bandeira de cartões do banco público. Com a parceria, terá acesso a cerca de 30% da sua base. Isso porque os outros 70% têm de ser emitidos com a marca Elo, da qual é sócio com o Bradesco e o Banco do Brasil. Ao fim de dezembro, a Caixa somava uma base de 109,3 milhões de cartões, que representaram volume financeiro de quase R$ 211 bilhões no ano passado.

Nos bastidores, o que se comenta é que a Visa pagou caro pela parceria, conforme apurou a Coluna junto a fontes de mercado. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse ontem que o negócio "renderá um valor importante" para o banco. A expectativa é de que a cifra chegue na casa do bilhão.

Para a Visa, o investimento faz sentido. A gigante perdeu o posto de líder do mercado brasileiro para a rival Mastercard nos últimos anos. O enlace com a Caixa é um fio de esperança na tentativa de retomar a liderança no Brasil, o segundo maior mercado para a bandeira no mundo, atrás somente dos Estados Unidos.

A Caixa criou a subsidiária de cartões no mês passado. Para capitanear o negócio, Guimarães promoveu o até então vice-presidente de varejo do banco, Júlio Cesar Volpp Sierra. A ideia é que a Caixa Cartões contemple, além da atividade de emissão e gestão de meios de pagamentos, um parceiro de maquininhas e ainda um do ramo de fidelidade.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

decisão do copom

BC deve manter Selic a 2% e pode derrubar ‘forward guidance’ nesta quarta

Retirada do instrumento pode vir acompanhada de uma sinalização de que seu fim não tem relação mecânica com o começo do ciclo de aperto monetário

Ivan Sant'Anna - SD Premium

O segundo tempo do governo Bolsonaro começou mal. O que esperar daqui para frente?

Não quero dar uma de adivinho, muito menos pretender ser o dono da verdade, mas as perspectivas para a reeleição de Jair Bolsonaro em outubro de 2022 não são muito boas, embora no momento lidere todas as pesquisas de intenção de voto

dados do ministério da saúde

Brasil tem 1,1 mil mortes por covid-19 registradas em 24 horas

Com os novos óbitos, o total de vidas perdidas para a pandemia subiu para 211.491, segundo o Ministério da Saúde

seu dinheiro na sua noite

As incertezas da vez

Não sei vocês, mas desde que a pandemia de coronavírus começou, minha vida e rotina mudaram tanto, que tem estado difícil fazer planos para o futuro e ter boas perspectivas, do ponto de vista pessoal e social. Entrei no modo “um dia de cada vez”, já que ainda não temos uma data certa de quando […]

FECHAMENTO

Do céu ao inferno: Incertezas com vacinação pesam, Ibovespa derrapa e vai na contramão de NY

Enquanto o otimismo predominava nas bolsas americanas, por aqui as incertezas sobre a efetividade da campanha de vacinação contra a covid-19 se acumulavam

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies