Menu
2020-09-23T11:44:03-03:00
Estadão Conteúdo
Movimentando o mercado

Acordo para TikTok nos EUA seria capaz de desbancar Facebook

Acordo – teoricamente aprovado pelo presidente Donald Trump, mas ainda sem aprovação das companhias envolvidas – criaria uma força capaz de desafiar a dominância do Facebook na internet

21 de setembro de 2020
10:21 - atualizado às 11:44
tiktok
Imagem: Shutterstock

O surgimento de um acordo para fazer do aplicativo chinês TikTok uma empresa baseada nos Estados Unidos deve mudar o cenário desta rede social. Questões de segurança e controle da companhia persistiram durante o domingo. O plano envolve a Oracle Corp e o Walmart Inc. em uma parceria com a empresa dona do TikTok, a ByteDance Ltd., de Pequim, para que ela se torne uma nova empresa com sede nos EUA chamada TikTok Global.

O Departamento de Comércio disse que atrasaria por uma semana a proibição de downloads e atualizações do aplicativo TikTok nos Estados Unidos, que deveria entrar em vigor às 23h59. Assim, as negociações continuam.

O acordo - teoricamente aprovado pelo presidente Donald Trump, mas ainda sem aprovação das companhias envolvidas - criaria uma força capaz de desafiar a dominância do Facebook na internet.

Conforme descrito inicialmente por pessoas familiarizadas com o negócio, a ByteDance manteria cerca de 80% da propriedade da empresa. Mas como a ByteDance é cerca de 40% detida por investidores americanos, a nova empresa com participações da Oracle e do Walmart pode ser descrita como tendo participação majoritária americana, disseram.

Uma das pessoas elaborou ainda mais no domingo, dizendo que a ByteDance não seria tecnicamente uma proprietária da nova entidade TikTok Global. Em vez disso, as ações da nova entidade seriam distribuídas proporcionalmente aos atuais proprietários do ByteDance, que incluem investidores chineses e americanos.

Com a adição da Oracle e do Walmart tendo uma participação acionária combinada de 20%, a TikTok Global seria 53% de propriedade de empresas ou investidores dos EUA, disse esta pessoa.

A Oracle disse em um comunicado por escrito que teria uma participação de 12,5% na nova entidade chamada TikTok Global e forneceria um serviço de nuvem seguro para dados no aplicativo. O Walmart disse que concordou em comprar 7,5% da TikTok Global, bem como em acordos comerciais para fornecer e-commerce, atendimento, pagamentos e outros serviços para a nova empresa.

O Walmart disse que seu presidente-executivo, Doug McMillon, atuaria como um dos cinco membros do conselho da nova empresa. O fundador do ByteDance, Zhang Yiming, e alguns dos investidores dos EUA também provavelmente estariam no conselho, disseram pessoas a par do negócio.

Em um comunicado conjunto, a Oracle e o Walmart disseram que o planejado novo TikTok Global criaria mais de 25 mil empregos nos EUA e levaria a mais de US$ 5 bilhões em novos impostos para o Tesouro dos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies