Menu
2020-09-15T15:12:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dono do Banco Alfa

Banqueiro Aloysio de Andrade Faria morre aos 99 anos

Criador do Banco Real, Aloysio de Andrade Faria continuava à frente de um império que inclui o banco Alfa e mais uma dezena de empresas

15 de setembro de 2020
14:49 - atualizado às 15:12
Aloysio de Andrade Faria
Aloysio de Andrade Faria - Imagem: Reprodução TV Globo

Morreu nesta terça-feira, aos 99 anos, o banqueiro Aloysio de Andrade Faria. Com uma fortuna estimada em US$ 1,7 bilhão (cerca de R$ 9 bilhões), Faria era dono de um conglomerado que incluía o Banco Alfa e uma série de empresas, como a rede de hotéis Transamérica, emissoras de rádio, a fabricante de água mineral Águas da Prata, a gigante de material de construção C&C e a produtora de óleo de palma Agropalma.

O mineiro de Belo Horizonte completaria 100 anos em novembro e era o banqueiro mais velho da lista de bilionários da revista Forbes, além do terceiro mais idoso entre todos os ricões.

Faria estudou medicina e herdou aos 28 anos o banco que viria a ser o Real, vendido para o holandês ABN Amro em 1998, por US$ 2,1 bilhões. Em seguida criou o Banco Alfa, onde ainda dava expediente pelo menos uma vez por semana até a pandemia da covid-19.

Nos últimos anos, o banqueiro passava a maior parte do tempo nos últimos anos em sua fazenda em Jaguariúna. Nascido em Belo Horizonte, Faria veio de família rica. Seu avô era latifundiário no norte de Minas Gerais e criou-se na política, assim como seu pai, que decidiu fundar em 1924 o Banco da Lavoura de Minas Gerais.

Você confere um perfil completo do banqueiro e empresário nesta reportagem.

Em nota, Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco, afirmou que Aloysio Faria “era uma referência e nos impressionou a todos que tivemos a oportunidade de conhecê-lo e acompanhar sua trajetória. Em nome de todos os colegas do Itaú Unibanco, presto nossa solidariedade aos familiares do Aloysio.”

“Aloysio de Andrade Faria foi um exemplo de banqueiro e empresário comprometido com o desenvolvimento nacional”, disse Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil. “Entre seus inúmeros legados, foi o fundador do Banco Real, cuja posterior incorporação pelo Santander foi decisiva para moldar os contornos de nossa presença e atuação no País.”

*com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SD PREMIUM

Segredos da Bolsa: Semana promete ser agitada com Copom, IBC-Br, Biden e mais…

A semana promete ser agitada, com importantes indicadores no radar e a “mudança de guarda” nos Estados Unidos

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies