Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-20T06:50:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
a explicação da estatal

Angra 3 não vai onerar consumidor, diz Eletrobras

Estatal respondeu a reportagem que tratava do possível aumento nas contas de energia com a entrada em operação da usina

20 de fevereiro de 2020
6:50
Usina Nuclear de Angra dos Reis
Usina Nuclear de Angra dos Reis - Imagem: Luciano Andrade/Estadão Conteúdo

A Eletrobras respondeu a reportagem publicada pelo Valor Econômico, que tratava do possível aumento nas contas de energia com a entrada em operação da Usina Nuclear Angra 3.

Segundo a estatal, a tarifa teto estabelecida para Angra 3 é de R$ 480/MWh, enquanto que a bandeira tarifária vermelha nível 2, que determina o acionamento da termelétricas mais caras, é de R$ 770/MWh.

A Eletrobras lembra ainda que o parque térmico brasileiro tem capacidade de aproximadamente 20 mil MW, dos quais 14 mil MW são comercializados com tarifa maior que sugerida para Angra 3.

"Isso significa dizer que o preço da energia da UTN Angra 3 é significativamente competitivo para a realidade brasileira", diz a companhia no comunicado.

A companhia contesta também a comparação dos custos de Angra 3 em relação a Angra 2, que são 40% maiores.

A companhia lembra que Angra 2 foi construída durante um período de câmbio muito favorável, em que dólar valia R$ 1,21 entre 1994 e 200, enquanto a taxa base para Angra 3 é de R$ 3,77, uma diferença de 211%.

Outro ponto levantado pela estatal é sobre a situação financeira da Eletronuclear, dizendo que não há inadimplência junto ao BNDES e à Caixa Econômica Federal, além de ter seus balanços auditados.

Aditivos

Em outro comunicado, a Eletrobras informa aditivos e contratos assinados pela empresa e suas subsidiárias. Foi assinada uma confissão de dívida da Eletronet, de R$ 130 milhões, com a LT Bandeirante, Eletropar, Chesf, Eletronorte, Eletrosu e Furnas.

Além disso, foi assinado um aditivo entre a Eletronet e a Eletropar para prorrogar contratos de uso de infraestrutura e de fibras lançadas pela Eletronet usadas pelas empresas controladas pela Eletrobras. O contrato foi prorrogado para 20 de agosto de 2039.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies