Menu
2020-10-26T18:38:57-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Vai entrar?

Ant Group, de Jack Ma, deve levantar US$ 35 bi no maior IPO da história

Antes de seu IPO, a Ant será avaliada em aproximadamente US$ 280 bilhões.

26 de outubro de 2020
17:10 - atualizado às 18:38
jack-ma
Jack Ma - Imagem: Shutterstock

A gigante asiática Ant Group, de Jack Ma, levantará cerca de US$ 35 bilhões em suas ofertas públicas iniciais em Xangai e Hong Kong, na listagem que tem potencial de se tornar a maior oferta de ações da história.

Leia também:

A empresa de tecnologia precificou suas ações na bolsa de Xangai a 68,8 yuans (por volta de US$ 10,27 ou R$ 57,81) e na bolsa de Hong Kong a 80 dólares de Hong Kong (cerca de US$ 10,32). Antes de seu IPO, a fintech será avaliada em aproximadamente US$ 280 bilhões. Além disso, levantará cerca de US$ 34,5 bilhões nas duas cidades asiáticas antes de utilizar sua opção de lote suplementar. A decisão foi tomada, nesta segunda-feira (26), com base nos documentos regulatórios divulgados.

Assim, a expectativa do mercado é que este IPO supere a oferta inicial de ações da Saudi Aramco, de US$ 29 bilhões, realizada em 2019.

Além disso, a companhia poderá levantar outros US$ 5,17 bilhões se exercer as opções de lote adicional de Hong Kong e Xangai. Caso faça isso, a Ant Group teria um valor de mercado de aproximadamente US$ 320 bilhões, maior do que o de empresas como JPMorgan Chase e quatro vezes acima da capitalização da Goldman Sachs.

Em sua consulta preliminar de preços em Xangai, de acordo com o anúncio da venda de ações classe A da Ant, os investidores subscreveram mais de 76 bilhões de ações, ou 284 vezes a tranche da oferta inicial offline.

Ant está de olho nas eleições dos EUA

As ações devem começar a ser negociadas após a eleição norte-americana no dia 3 de novembro, dia que pode provocar volatilidade do mercado caso a votação seja contestada ou a contagem atrasada.

Além disso, quem irá liderar o IPO em Xangai será a China International Capital Corp. e a CSC Financial Co. Já em Hong Kong, quem coordenará a oferta serão as empresas: CICC, Citigroup, JPMorgan Chase e Morgan Stanley. Os atuais acionistas da Ant são proibidos de vender suas ações por seis meses, segundo os documentos.

A companhia emitirá até 1,67 bilhão de ações na China, 5,5% do total em circulação antes do lote adicional, segundo prospecto enviado à Xangai. A Ant emitirá a mesma quantidade para a oferta de Hong Kong, cerca de 3,3 bilhões de ações no total. A listagem em Hong Kong acontecerá no dia 5 de novembro.

O Alibaba Group, que foi cofundado por Ma e que atualmente tem cerca de um terço da Ant, concordou em subscrever 730 milhões de ações de Xangai, sendo listadas sob o código "688688", segundo o prospecto. Após o IPO, o Alibaba terá aproximadamente 32% das ações da Ant Group.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies