Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-02T18:44:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
retomada econômica

Presidente do BC fala em alta do PIB maior que 4% em 2021

Campos Neto defendeu que recuperação da economia tem que ser inclusiva e sustentável em todos os lugares do mundo

2 de setembro de 2020
11:43 - atualizado às 18:44
Roberto campos neto, presidente do Banco Central, entidade que mexe na Selic, a taxa básica de juros
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quarta-feira, 2, que, apesar da retração de 9,7% do PIB no segundo trimestre do ano, o resultado da economia brasileira no 3º trimestre será melhor.

"Estamos vendo a economia recuperar, os dados mais recentes - das últimas cinco semanas - mostram que estamos começando essa recuperação. Apesar da queda de 9,7% do PIB, a agricultura continuou tendo resultados positivo, e nunca parou", disse.

"Os serviços ficaram um pouco piores do que esperávamos, e a indústria veio dentro das expectativas", afirmou Campos Neto em participação no evento virtual "Emerging & Frontier Forum 2020", organizado pela Bloomberg.

Para 2021, Campos Neto repetiu que a expectativa é de um crescimento do PIB superior ao projetado. Ele ressaltou, porém, que o desempenho no próximo ano depende também do cenário externo. "Previmos uma redução do PIB em torno de 5% neste ano e uma recuperação superior a 4% em 2021", disse.

O presidente do BC afirmou ainda que na instituição há um grupo que reduziu a estimativa em 2020 e aumentou em 2021. "E temos outro grupo que projeta uma recuperação forte", disse.

Crescimento sustentável

Campos Neto defendeu que a recuperação da economia tem que ser inclusiva e sustentável em todos os lugares do mundo. "Vemos muitos países falando na criação de novos programas de renda, em investimentos sustentáveis do ponto de vista do meio ambiente, e em fomento ao desenvolvimento de novas tecnologias", afirmou.

No caso do Brasil, Campos Neto destacou a importância da inclusão na retomada, já que a pandemia afetou a renda dos mais pobres. "Também precisamos mostrar ao mundo que estamos comprometidos com a sustentabilidade", completou.

No cenário pós-pandemia, acrescentou o presidente do BC, será preciso definir qual será o papel do Brasil no novo comércio global. "As pessoas precisam comer, e nossa agricultura continua crescendo. A agricultura coloca o Brasil em diferente posição em relação a outros emergentes", concluiu.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Nada de penny stock

Na Saraiva (SLED3 e SLED4), uma medida para aliviar a pressão da CVM — mas que não tira a corda do pescoço

A Saraiva (SLED3 e SLED4) quer fazer um grupamento de ações na proporção de 35 para 1, saindo da casa dos centavos — mas perdendo liquidez

Seu Dinheiro no sábado

O que esperar para os seus investimentos até 2024?

Como parte das comemorações de três anos do Seu Dinheiro, montamos um conteúdo especial para discutir o cenário de investimentos até 2024

PAPO CRIPTO #004

Bitcoin (BTC) pode chegar aos US$ 100 mil ainda este ano, tudo depende dos EUA, afirma André Franco ao Papo Cripto

As gamecoins como o Axie Infinity devem movimentar ainda mais o mercado até o final do ano

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies