Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-31T12:53:28-03:00
Estadão Conteúdo
revisões pendentes

Aneel propõe revisão das receitas das transmissoras de energia

Devido à postergação do reajuste, baixas de ativos e alteração nas WACCs, a Aneel teve que fazer ajustes, de forma que o impacto final no ciclo 2020/2021, no agregado das transmissoras, é de 5,41%.

31 de março de 2020
12:53
leilão energia
Imagem: Shutterstock

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 31, abertura de consulta pública para discutir a proposta de revisão da Receita Anual Permitida (RAP) das transmissoras de energia. Todos os contratos foram prorrogados nos termos da Lei 12.783/2013 - a antiga Medida Provisória 579/2012, que definiu regras para manutenção do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, ajuste anual da RAP e revisão a cada 5 anos.

As revisões estavam pendentes da definição da taxa mínima de retorno (WACC) do setor de transmissão e da definição do banco de preços do setor, mas ainda é preciso fechar a consulta pública 41, sobre custos operacionais. Em 10 de março, a Aneel definiu o WACC para transmissoras em 7,66% em 2018, 7,39% em 2019 e 6,98% em 2020.

A proposta da Aneel, se aprovada, é retroativa a 1º de julho de 2018, com preços a junho de 2018. Para a Cemig-GT, o reposicionamento prevê um aumento da RAP de 5,60%; para a Eletronorte, a alta seria de 4,27%; para a CTEEP, a redução seria de 0,31%; para a Copel-GT, alta de 2,50%; para a Chesf, aumento de 12,82%; para a Eletrosul, queda de 1,71%; para Furnas, diminuição de 0,12%; para a CEEE-GT, alta de 7,17%; e para a Celg GT, aumento de 3,76%.

Devido à postergação do reajuste, baixas de ativos e alteração nas WACCs, a Aneel teve que fazer ajustes, de forma que o impacto final no ciclo 2020/2021, no agregado das transmissoras, é de 5,41%.

Para a Cemig-GT, esse impacto no ciclo 2020/2021 seria de 2,42%; para a Copel-GT, 1,65%; para a CTEEP, -1,64%; para a Eletronorte, alta de 12,93%; para a Chesf, alta de 22,42%; para a Eletrosul, -16,49%; para a CEEE-GT, alta de 20,57%; para a Celg-GT, alta de 9,56%; e para Furnas, -0,55%.

A consulta pública ficará aberta por 45 dias, entre 1.º de abril e 15 de maio.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

FECHAMENTO DO DIA

Auxílio Brasil segue pressionando a curva de juros, mas Ibovespa e dólar conseguem alguma recuperação

O Ibovespa bateu na trave, e o Banco Central conseguiu segurar o câmbio, mas a pressão sobre as contas públicas segue castigando a curva de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies