Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-26T19:18:04-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
MAIS POLÊMICA

B3 critica multa no acordo da Stone pela Linx

Penalidade também valeria caso os acionistas da Linx não aprovem saída da empresa do Novo Mercado, como quer a Stone

26 de outubro de 2020
11:42 - atualizado às 19:18
Linx
Imagem: Shutterstok

A controversa aquisição da Linx (LINX3) pela Stone continua dando pano para manga. Quem se envolveu desta vez foi a B3, que criticou a multa de R$ 112,5 milhões caso os acionistas da fabricante de softwares não aceitem a oferta da intermediadora de pagamentos exatamente do jeito que foi apresentada.

A Linx divulgou nesta segunda-feira (26) um ofício da operadora da bolsa dizendo que, embora a colocação de multas para resguardar as partes envolvidas na negociação de uma fusão ou aquisição não seja incomum, impor uma punição sobre a manifestação de manter ou não a companhia listada no Novo Mercado “é prejudicial à plena manifestação de vontade do acionista”.

A B3 determinou que a Linx tome as medidas cabíveis para garantir que seus acionistas discutam a proposta de sair de seu principal segmento de listagem “sem que lhes seja imposto qualquer tipo de ônus”, como é o caso da multa estabelecida no acordo de associação firmado com a Stone.

A Linx convocou para 17 de novembro a assembleia de acionistas que discutirá a proposta da Stone. O acordo proposto é envolto de polêmica, como o pagamento diferenciado ao trio de fundadores, que detém 14,41% do capital da Linx.

A multa também engessa a possibilidade de a Linx e seus acionistas buscarem outras ofertas. A Totvs é a principal concorrente da Stone. Sua oferta avalia a Linx em R$ 6,1 bilhões e não prevê pagamento adicional ao grupo de conselheiros.

A Stone fez duas propostas pela empresa, a última no total de R$ 6,28 bilhões, o equivalente a R$ 35,10 por ação. Esse é o valor que os acionistas irão receber caso a proposta seja aprovada em assembleia.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

Ibovespa recupera mais um degrau – e outros destaques do dia

Os monstros que assombravam o mercado financeiro no começo da semana foram ficando mais dóceis e domesticados com o passar dos dias. E isso graças à atuação dos bancos centrais ao redor do mundo. O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) segue injetando bilhões de dólares na economia para minimizar os impactos […]

RH do governo

Reforma administrativa deslanchou? Confira destaques do texto-base aprovado em comissão da Câmara

A proposta traz alguns pontos polêmicos, como a possibilidade de parcerias entre governo e iniciativa privada para a execução de serviços públicos

fique de olho

Dividendos: Equatorial Pará (EQPA3) define data e Marfrig (MRFG3) altera valor

Além disso, Equatorial Maranhão definiu data do pagamento dos proventos e Banco Modal definiu valores para juros sobre capital próprio; confira

Eletrobras, Correios e mais

Ativos na mesa: nova proposta para precatórios pode incluir ações de estatais em acordos de pagamento

Além das estatais, na lista de ativos que poderiam entrar na negociação estão imóveis, barris de petróleo do pré-sal e concessões de rodovias e ferrovias, por exemplo

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies