Menu
2020-04-03T13:24:09-03:00
Estadão Conteúdo
A mesa virou?

Sistema bancário dos EUA pode ter problema por excesso de liquidez

Com acesso ao dinheiro, empresas estão guardando os recursos em poupanças, o que, juntamente com a liquidação de ativos de risco, inunda os bancos com liquidez

3 de abril de 2020
13:23 - atualizado às 13:24
Dólar
Imagem: Shutterstock

Após preocupações sobre falta de liquidez, o sistema bancário dos Estados Unidos, agora, parece estar com problema oposto: excesso de dinheiro. As tendências observadas no mercado de recompra (repo) mostram que "oferta de caixa é abundante", escreveram analistas do KWB.

Com acesso ao dinheiro, empresas estão guardando os recursos em poupanças, o que, juntamente com a liquidação de ativos de risco, inunda os bancos com liquidez. Os depósitos em bancos comerciais dos EUA cresceram mais de US$ 420 trilhões do final de fevereiro até 18 de março, quantidade extraordinária que faz com este possa ser o pior março para crescimento de depósitos, segundo a Autonomos Research.

Nesse contexto, o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) autorizou que os bancos maiores excluam temporariamente Treasuries e depósitos em dinheiro no Fed da conta de seus ativos para certos cálculos sobre nível de alavancagem. Os bancos podem emprestar apenas uma parcela do que detêm pelas regras de capital, portanto muito desses depósitos termina realmente parado no Fed ou em Treasuries.

O BC americano informou que sua regra temporária permitiria reduzir as exigências de capital em cerca de 2%. Também pediu que os bancos não usem essa capacidade liberada para distribuir capital aos acionista, mas para "mitigar os efeitos das restrições (de capital) e possibilitar um melhor apoio à economia".

Agora, o desafio é chegar o dinheiro aos setores que mais necessitam. Mesmo para os bancos, que ainda enfrentam outras exigências de capital, liberar alavancagem não significa que terão predisposição ilimitada para emprestar, nem deveriam fazer isso. A liquidez é parte importante para permitir que o crédito flua. Mas ela não pode ir tão longe para ajudar as pessoas que perderam seus empregos ou as companhias que não têm clientes.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O hambúrguer e o câmbio

Está na hora de comprar ou vender dólar? A resposta pode estar no preço do Big Mac

Se levarmos em consideração o preço do sanduíche mais popular do mundo, a moeda norte-americana deveria valer R$ 3,87, segundo o índice calculado pela The Economist

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies